Menu
Busca segunda, 10 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
Governo 03
Esportes

Rubinho tem estreia morna na Indy, Castroneves vence

25 março 2012 - 16h17Nick Laham/AFP

Hélio Castroneves venceu neste domingo a corrida de São Petersburgo (EUA), primeira etapa da Formula Indy em 2012. O brasileiro da equipe Penske ( que largou em quinto) cruzou a linha em primeiro, em uma hora, 50 minutos e 20 segundos. Rubens Barrichello (KV Racing), que fazia sua estreia na Indy fez corrida discreta terminou em 17°. O também brasileiro Tony Kanaan (KV Racing) abandonou a prova.

Com a vitória, Castro Neves (que nunca venceu o mundial de Fórmula Indy) assume a ponta do Campeonato, com 50 pontos; o companheiro de equipe de Hélio, Scott Dixon (NZL), que terminou em segundo, fica com 40 pontos; o americano Ryan Hunter-Reay (Andretti) completou o pódio e tem 35 pontos.

A prova de estreia na Indy em 2012 fez jus à tradição da categoria. Com muitas paradas, a corrida registrou muitas trocas de posição inclusive na liderança. O vencedor Castro Neves assumiu a liderança faltando cerca 20 voltas para o final.

A prova

A corrida seguia monótona, sem quebras nem ultrapassagens nas primeiras dez 12 voltas. Na volta de número 13, com problemas, a britânica Katherine Legge parou no meio da pista. Muitos aproveitam a bandeira amarela para trocar pneus. Will Power, um dos que aproveitou para ir aos boxes, caiu de primeiro para 12°. Barrichello (que seguiu na pista) foi à oitava colocação.

Na 20° volta, nova bandeira amarela movimentou a corrida, quando o britânico James Jakes bateu na barreira de pneus.

Na volta 21, Tony Kanaan, que seria líder após a saída do safety car, abandonou a prova, depois de parar no meio da pista. Em entrevista à TV Bandeirantes, o piloto associou sua saída a um problema no alternador, que dificultava o carregamento da bateria do carro.

Na volta 45, o americano Ed Carpenter foi tocado por Hélio Castroneves (BRA), rodou e ficou na pista. O acidente provocou a terceira bandeira amarela da prova. Com mais uma paralisação, muitos pilotos foram aos boxes, inclusive Barrichello, que voltou em 17° (o brasileiro era 12° antes da parada). Scott Dixon ficou na pista e assumiu a ponta.

Castro Neves assume a ponta

O brasileiro Hélio Castro Neves fazia ótima prova e disputava com Scott Dixon a ponta da corrida. O brasileiro era o terceiro (Com uma troca a menos, JR Hildebrand lidera) quando começou a pressionar seu companheiro de equipe para ultrapassá-lo.

Faltando cerca de 20 voltas para o final da prova o brasileiro, finalmente alcançou o Dixon e conseguiu a bela ultrapassagem que decidiria a corrida. Depois de assumir a ponta, Hélio não deu chances ao rival e abriu vantagem (que chegou a sete segundos) para confirmar a vitória.

via Terra

Senar - agosto2020

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Corinthians recusa fazer exames de coronavírus no Einstein após atrasos
Esportes
Vídeo: 4 x 3, Palmeiras é campeão nos pênaltis
Esportes
Com tira-teima histórico, Palmeiras e Corinthians fazem final do Paulista
Esportes
Brasileirão tem início neste sábado
Esportes
Liga dos Campeões da Europa retorna com jeito de Copa do Mundo
Esportes
Timão e Palmeiras abrem final do Paulista com 0x0
Esportes
Covid-19: final em Minas é suspensa Uberlândia identificar 13 infectados
Esportes
Campo-grandense Éderson, chora ao agradecer apoio da mãe na carreira
Esportes
Corinthians e Palmeiras abrem disputa da final do Paulistão nesta quarta
Esportes
Campo-grandense vira “herói” da classificação corintiana para final

Mais Lidas

Política
Vereadores da capital votam cinco Projetos nessa terça
Política
Coronel David solicita testes em massa à agentes da Segurança Pública
Política
Dourados tem nova troca de secretário de Saúde
Política
Vice-prefeita de Inocência morre vítima do coronavírus