Menu
Busca segunda, 22 de julho de 2019
(67) 99647-9098
Educação

Estudantes “abraçam” prédios do IFMS em defesa da educação

Servidores do instituto também participaram do ato em oito unidades do estado

13 maio 2019 - 18h36Joilson Francelino, com informações da assessoria

Estudantes e servidores do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) participaram na manhã desta segunda-feira (13) de um ato em defesa da educação profissional, científica e tecnológica. Os prédios da instituição em Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas foram "abraçados".

A mobilização nacional foi organizada pela Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica diante do bloqueio de crédito orçamentário anunciado pelo governo federal no dia 30 de abril.

De acordo com nota emitida pelo Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), do qual o IFMS faz parte, cerca de R$ 900 milhões estão bloqueados, o que representa de 37% a 42% dos recursos de custeio previstos para o funcionamento das unidades.

No caso do IFMS, dos R$ 40 milhões previstos na Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2019, quase R$ 17 milhões estão bloqueados. O valor representa 42% das despesas discricionárias, o que inclui investimentos em obras e aquisição de equipamentos, além do custeio para a manutenção.

Antes do abraço simbólico no prédio da reitoria, em Campo Grande, o reitor Luiz Simão Staszczak explicou aos servidores que os impactos do bloqueio de crédito só serão sentidos no segundo semestre, caso o governo federal não volte atrás na medida. "Neste momento, a orientação aos diretores de campi e demais gestores é manter todo o planejamento previsto para este primeiro semestre, até porque as cotas-limite de empenho até o mês de junho estão garantidas. No final do mês que vem, nós faremos nova avaliação para saber como será o cenário no segundo semestre", explicou Luiz Simão.

Durante o ato, os servidores da reitoria usaram cartazes com frases como #abraço pela educação" e "buzine pela educação"para chamar a atenção de motoristas que passavam pelo local.

1/4 colchões

Deixe seu Comentário

Leia Também

Educação
Inicia neste domingo a 71° SBPC na UFMS
Educação
SBPC reúne 15 mil pessoas na capital
Educação
ProUni: Canditados na espera tem até dia 22 para comprovar informações
Educação
Professores desligados são “indicações políticas”, diz Marquinhos
Educação
Assistentes Educacionais Inclusivos substituirão professores, diz Prefeitura
Educação
Prefeitura tem mil vagas disponíveis para aulão pré-Enem
Educação
Desligamento de professores da educação especial preocupa pais
Educação
Menos de 50% dos estudantes aprende sobre segurança na internet, diz estudo
Educação
ProUni: Prazo para participar da lista de espera termina nesta terça
Educação
Reme altera início das aulas e apenas creches retornam nesta terça

Mais Lidas

Polícia
Acidente na BR-262 mata dois em Rio Pardo
Polícia
Homem é executado por pistoleiros em conveniência
Polícia
Jovem morre em acidente e suspeito foge do local
Polícia
Idosa é encontrada morta dentro de casa