Menu
Busca quinta, 24 de junho de 2021
(67) 99647-9098
Governo - Feminicidio
Brasil

Após tragédia em Santa Maria, operações fecham pelo menos 280 casas de evento por irregularidades na

05 fevereiro 2013 - 10h17Ana Paula Rocha/UOL

A tragédia na boate Kiss, em Santa Maria (301 km de Porto Alegre), que matou 237 pessoas, levou as autoridades em todo o país a desencadearem uma série de fiscalizações em casas noturnas e estabelecimentos que recebem grande número de pessoas.

Um levantamento feito pelo site Uol nas capitais brasileiras aponta que pelo menos 289 estabelecimentos foram fechados desde a segunda-feira (28), entre boates, casas de espetáculo e até museus.

Sudeste
Somente no Rio de Janeiro foram 127 estabelecimentos fechados entre bares, boates, casas de show e equipamentos culturais públicos. Somente as secretarias municipal e estadual de Cultura fecharam 49 teatros, centros culturais, museus e bibliotecas. Apresentações foram canceladas no final de semana. O motivo das interdições foi a a falta de certificado de segurança dos bombeiros. Além das interdições, 52 locais foram multados e 20, notificados.

Já em São Paulo, a prefeitura não divulgou o balanço oficial de casas noturnas fechadas. Até o sábado (02), 26 locais foram interditados. No sábado, na segunda rodada de autuações, pelo menos um outro estabelecimento foi fechado: a casa de suingue Casablanca, em Moema, na zona sul da capital paulista.

Os números oficiais devem ser divulgados nesta terça-feira (05).

Em Belo Horizonte, pelo menos quatro boates foram fechadas. Os números oficiais de interdições não foram divulgados pela prefeitura ou Corpo de Bombeiros.

Norte
Em Manaus, primeira capital a fechar estabelecimentos no paús, o prefeito Arthur Virgílio Neto (PSDB) deu ordem de liberar para funcionamento as casas que foram interditadas durante a operação por problemas burocráticos junto aos órgãos municipais. Das 66 casas interditadas, 27 foram autorizadas a funcionar desde a sexta-feira.

Os locais fechados foram interditados pelo Corpo de Bombeiros e pelo Departamento de Vigilância Sanitária por problemas de segurança.

Macapá também interditou duas boates em operações iniciada na última sexta-feira. Outros 16 estabelecimentos foram notificados pela autoridades por problemas em documentação.

Em Belém, o Corpo de Bombeiros divulgou, nessa segunda-feira (04), o balanço da operação de vistoria às casas noturnas da capital paraense, feita entre os dias 29 de janeiro e três de fevereiro.

Foram visitados 44 estabelecimentos e somente um estava totalmente regularizado no quesito segurança. Foram interditadas 14 casas, das quais nove continuam fechadas.

Nordeste
Recife realizou visitas aos estabelecimentos, e pelo menos quatro casas noturnas foram fechadas até a última sexta-feira. A principal preocupação é com a proximidade do Carnaval. Para isso, a prefeitura e Corpo de Bombeiros realizam visitas aos locais que devem receber grande quantidade de pessoas, especialmente os camarotes.

Outra capital com Carnaval grandioso, Salvador também fez inspeção em todas as casas de espetáculo para verificar se todas as normas de segurança exigidas estão sendo cumpridas, conforme a legislação. Até a quinta-feira (31), duas casas noturnas tiveram o funcionamento suspenso por irregularidades. Os camarotes dos circuitos por onde passam o trio elétrico também estão sendo vistados.

Em Maceió, 11 boates foram interditadas após decreto do governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) que determinou o fechamento de todas as casas noturnas que não seguissem as normas de segurança. Pelo menos três delas reabriram as potas após regularizarem a situação.

As interdições têm causado problemas aos produtores culturais e organizadores de eventos, como formaturas e casamentos.

Em Fortaleza, relatório do Corpo de Bombeiros divulgado na sexta-feira apontou para cinco boates fechadas e sete outras autuadas irregulares notificadas. O Corpo de Bombeiros também divulgou balanço, nesta segunda-feira, apontando 11 estabelecimentos fechados em São Luís, com duas delas liberadas após adequação às normas.

Aracaju foi outra capital nordestina que fechou boates: seis foram interditadas até a última sexta-feira (1º), após fiscalização do Corpo de Bombeiros. Em Natal, outras três boates foram fechadas até a noite da sexta-feira por falta de licença.

Centro-Oeste
Em Brasília, a Agefis (Agência de Fiscalização do Distrito Federal) fiscalizou 100 casas noturnas, desde a quinta-feira (31), com a interdição de 27 estabelecimentos. Cinco delas foram interditadas no terceiro dia da operação, na noite de sábado. Dois estabelecimentos foram multados.

Campo Grande também realizou operação na sexta-feira, quando três boates foram interditadas. O Corpo de Bombeiros também interditou pelo menos duas boates em Goiânia. Uma delas já reabriu as portas após adequar a iluminação de saídas de emergência.

Sul
Em Curitiba, sete casas noturnas foram fechadas desde o início da semana passada, quando começaram as fiscalizações especiais. Pelo menos dois deles já reabriram as portas. A capital catarinense Florianópolis teve 10 casas noturnas fechadas, segundo balanço da sexta-feira à noite. Muitos empresários também foram intimados a regularizarem a situação com os órgãos públicos.

Via Uol

Vai di Vinho

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Essa é a ultima semana para o saque do PIS 2021
Justiça
Processo em pauta no STF vai moldar a disputa por terras no Brasil
Brasil
Bolsonaro deve anunciar prorrogação do auxílio emergencial nesta semana
Brasil
Ricardo Salles é exonerado
Agronegócio
"O Agro será o setor mais dinâmico da economia este ano" garante Tereza Cristina
Brasil
Grupo religioso procura advogado para defender Lázaro
Brasil
Presidente da Anvisa apela à população que tome segunda dose da vacina
Brasil
Presidente da Anvisa ressalta imunização com duas doses da vacina
Brasil
Jovem de 19 anos perde parte do pulmão após contrair fungos durante uso de narguilé
Brasil
Covid: Brasil tem 2º maior número de casos em 24h

Mais Lidas

Polícia
Mãe confessa que matou bebê de 5 meses afogada, em Campo Grande
Polícia
Bebê de 5 meses foi morta afogada, porque mãe drogada queria tirar 'chip da besta'
Polícia
Bebê de 5 meses morre após suspeitas de violência sexual, em Campo Grande
Polícia
Com câncer em estado avançado, idoso comete suicídio na varanda de casa