Menu
Busca quinta, 19 de setembro de 2019
(67) 99647-9098
Cidade

Procon-MS autua a Anhaguera que deve pagar R$ 800 mil em multas

De acordo com o órgão fiscalizador, 130 processos levaram a aplicação das multas no valor de 28 550 UFERMS

10 setembro 2019 - 16h16Mauro Silva, com informações da assessoria

A faculdade Anhaguera de Campo Grande foi alvo de 130 processos que rendeuà instituição multa de R$ 800 mil por infringir vários artigos e incisos do Código de Defesa do Consumidor. A decisão foi divulgada nesta terça-feira (10) pelo Procon-MS.

Entre as infrações constatadas estavam a ausência de prestação adequada, oportuna e devida de informações claras e precisas quando solicitadas por consumidores (normalmente  estudantes da  entidade de ensino), cobrança indevida, inserção indevida de nomes de consumidores  em órgãos de restrição de crédito, obtenção de vantagens manifestamente excessiva em relação a consumidores, falta de eficiência da empresa, ferimento da boa fé nas relações de consumo e, ainda, vício de qualidade nos serviços prestados.

De acordo com o órgão fiscalizador, que defende o direito do consumidor, a instituição recebeu multa de 28 550 UFERMS (Unidades Fiscais Estaduais de Referencia de Mato Grosso do Sul) que tem como valor unitário, atualmente, R$ 28,77 o que resultou em um total de R$ 821.383. Outros processos ainda continuam em análise o que pode elevar ainda mais este valor.

As multas  arbitradas têm valores diferenciados de acordo com o tipo de infração. No caso da ausência de prestação de informações, por exemplo, o valor é de 100 UFERMS enquanto em relação à obtenção de vantagem indevida, esse montante chega a 550 unidades fiscais. Ressalte-se que, também nesses casos, a  atuação do Procon Estadual se dá em razão de  denúncias  formalizadas por consumidores que se sentiram lesados nos seus direitos.

Conforme a assessoria do órgão fiscalizador, as multas envolvem todas as unidades de Campo Grande.

Recomendação Procon-MS

O Procon-MS recomenda que os consumidores não deixem de  formalizar sua reclamação para que o órgão de defesa do consumidor possa agir. Para tano, vários caminhos são postos à disposição, entre as quais o aplicativo “fale conosco” que é parte integrante do site www.procon.ms.gov.br,  o watsapp com o número  9 9158 0088, o telefone número 151 ou, ainda, pessoalmente na sede  do Procon Estadual na rua 13 de Junho 930.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
Longen distribui mudas de árvores na Afonso Pena
Cidade
Prefeitura lança licitação de pavimentação do Tijuca
Cidade
14 de Julho tem trecho interditado para recapeamento
Cidade
Mais dois radares na Afonso Pena começam a multar
Cidade
Agehab prorroga suspensão de inscrições na capital
Cidade
Inmet prevê névoa seca e máxima de 39ºC nesta quinta-feira
Cidade
AO VIVO - Pinga fogo com diretor da EMHA; participe e esclareça suas dúvidas
Cidade
PMA autua infrator em mais de R$ 40 mil por desmatamento ilegal
Cidade
Presidente do Sintect-MS vai à ALEMS e faz apelo pela não privatização
Cidade
Terça-feira começa sem atrasos e cancelamentos no aeroporto da capital

Mais Lidas

Polícia
Mulher que desapareceu há um mês é encontrada morta por suicídio
Polícia
Após divulgação de imagem, homem faz acordo para devolver veículo
Polícia
Vídeo - Mortes em série de gatos no Villagio Parati intrigam moradores
Geral
Árvore cai e Espírito Santo está interrompida