Menu
Busca quinta, 16 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS setembro21
Cidade

Marquinhos quer ajuda da Câmara para mandato com justiça social

O prefeito participou da abertura dos trabalhos na Câmara Municipal nesta manhã

04 fevereiro 2019 - 11h32Rayani Santa Cruz e Joilson Francelino

O prefeito Marquinhos Trad afirmou nesta segunda-feira (4), durante a sessão de abertura dos trabalhos na Câmara Municipal de Campo Grande, que conta com os vereadores para que a sua gestão seja baseada na igualdade de direitos e na solidariedade coletiva.

Marquinhos pontuou que Campo Grande ocupa o quarto lugar em qualidade de vida entre as 21 capitais do país e que, hoje, está entre as quatro capitais com melhores índices de transparência, com a nota 10. Entre 2014 e 2016, segundo a Controladoria Geral da União, nenhum município de Mato Grosso do Sul cumpria a Lei de Acesso à Informação e Transparência.

O prefeito ressaltou aos vereadores que já cumpriu a maioria dos compromissos firmados durante a campanha, com 21 metas realizadas e muitas em fase de construção, já com data para ser efetivada. Entre eles, fim da tarifa mínima na conta de água, que proporcionou justiça social aos campo-grandenses, com redução na conta de grande parte da população.

Na educação, ele destacou a entrega de material escolar e merenda logo no início do ano letivo de 2019. A Rede Municipal de Ensino teve uma grande evolução no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), ocupando o 4° lugar dentre as escolas públicas do país. O melhor desempenho foi registrado nas séries iniciais do ensino fundamental, até o 5º ano. De 5.4, o índice subiu para 5.6. Nos anos iniciais – 5° ano – a proficiência em língua portuguesa foi de 206,69 – em 2015 – e 216,17 – em 2017. Crescemos uma média de 10 pontos. Em matemática de 213,58 em 2015 crescemos para 222,66, em 2017. Crescemos também quase 10 pontos.

Campo Grande foi a capital que mais investiu em saúde, segundo o prefeito. “Saímos de um almoxarifado que tinha 17% de medicamentos para 80%, a reclamação deixou de ser remédio e passou a ser superlotação, explicou.

No Turismo, a capital de Mato Grosso do Sul foi nomeada a 4ª em uma lista de 15 destinos imperdíveis na região centro-oeste, segundo ranking da Expedia Brasil. Em 2016, a capital não aparecia na lista. “Campo Grande mudou e vai continuar mudando, são números que demonstram avanços em todas as áreas”, concluiu.

Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Livro com a vida do ‘Seu Thomaz das esfihas’ será lançado hoje
Cidade
"Esse é o novo normal", diz Marquinhos Trad sobre flexibilizações
Cidade
Em post, Marquinhos comemora “a capital mais segura do país"
Cidade
Parque dos Poderes terá pistas interditadas até sexta-feir
Oportunidade
Com 20 vagas, curso gratuito ensina a fazer roupinhas de cachorro no Jardim Noroeste
Cidade
Pequena empresária recebe benefício para melhorar carrinho de cachorro-quente
Cidade
Crematório de Campo Grande é destaque mundial em sustentabilidade
Cidade
Assistentes de educação e monitores são convocados pela Semed
Cidade
Capital sanciona lei em homenagem a profissionais da Saúde
Cidade
Vídeo: Caminhão derruba fios na Antônio Maria Coelho e deixa casas sem internet

Mais Lidas

Polícia
Corpo é encontrado esquartejado em sacos de lixo
Geral
Ao vivo: Bebê transmite mãe tomando banho no Facebook
Polícia
Jovem é presa por morder enfermeira na UPA do Coronel Antonino
Polícia
Mulher agredida com barra de ferro em espetinho no Aero Rancho contesta versão dada pelo dono