Menu
Busca sábado, 22 de fevereiro de 2020
(67) 99647-9098
tj ms topo
Cidade

Marquinhos quer ajuda da Câmara para mandato com justiça social

O prefeito participou da abertura dos trabalhos na Câmara Municipal nesta manhã

04 fevereiro 2019 - 11h32Rayani Santa Cruz e Joilson Francelino

O prefeito Marquinhos Trad afirmou nesta segunda-feira (4), durante a sessão de abertura dos trabalhos na Câmara Municipal de Campo Grande, que conta com os vereadores para que a sua gestão seja baseada na igualdade de direitos e na solidariedade coletiva.

Marquinhos pontuou que Campo Grande ocupa o quarto lugar em qualidade de vida entre as 21 capitais do país e que, hoje, está entre as quatro capitais com melhores índices de transparência, com a nota 10. Entre 2014 e 2016, segundo a Controladoria Geral da União, nenhum município de Mato Grosso do Sul cumpria a Lei de Acesso à Informação e Transparência.

O prefeito ressaltou aos vereadores que já cumpriu a maioria dos compromissos firmados durante a campanha, com 21 metas realizadas e muitas em fase de construção, já com data para ser efetivada. Entre eles, fim da tarifa mínima na conta de água, que proporcionou justiça social aos campo-grandenses, com redução na conta de grande parte da população.

Na educação, ele destacou a entrega de material escolar e merenda logo no início do ano letivo de 2019. A Rede Municipal de Ensino teve uma grande evolução no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), ocupando o 4° lugar dentre as escolas públicas do país. O melhor desempenho foi registrado nas séries iniciais do ensino fundamental, até o 5º ano. De 5.4, o índice subiu para 5.6. Nos anos iniciais – 5° ano – a proficiência em língua portuguesa foi de 206,69 – em 2015 – e 216,17 – em 2017. Crescemos uma média de 10 pontos. Em matemática de 213,58 em 2015 crescemos para 222,66, em 2017. Crescemos também quase 10 pontos.

Campo Grande foi a capital que mais investiu em saúde, segundo o prefeito. “Saímos de um almoxarifado que tinha 17% de medicamentos para 80%, a reclamação deixou de ser remédio e passou a ser superlotação, explicou.

No Turismo, a capital de Mato Grosso do Sul foi nomeada a 4ª em uma lista de 15 destinos imperdíveis na região centro-oeste, segundo ranking da Expedia Brasil. Em 2016, a capital não aparecia na lista. “Campo Grande mudou e vai continuar mudando, são números que demonstram avanços em todas as áreas”, concluiu.

Jacarezão

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
Carnaval começa na capital e Cordão Valu proibe garrafas de vidro
Cidade
Força tarefa minimiza estragos da chuva
Cidade
Igreja suspende culto por causa da folia na praça Aquidauana
Cidade
Rotatória da Rachid com Ernesto está interditada
Cidade
Interdições para o carnaval começam nesta sexta; evite transtornos
Cidade
Equipes da prefeitura estão nas ruas para reparar estragos da chuva
Cidade
Bairros da capital ficam sem energia devido às chuvas desta quinta; confira
Cidade
Vídeo - Chuva alaga diversos pontos na capital
Cidade
Aeroporto da capital recebe escultura de onça
Cidade
Com efetivo recorde, carnaval 2020 promete ser o mais seguro da capital

Mais Lidas

Polícia
Pai mata filho a facadas ao proteger mãe durante briga do casal
Geral
Vídeo - Microfone de Claudia Leitte cai durante perfomance aérea no Carnaval
Geral
Viação São Luiz tem duas linhas suspensas na capital
Polícia
Polícia Civil prende suspeito de estuprar enteada de oito anos