Menu
Busca segunda, 21 de junho de 2021
(67) 99647-9098
Senar - junho21
Educação

MS terá educaçao à distânca no ensino médio

A modalidade será testada em três escolas do estado

13 janeiro 2019 - 12h02Da Redação com Assessoria

As escolas de ensino médio regular terão educação a distância em Mato Grosso do Sul. A mudança foi publicada em Diário Oficial e são três as unidades escolhidas pela Secretaria do Estado de Educação (SED) para testar a inserção da modalidade. 

Conforme a publicação do governo estadual, os alunos do primeiro ano do ensino médio das escolas 26 de Agosto, de Campo Grande, Celso Muller do Amaral, de Dourados, e Scila Médici, de Deodápolis, terão aulas não presenciais de Língua Portuguesa 1, Matemática 1, Física, História e Sociologia; no segundo ano, as disciplinas são Língua Portuguesa 1, Matemática 1, Biologia, Geografia e Sociologia; no terceiro ano, repetem-se Língua Portuguesa 1, Matemática 1 e acrescentam-se Química, Filosofia e Sociologia. 

De acordo com a SED, são disciplinas que contam com o auxílio de dispositivos tecnológicos – como computador e tablets – para o complemento das horas. “A metodologia é executada de acordo com a legislação, que nos permite manter até 20% das aulas no período diurno e até 30% do período noturno com essa modalidade de atendimento”, disse a secretaria por meio de nota.

A secretaria informou que os computadores das escolas estarão disponíveis. “Na prática, os estudantes possuem a opção de fazer essas disciplinas em casa ou na escola, que vai disponibilizar a estrutura para tal, mesmo que fora do horário regular de aulas. Os professores, que antes ministravam as aulas normalmente, passam a utilizar essa ferramenta. Vale destacar que são poucas matérias e o número de escolas também é reduzido”. 

O sistema que deve ser adotado pela SED é similar ao dos cursos de educação a distância (EAD), em que caso o aluno opte por assistir à aula em outro local, como residência ou cyber café, o professor estará on-line no sistema. “Se o aluno preferir ir à escola, os professores permanecem no mesmo ambiente, com o papel de tutor da aula, tirando dúvidas e acompanhando os andamentos”. 

No ano passado, o estado ficou abaixo no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica 2017 (Ideb), divulgado pelo Ministério da Educação. A meta de 4,6 não foi atingida pelo Ensino Médio, que obteve 3,8 de nota. O segundo pior desempenho do Centro-Oeste, perdendo apenas para Mato Grosso, cuja meta era de 4,4 e a nota foi de 3,6. A nota média da região foi 4 e a meta era de 4,7.

Vai di Vinho

Deixe seu Comentário

Leia Também

Educação
Semed oferece curso sobre ensino e aprendizagem por meios digitais
Educação
Enem: Pedido de recurso para quem teve isenção de taxa de inscrição negada começa hoje
Educação
Vale Universidade divulga resultado final do processo seletivo 2021
Educação
Termina hoje a adesão ao Encceja para privados de liberdade
Educação
Vale Universidade Indígena convoca pré-habilitados para nova etapa
Educação
UEMS abre 175 vagas para Graduação EaD em Administração
Educação
Bolsas até R$ 1.270, IEL divulga 63 vagas de estágio
Educação
MEC anuncia que Enem 2021 ocorrerá em 21 e 28 de novembro
Educação
Com bolsas de até R$ 800, Pictec encerra inscrições na terça
Educação
Disponível a pontuação das redações do Enem 2020

Mais Lidas

Polícia
Mulher é levada para dentro da mata por bandidos e morta com tiro na cabeça
Polícia
Casal briga e vizinho tenta intervir mas passa mal e morre
Saúde
Jovem de 17 anos, sem comorbidades, está entre as 38 vítimas da covid em 24h
Saúde
Lote com 97.500 doses de vacina contra covid chegam hoje a MS