Menu
Busca quarta, 20 de março de 2019
(67) 99647-9098
Educação

MS terá educaçao à distânca no ensino médio

A modalidade será testada em três escolas do estado

13 janeiro 2019 - 12h02Da Redação com Assessoria

As escolas de ensino médio regular terão educação a distância em Mato Grosso do Sul. A mudança foi publicada em Diário Oficial e são três as unidades escolhidas pela Secretaria do Estado de Educação (SED) para testar a inserção da modalidade. 

Conforme a publicação do governo estadual, os alunos do primeiro ano do ensino médio das escolas 26 de Agosto, de Campo Grande, Celso Muller do Amaral, de Dourados, e Scila Médici, de Deodápolis, terão aulas não presenciais de Língua Portuguesa 1, Matemática 1, Física, História e Sociologia; no segundo ano, as disciplinas são Língua Portuguesa 1, Matemática 1, Biologia, Geografia e Sociologia; no terceiro ano, repetem-se Língua Portuguesa 1, Matemática 1 e acrescentam-se Química, Filosofia e Sociologia. 

De acordo com a SED, são disciplinas que contam com o auxílio de dispositivos tecnológicos – como computador e tablets – para o complemento das horas. “A metodologia é executada de acordo com a legislação, que nos permite manter até 20% das aulas no período diurno e até 30% do período noturno com essa modalidade de atendimento”, disse a secretaria por meio de nota.

A secretaria informou que os computadores das escolas estarão disponíveis. “Na prática, os estudantes possuem a opção de fazer essas disciplinas em casa ou na escola, que vai disponibilizar a estrutura para tal, mesmo que fora do horário regular de aulas. Os professores, que antes ministravam as aulas normalmente, passam a utilizar essa ferramenta. Vale destacar que são poucas matérias e o número de escolas também é reduzido”. 

O sistema que deve ser adotado pela SED é similar ao dos cursos de educação a distância (EAD), em que caso o aluno opte por assistir à aula em outro local, como residência ou cyber café, o professor estará on-line no sistema. “Se o aluno preferir ir à escola, os professores permanecem no mesmo ambiente, com o papel de tutor da aula, tirando dúvidas e acompanhando os andamentos”. 

No ano passado, o estado ficou abaixo no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica 2017 (Ideb), divulgado pelo Ministério da Educação. A meta de 4,6 não foi atingida pelo Ensino Médio, que obteve 3,8 de nota. O segundo pior desempenho do Centro-Oeste, perdendo apenas para Mato Grosso, cuja meta era de 4,4 e a nota foi de 3,6. A nota média da região foi 4 e a meta era de 4,7.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Educação
Comissão será responsável por analisar questões do Enem
Educação
Inep disponibiliza correção da redação do Enem 2018
Cidade
Curso de TI da prefeitura qualifica 32 alunos na capital
Educação
Inep garante espaço suficiente para rascunho no Enem
Educação
Escolas têm prazo até hoje para inscrever alunos em concurso de cartas
Educação
Superintendente garante segurança de alunos em escolas da capital
Educação
Sesc leva a todo o país a terceira edição do Projeto Arte da Palavra
Educação
Participantes da lista de espera do ProUni devem comprovar informações
Educação
MEC divulga lista de espera do ProUni nesta segunda
Educação
Instituto registra mais de 2,6 mil inscritos em concurso para docente

Mais Lidas

Polícia
Orgia em motel vira caso de polícia
Polícia
Imagens fortes - Mais um é executado em menos de 24 horas na fronteira
Polícia
Vídeo - Um morre e outro fica ferido em execução na fronteira
Polícia
Adolescente é estuprada por quatro homens em Aquidauana