Menu
Busca segunda, 27 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
Gov - Estado que Cresce (set21)
Esportes

Rubinho tem estreia morna na Indy, Castroneves vence

25 março 2012 - 16h17Nick Laham/AFP

Hélio Castroneves venceu neste domingo a corrida de São Petersburgo (EUA), primeira etapa da Formula Indy em 2012. O brasileiro da equipe Penske ( que largou em quinto) cruzou a linha em primeiro, em uma hora, 50 minutos e 20 segundos. Rubens Barrichello (KV Racing), que fazia sua estreia na Indy fez corrida discreta terminou em 17°. O também brasileiro Tony Kanaan (KV Racing) abandonou a prova.

Com a vitória, Castro Neves (que nunca venceu o mundial de Fórmula Indy) assume a ponta do Campeonato, com 50 pontos; o companheiro de equipe de Hélio, Scott Dixon (NZL), que terminou em segundo, fica com 40 pontos; o americano Ryan Hunter-Reay (Andretti) completou o pódio e tem 35 pontos.

A prova de estreia na Indy em 2012 fez jus à tradição da categoria. Com muitas paradas, a corrida registrou muitas trocas de posição inclusive na liderança. O vencedor Castro Neves assumiu a liderança faltando cerca 20 voltas para o final.

A prova

A corrida seguia monótona, sem quebras nem ultrapassagens nas primeiras dez 12 voltas. Na volta de número 13, com problemas, a britânica Katherine Legge parou no meio da pista. Muitos aproveitam a bandeira amarela para trocar pneus. Will Power, um dos que aproveitou para ir aos boxes, caiu de primeiro para 12°. Barrichello (que seguiu na pista) foi à oitava colocação.

Na 20° volta, nova bandeira amarela movimentou a corrida, quando o britânico James Jakes bateu na barreira de pneus.

Na volta 21, Tony Kanaan, que seria líder após a saída do safety car, abandonou a prova, depois de parar no meio da pista. Em entrevista à TV Bandeirantes, o piloto associou sua saída a um problema no alternador, que dificultava o carregamento da bateria do carro.

Na volta 45, o americano Ed Carpenter foi tocado por Hélio Castroneves (BRA), rodou e ficou na pista. O acidente provocou a terceira bandeira amarela da prova. Com mais uma paralisação, muitos pilotos foram aos boxes, inclusive Barrichello, que voltou em 17° (o brasileiro era 12° antes da parada). Scott Dixon ficou na pista e assumiu a ponta.

Castro Neves assume a ponta

O brasileiro Hélio Castro Neves fazia ótima prova e disputava com Scott Dixon a ponta da corrida. O brasileiro era o terceiro (Com uma troca a menos, JR Hildebrand lidera) quando começou a pressionar seu companheiro de equipe para ultrapassá-lo.

Faltando cerca de 20 voltas para o final da prova o brasileiro, finalmente alcançou o Dixon e conseguiu a bela ultrapassagem que decidiria a corrida. Depois de assumir a ponta, Hélio não deu chances ao rival e abriu vantagem (que chegou a sete segundos) para confirmar a vitória.

via Terra

Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Atleta de MS representará o Brasil nos jogos Pan-Americanos Junior
Esportes
Público aos estádios a partir de outubro em São Paulo
Esportes
Medalhista paralímpico Phelipe Rodrigues velejará para ajudar em ação solidária
Esportes
Tite convoca seleção brasileira para jogos eliminatórios do Catar 2022
Esportes
Dardistas de MS são convocados para os Sul-Americanos Sub-18 e Sub-23 de Atletismo
Esportes
Marta passa Pelé na artilharia da Seleção
Esportes
Atletas da capital vão representar MS em Campeonato Jiu-Jitsu
Esportes
Yeltsin Jaques "fez história na Paralimpíadas de Tóquio", diz Rose Modesto
Esportes
Yeltsin Jacques é recepcionado pelo Corpo de Bombeiros no Aeroporto nesta terça-feira
Esportes
Tóquio 2020: Cerimônia de encerramento encanta com a beleza da diversidade

Mais Lidas

Cidade
Incêndio atinge margens do rio Paraguai em Corumbá
Clima
Tempestade faz temperatura despencar 15 graus e destelha apartamento em Campo Grande
Polícia
Mulher é agredida e esfaqueia pênis de marido
Polícia
Homem é assassinado a tiros por dívida de R$ 100,00