Menu
Busca quinta, 29 de julho de 2021
(67) 99647-9098
Senai - EAD_senai_tecnico
Cidade

Homem quase morre queimado em incêndio

Ele teve 30% do corpo queimado depois da casa pegar fogo durante a madrugada

05 fevereiro 2019 - 11h12Rayani Santa Cruz

Agricelo Rondon, morador do bairro Aeroporto em Corumbá, quase morreu queimado, depois da residência pegar fogo durante a madrugada desta terça-feira (5). 

Era por volta de 0h10 quando iniciaram as chamas na casa onde a vítima morava. Agricelo estava dormindo e acordou com o incidente, ele conseguiu sair da casa e teve costas e braços queimados.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros esteve no local, onde efetuou o trabalho de rescaldo e o primeiro atendimento ao morador que foi levado para o pronto-socorro, conforme o Diário Corumbaense.

Agricelo teve 30% do corpo queimado e está internado em observação.

A casa dele foi totalmente destruída pelas chamas. Os militares utilizaram aproximadamente 4,5 mil litros de água para conter o fogo. As causas do incêndio não foram informadas.

Cruzeiro do Sul - 44 anos

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
Amhasf não terá atendimento ao público nesta sexta-feira
Cidade
Prefeitura retorna com expediente normal na próxima segunda-feira
Cidade
Equipe da SAS que já realizou 600 abordagens, amplia trabalhos nas ruas
Cidade
Afonso Pena terá trecho interditado na quinta-feira
Geral
Vídeo: Você viu o Luxinho? Cachorro de idosa de 92 anos está desaparecido na Capital
Cidade
4 mil peças de roupas são arrecadadas por servidores municipais
Cidade
Governo do estado e prefeitura garantem casas para moradores da antiga favela Cidade de Deus
Cidade
Foi selecionado? Prefeitura convoca aprovados em dois processos
Vídeos
Ao vivo: REME retoma aulas presenciais
Cidade
Agetran prevê liberação da Antônio Maria Coelho no sábado

Mais Lidas

Geral
Vídeo: 'Rapidinha' na cozinha da errado e casal é flagrado só no love
Geral
Com Covid, Arlindo Namour morre no Proncor
Internacional
Vídeo: jovem tenta gravar dança em guindaste, mas despenca e morre
Polícia
Investigação concluí que enfermeiro do HR estuprou paciente em fevereiro