Menu
Busca domingo, 15 de setembro de 2019
(67) 99647-9098
Cidade

Revitalização já dá "cara nova" ao rio Anhandui

Trechos da avenida Ernesto Geisel ainda receberão ciclovias

25 abril 2019 - 13h16Joilson Francelino, com informações da assessoria

Iniciada há um ano, a revitalização do Anhandui já incorporou à paisagem urbana, de um trecho de quase dois quilômetros da avenida Ernesto Geisel, os  paredões de gabião com até nove metros de altura, que já protegem as margens   da erosão e evitam o transbordamento do rio.

O secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudi Fiorese,  acredita que  mantido o  ritmo atual dos serviços, ainda neste ano, provavelmente no último quadrimestre de 2019,  53% do projeto estará  executado,  com a revitalização de uma extensão de  917 metros do Anhandui,  ou 1,8 km somando as duas margens.

Dois trechos da avenida Ernesto Geisel, entre os lotes um (da Santa Adélia até a Rua Abolição) e três (da rua Bonsucesso até a Rua do Aquário),  receberão nova urbanização, com ciclovia e recapeamento das pistas marginais.

Até setembro, deve ficar pronto o lote 1, numa  extensão de 551,6 metros. Já começou a construção de uma parede de concreto armado, com 1,8 metro de altura, ladeando todo o traçado da ciclovia, que será isolada da avenida por guard-rail.

O lote dois, que é o mais extenso, com  860 metros, fica pronto em setembro de 2020, mas segundo os engenheiros da SISEP (Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos), ainda em 2019 o trecho interditado, alguns metros depois da Rua Abolição, da pista centro-bairro, será reaberto.

As características do solo (antes da abertura da Ernesto Geisel era um brejo, com várias nascentes)  forçaram adequações ao projeto, com maior movimentação de terras, obrigando a interdição da pista centro-bairro, que será refeita integralmente.

Segundo o engenheiro Pedro Marcondes, que fiscaliza este trecho da obra, o trabalho tem que ser feito com muito cuidado, porque acompanhando a margem esquerda do rio, foi instalado o principal emissário de esgoto da cidade.

Balanço

Se no lote um, a previsão é que em dois meses as duas margens estejam protegidas por até nove degraus de gabião, nos outros dois lotes, 44% do “paredão” projetado já está pronto. Dos 12.015 m³ programados, estão prontos 5.363 metros m³, na margem direita. No lote dois, foram concluídos os 2.723 m³ previstos para a margem direta e falta fazer 6.193 m³ da outra margem. No lote três, o lado direito já recebeu gabião em toda sua extensão – 2.640 m³– e falta concluir a outra margem – 5.822 m³.

Dos 4.492,50 metros de manta geotêxtil que revestirão os barrancos, mais de 3.500 metros já foram instalados. Este material, feito com poliéster, é colocado atrás das paredes de gabião, reforçando ainda mais a proteção das margens do aparecimento de novos processos erosivos. Dos 20.929 muros de contenção em concreto armado programados, mais de 8 mil metros já foram colocados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
Caixa d’água cai sobre cerca e interdita rua próximo a UFMS
Cidade
Obra revitalizará a Esplanada, Rodoviária e Mercadão
Cidade
"Habitação popular está sem programa em Brasília", alerta secretária da Agehab
Cidade
Águas registra recuperação gradativa nos reservatórios
Cidade
Nove pessoas ainda faltam se apresentar à Emha, sob risco de perder casa
Cidade
Sesau convoca médicos para reforço no atendimento
Cidade
Roupa Nova se apresenta em Campo Grande nesta sexta
Cidade
Homem tenta matar capivara a pauladas
Cidade
Arte no Meu Bairro vai ao Dom Antônio Barbosa
Cidade
PMA aplica R$ 1,8 milhões em multas por incêndios

Mais Lidas

Polícia
Uma igreja na mira dos golpistas
Polícia
Jovem é perseguido após discussão e morto a tiros na capital
Clima
Onda de calor volta neste fim de semana e pode registrar 43°C
Cidade
Obra revitalizará a Esplanada, Rodoviária e Mercadão