Menu
Busca terça, 22 de junho de 2021
(67) 99647-9098
Governo - Feminicidio
Brasil

Jovens atletas do Flamengo morrem em incêndio

Dez pessoas morreram. Fogo atingiu alojamento das categorias de base do time no Ninho do Urubu, em Vargem Grande

08 fevereiro 2019 - 08h10G1


Jovens atletas do Flamengo estão entre os dez mortos em um incêndio no em um alojamento no Ninho do Urubu, na Zona Oeste do Rio, no início da manhã desta sexta-feira (8). O Fla-Flu deste sábado, válido pela semifinal da Taça Guanabara, deve ser adiado. Secretário estadual de Esporte, Lazer e Juventude, Felipe Bornier afirmou que o governo decretará luto de três dias.

As chamas atingiram as instalações onde dormiam jogadores entre 14 e 17 anos que não residiam no Rio. Ainda não há identificação dos mortos. Os bombeiros chegaram a dizer que todos eram adolescentes, mas não há informações oficiais.

Três adolescentes ficaram feridos, um deles em estado grave, e foram levados para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra:

1. Cauan Emanuel Gomes Nunes, 14 anos, de Fortaleza (CE);
2. Francisco Diogo Bento Alves, 15 anos;
3. Jonathan Cruz Ventura, 15 anos, em estado mais grave.

Às 8h40, Jonathan foi levado às pressas para o centro cirúrgico. Ele sofreu queimaduras em 40% do corpo e será transferido para o Hospital Municipal Pedro II, em Santa Cruz.

Os três feridos são de fora do Rio de Janeiro. Funcionários e médicos do clube estiveram na unidade e a expectativa é de poder transferir os meninos assim que a situação for estabilizada.

Treinos cancelados

De acordo com um funcionário que trabalha no setor administrativo da base do Flamengo, os meninos seriam transferidos do local onde estavam alojados na semana que vem. Segundo ele, a base do clube migrou para onde era o profissional e já estava em processo de mudança.

O funcionário – que preferiu não se identificar –, disse que, por causa da chuva na noite de quarta-feira, os meninos estavam de folga.

Segundo mães de atletas, o treino cancelado liberou os jovens que moram no Rio para dormir em suas casas. Desta forma, só pernoitaram no alojamento adolescentes que vieram de fora, como Cauan Emanuel.

Passagem bloqueada

O funcionário disse que chegava ao centro de treinamento no momento em que as chamas começaram. “Chegamos pra trabalhar eram umas 6h, junto com bombeiros. Eu recebi um telefonema quando estava chegando”, disse ele.

“O fogo pegou exatamente no local que estavam as crianças. Não espalhou porque os bombeiros chegaram rápido. Ali tinham três ou quatro quartos. O fogo pegou na porta e reteve a passagem”, completou.

O funcionário não soube dizer se a sede tinha brigada de incêndio, mas afirmou que havia extintores no local e que eles chegaram a ser usados no momento do incêndio.

Alexandre Sanz, preparador físico do Flamengo, acha que não tem clima para a realização de um Fla x Flu neste sábado (9). "Fica difícil ter o jogo porque houve uma situação emocional muito forte".

Senar - square junho21

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Jovem de 19 anos perde parte do pulmão após contrair fungos durante uso de narguilé
Brasil
Covid: Brasil tem 2º maior número de casos em 24h
Brasil
Entra em vigor lei que prorroga regras de reembolso de passagens aéreas
Brasil
Prints do WhatsApp Web não podem ser usados como prova, decide STJ
Brasil
Em viaduto, grupo ora pela prisão de serial killer
Brasil
Caça a 'serial killer do DF', chega ao nono dia com centenas de policiais
Brasil
CPI da Pandemia quebra sigilo de documentos com nomes de empresários
Brasil
Polícia encontra corpo de ex-parceiro de dupla de Cristiano Araújo
Saúde
“Não precisa que professores estejam vacinados”, diz Queiroga sobre aulas presenciais
Brasil
Homem obriga mulher de amigo a fazer sexo oral e leva surra em delegacia

Mais Lidas

Geral
Foi convocado? Agehab divulga lista de beneficiários para ocupação de imóveis
Polícia
Menina de 11 anos era estuprada pelo pai no trajeto da igreja
Polícia
Bandido morre após tentar assaltar policial
Geral
Morta pelo marido, Lindinalva era professora e deixa dois filhos