Menu
Busca sexta, 16 de abril de 2021
(67) 99647-9098
Governo Balada - topo - abril21
Cultura

Após décadas de abandono, UFMS promete reativar Autocine, repaginado em Centro de Convivência

07 março 2012 - 09h28Divulgação

Neste ano, a reitoria da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) promete colocar em ação as obras para revitalizar a área onde funcionava o Autocine. O projeto arquitetônico é de 2006 e a promessa é ainda mais antiga. A ideia é trazer de volta as projeções de filmes no local, que será totalmente repaginado.

Após décadas de abandono, só sobrou a grande tela na qual eram projetados os filmes quando a UFMS foi instalada em Campo Grande. No ano passado, a reitoria conseguiu o despejo do último comércio que funcionava no local, uma lanchonete que brigava na justiça pelo direito de continuar em regime de comodato dentro da propriedade da UFMS. Com isso, a ideia de um Centro de Convivência voltou.

De acordo com o pró-reitor Júlio Gonçalves, desta vez os recursos serão da iniciativa privada. Os bancos que hoje têm agências dentro do campus, durante mais de 20 anos não pagaram aluguel por terem contratos de comodato. Os acordos estão vencendo e agora terão de se submeter à licitação para continuar na UFMS.

Custo
O custo é de R$ 6 milhões e a proposta é que os bancos dividam esse valor para, em troca, se instalarem em um dos prédios, de cerca de 3 mil metros quadrados, com capacidade para até 6 agências. O projeto foi elaborado por professores da Universidade e alunos, em 2006. Na área total de 10 mil metros quadrados, a proposta é construir um setor para bancos, outro para os 32 centros acadêmicos da UFMS e o terceiro para serviços como lotérica, lanchonetes, Correios e até lavanderia.

Em outro prédio, ficará concentrado o departamento de comunicação, editora e a FM da Universidade. Sob a tela do Autocine, haverá um auditório para 100 pessoas e em frente, uma praça de shows para 2 mil pessoas. Sobre a nova portaria, será instalado projetor para as exibições de vídeos e filmes. Alguns acadêmicos são contra a reocupação do lugar porque desconfiam que apenas a parte das agências será construída e a segunda fase do projeto esquecida. O pró-reitor garante que tudo será executado.

APP JD1_android

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Prefeitura retoma "Arte no Paço" com exposição "Pensa Mente"
Cultura
Começa hoje o evento virtual do Projeto Quatro Estações
Cultura
Exposição "Mulheres em Cena" está aberta a visitação na Plataforma Cultural
Cultura
Livro dos 50 anos da Mace, será lançado dia 25 de fevereiro
Cultura
Semana de Carnaval começa com live de Juci Ibanez
Cultura
LIVE: Robertinho Meneses se apresenta neste domingo
Cultura
LIVE: Cordão da Valu e Marta Cel agitam sábado de Carnaval
Cultura
Policiais fazem live musical para arrecadar fundos para doações
Cultura
Documentário 'Babenco', de Bárbara Paz, disputa por duas categorias do Oscar

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio