Menu
Busca quinta, 13 de maio de 2021
(67) 99647-9098
TJMS - maio21
Brasil

Mais de 130 países e 17 capitais no Brasil participam da Hora do Planeta

26 março 2011 - 09h20
Mais de 130 países terão parte de suas luzes apagadas às 20h30 (horário local) deste sábado (26) para participar da Hora do Planeta, ação simbólica por meio da qual pessoas, empresas e governos expressam voluntariamente suas preocupações com o meio ambiente e o aquecimento global. No Brasil, 17 capitais confirmaram participação no evento, criado pela organização não governamental (ONG) WWF em 2007. A ideia é que luzes de residências e monumentos sejam apagadas por uma hora. As prefeituras de São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e Florianópolis (SC) confirmaram participação no evento, por exemplo. Curitiba (PR), Fortaleza (CE) e João Pessoa (PB) também terão luzes de monumentos apagadas. De acordo com a WWF, um total de 98 cidades no Brasil confirmaram formalmente participação na Hora do Planeta. No Rio de Janeiro, serão apagadas luzes de monumentos como o Cristo Redentor e os Arcos da Lapa. Em São Paulo, as luzes do Estádio do Pacaembu, da Biblioteca Mário de Andrade e dos Arcos do Anhangabaú, da Ponte Estaiada e do Obelisco do Ibirapuera serão apagadas. Outros pontos turísticos no mundo como a Torre Eiffel, em Paris, o relógio Big Ben, em Londres, e o prédio do Empire State, em Nova York, também terão luzes apagadas. saiba mais Entenda como a geração de energia elétrica afeta o meio ambienteDe acordo com a WWF, o evento ganhou novos participantes este ano sobretudo na África, Oriente Médio, Ásia e América. Nações como a Jamaica, Uganda, Chade, Irá, Palestina, Suriname, Azerbaijão e Tadjiquistão aderiram pela primeira vez à Hora do Planeta. A estimativa da ONG é de que mais de 1 bilhão de pessoas participem do evento em todo o mundo. No total, cerca de 3.800 cidades confirmaram participação. Neste ano, a ideia é que o primeiro minuto da Hora do Planeta seja reservado para homenagear vítimas do tsunami no Japão e das enchentes de janeiro no Brasil, além de mortos por outras tragédias naturais. Fonte: G1
Girafa

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Datafolha mostra Lula liderando corrida eleitoral
Brasil
Cachorro arrasta corpo de recém-nascido carbonizado pela rua
Brasil
Covid: Ministério lança campanha de prevenção e vacinação
Brasil
Bombeiros retomam buscas por desaparecidos em tragédia de Brumadinho
Brasil
Salvador pode ter Carnaval em 2022
Brasil
Zézé di Camargo é internado para cirurgia de urgência
Brasil
Backer volta a vender cerveja após morte de 10 consumidores
Brasil
Homem de 57 anos é baleado em Pedro Juan Caballero
Brasil
Brasil passa de cem linhagens do coronavírus em circulação
Brasil
Mulher é acusada de espancar filho de 3 anos até a morte

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio