Menu
Busca terça, 11 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
TJMS agosto/20
Brasil

BC implantará sistema de tranferência e pagamento instantâneo

Sistema permitirá fazer saques e outras ações a qualquer hora do dia e ter retorno imediato

31 agosto 2019 - 13h20Sarah Chaves, com informações da Agência Brasil

O Banco Central (BC), anunciou nesta semana avanços para o pagamento instantâneo, desenvolvendo dados e a administração bancária, que serão feitos de forma rápida e com menor custo.

Segundo o BC, os pagamentos instantâneos serão feitos em alguns segundos e funcionarão por 24h todos os dias da semana. A decisão de desenvolver o sistema vai permitir que bancos e empresas de tecnologia do setor financeiro possam dar continuidade à definição de seus modelos de negócios para o pagamento instantâneo.

Atualmente, os pagamentos por transferência são feitos por canais bancários e os valores chegam ao destinatário no mesmo dia, desde que a transferência seja feita em dias úteis, em horário definido pelos bancos de 6h30 às 17h.

Com o sistema de pagamentos instantâneos, a expectativa do Banco Central é que haja redução desses custos para os clientes, para operações de transferência. Também haverá redução de custos para empresas que recebem as transferências. No caso de um lojista, por exemplo, a redução no número de intermediários vai significar menor custo de aceitação em relação aos demais instrumentos de pagamento.

O BC diz que o estabelecimento comercial precisará ter somente um código único de identificação para permitir que seus clientes façam a leitura desse código por meio de seus smartphones.

Não haverá a necessidade de inserir informações como número do banco, da agência e da conta e o CPF (Cadastro de Pessoa Física) do recebedor. Para fazer o pagamento instantâneo, serão necessários um smartphone, uma conta em um prestador de serviço de pagamento (PSP) da escolha do consumidor e o aplicativo.

Sistema

“A base de dados de endereçamento permitirá a realização de pagamentos de maneira intuitiva e simplificada, utilizando, de forma segura, informações de fácil conhecimento, como número de telefone ou conta de e-mail”, acrescentou o Banco Central.

“O Banco Central tem o objetivo de criar uma perspectiva neutra em relação a modelos de negócio ou participantes de mercado específicos, as condições necessárias para o desenvolvimento de um sistema de pagamentos instantâneos eficiente, competitivo, seguro, inclusivo e que acomode todos os casos de usos”, disse a instituição, em nota

Senar - agosto2020

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Prefeitos querem flexibilizar pagamento mínimo da educação em 2020
Brasil
Anac autoriza táxi-aéreo a vender assento individual
Brasil
Mega sorteia R$ 6,5 milhões neste sábado
Brasil
Vídeo: motoboy sofre ofensas racistas em condomínio
Brasil
AO VIVO: Bolsonaro libera recurso para vacina contra o coronavírus
Brasil
Soldado é encontrado morto em quartel e família suspeita de tortura
Brasil
Corte de energia por falta de pagamento volta nesta segunda
Brasil
Dentista mata a esposa e comete suicídio
Brasil
Vídeo: Desembargador dispara xingamento durante sessão virtual
Brasil
Após evento com Tereza Cristina, Michelle testa positivo para coronavírus

Mais Lidas

Política
Vereadores da capital votam cinco Projetos nessa terça
Política
Coronel David solicita testes em massa à agentes da Segurança Pública
Política
Dourados tem nova troca de secretário de Saúde
Política
Vice-prefeita de Inocência morre vítima do coronavírus