Menu
Busca sexta, 19 de agosto de 2022
(67) 99647-9098
TJMS Agosto 22
Brasil

Mulher flagrada dando rapidinha com mendigo fala pela primeira vez; confira

Ela disse que irá procurar a justiça após ter sido usada

27 abril 2022 - 13h54Sarah Chaves

Sandra Maria Fernandes, mulher que ficou famosa por manter relações sexuais com um mendigo em Brasília, falou pela primeira vez sobre o caso em uma rede social e disse que irá procurar a justiça após ter sido usada. A publicação foi feita nesta quarta-feira (27).

No mês passado, o marido de Sandra, o personal trainer Eduardo Alves, de 31 anos, foi filmado agredindo o sem-teto Givaldo Alves, de 48 anos, após flagrar a cena sexual entre os dois, dentro do carro da família.

À polícia, o personal trainer disse na época que pensou que a esposa estivesse sendo estuprada, e contou que ela enfrenta "problemas psicológicos". Após o ocorrido, a mulher foi levada a uma instituição de saúde, onde passou por tratamento médico.

Na postagem, ela diz ter sido vítima de humilhação após a repercussão do caso.

Leia na integra:

"Olá me chamo SANDRA MARA FERNANDES , sou a mãe da [...] e a esposa do @eduardoalvestrainer . Venho através dessa postagem agradecer as pessoas que se levantaram para me defender quando eu não tinha condições.

Passei por dias muito difíceis, nunca me imaginei naquela situação. Eu me sinto profundamente dilacerada pelo ocorrido. Hoje eu tenho ciência de tudo o que foi dito enquanto eu estava internada e sendo cuidada por médicos, psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros e outros profissionais.

Fui VÍTIMA de chacotas, humilhações em rede nacional. Fui taxada como uma mulher qualquer , uma mulher promiscua , uma mulher com fetiches , uma traidora. E mais ofendida ainda por ter sido atacada por outras mulheres que entenderam que eu merecia o pior.

Eu sempre soube que vivemos numa sociedade desigual, mas eu NÃO escolhi ter um SURTO, eu NÃO escolhi ter sido HUMILHADA, eu NÃO escolhi ter minha vida EXPOSTA e DEVASTADA!

Então, na condição onde estive eu sei que tinha legitimo DIREITO de ser DEFENDIDA. Agradeço ao meu esposo por tudo que ele fez por mim. Ele me defendeu durante e depois do ocorrido, pois sabe que em condições normais eu jamais teria permitido passar por àquilo. Agradeço também ao meu pai, minha madrasta , meus irmãos e amigos , que me acolheram e ajudaram o Eduardo e a [...]. Sou profundamente grata aos profissionais que me ajudaram a compreender o que estava acontecendo quando eu já NÃO TINHA domínio da minha própria vida.

Hoje eu busco na JUSTIÇA os meus DIREITOS, pois nunca faltei com respeito com ninguém e não merecia ter sido tratada como uma qualquer, e , principalmente , ter sido usada como OBJETO de prazer durante DELÍRIOS e ALUCINAÇÕES que confundiram minha mente e me colocaram num contexto NOJENTO e SÓRDIDO. Sigo BATALHANDO, um dia de cada vez para retomar a minha existência e vou conseguir porque DEUS é maior e infinitamente bom !"

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Profissão em risco? Fofoqueiros são presos por difamação
Brasil
PERIGO: Mulher morre após carvão de narguilé cair em sofá e causar incêndio
Brasil
Homem mata enteado de 9 anos e esfaqueia a ex-mulher grávida durante briga
Brasil
Máscaras deixam de ser obrigatórias em voos e aeroportos do Brasil
Brasil
Ministro Alexandre de Moraes será empossado presidente do TSE
Brasil
Auxílio Brasil: Beneficiários com NIS de final 5 recebem hoje
Brasil
Decreto autoriza atuação das Forças Armadas nas eleições
Brasil
Acidente entre caminhão e van deixa sete mortos na BR-367
Brasil
Jovem é morto com facada na cabeça em terreno baldio; assista
Brasil
Plano de Adaptação à Mudança do Clima entra em vigor a partir de setembro

Mais Lidas

Polícia
Dupla é indiciada por tentativa de triplo homicídio no Aero Rancho
Polícia
Filhos de idosa abandonada em casa cheia de fezes são encontrados
Polícia
Mulher é resgatada antes de ser queimada por facção em 'micro-ondas humano'; vídeo
Polícia
Morre encanador que caiu em buraco de obra em Campo Grande