Menu
Busca segunda, 30 de março de 2020
(67) 99647-9098
TJMS topo
Brasil

Em meio a crise nuclear, mortos por terremoto chegam a 1.800 no Japão

14 março 2011 - 14h35
O número oficial de mortos pelo terremoto seguido de tsunami que atingiu o nordeste do Japão no dia 11 chegou a 1.833, segundo a Polícia Nacional. Há 2.361 desaparecidas, de acordo com balanço divulgado na noite desta segunda-feira (14). Mas, segundo as autoridades e a imprensa, a cifra deve subir bastante, à medida que os trabalhos de resgate, muito difíceis ainda em várias regiões, continuarem. Cerca de 2.000 corpos foram encontrados nesta segunda na província de Miyagi, uma das mais afetadas pelo tsunami, mas ainda não foram contabilizadas. Cerca de 1.000 corpos foram encontrados próximos à praia em Ojika, região mais atingidas da península, e outros 1.000 corpos foram encontrados na cidade de Minamisanriku. Na região, o governo da província não tem conseguido contato com cerca de 10 mil pessoas, quase metade da população local. O país também continua em alerta para as consequências de duas explosões na usina nuclear de Fukushima, onde barras de combustível nuclear estão expostas, e há risco de vazamento radiativo. Fonte: G1 com informações de agências internacionais.
Assembleia - Mais ALEMS

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Vídeo - Bolsonaro vai para rua e para em churrasquinho
Brasil
Senado votará na segunda auxílio de R$ 600 para trabalhadores
Brasil
Estrangeiros em voos interncionais estão proibidos de entrar no Brasil
Brasil
Brasil tem 92 mortes e 3.417 casos confirmados de novo coronavírus
Brasil
João Dória é ameaçado de morte após discutir com Bolsonaro
Brasil
Fábio Trad diz que isolamento vertical, agora, “é crime”
Brasil
Juíza manda soltar Eduardo Cunha por causa do coronavírus
Brasil
Suspensão de cortes de energia; entenda
Brasil
Bolsonaro muda decreto para reabrir as lotéricas em todo o país
Brasil
Mandetta fica, diz mídia de Brasília

Mais Lidas

Política
Senado vota hoje auxílio de R$ 600 para autônomos e informais
Polícia
“Agredido injustamente”, diz bandido espancado por populares após furtos
Saúde
Barreira sanitária começou nesta segunda no aeroporto da capital
Economia
Guedes diz que prefere isolamento, mas que economia não aguenta dois meses parada