Menu
Busca quinta, 22 de fevereiro de 2024
(67) 99647-9098
Governo - Dengue Fev24
Geral

Ainda sem previsão no SUS, vacina contra dengue chega à clínica na Capital

População ainda tem dúvidas sobre vacina

04 agosto 2016 - 11h31Rafael Belo

A vacina contra a dengue chegou ao Brasil. Registrada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância da Sanitária) no dia 28 de dezembro de 2015, foi liberada no final de janeiro de 2016, mas só pôde começar a ser comercializada em julho do mês passado com recomendação de comercialização a 80 reais. Nesta quarta (3) 200 doses chegaram a uma clínica em Campo Grande. Em nota, O Ministério da Saúde informa que, até o momento, não há decisão sobre a incorporação da vacina contra o vírus da dengue, produzida pela Sanofi, no Sistema Único de Saúde (SUS).

Diz a nota que “para ser integrada ao SUS, a vacina, assim como qualquer outro medicamento, precisa passar pela análise da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (Conitec), que leva em conta aspectos como a eficácia, segurança e custo efetividade do produto, além dos benefícios da oferta para a população”.  Tire suas dúvidas clicando aqui.

De acordo com a gestora da Clínica Imunita, Evelise Marietto, até agora apenas uma pessoa tomou a primeira dose da vacina. “É vacina nova e por conta da dúvida ainda não temos uma perspectiva de como será. Muitas pessoas estão ligando cheias de perguntas. Vamos ver a procura e dependendo vamos encomendar mais doses”, explicou. A clínica trabalha com agendamento e o valor de cada dose (são três doses aplicadas a cada seis meses) é de R$ 330,00. A imunização é para os quatro tipos do vírus e a população já vinha procurando as doses desde janeiro.  Pode tomar a vacina quem estiver entre os nove e 45 anos.

Os dados do laboratório Sanofi Pasteur, que produz a vacina, é que há 93% de redução de casos graves da doença, 81% de redução de hospitalizações e 66% de redução de casos de dengue. Dra. Ana Escobar, do programa Bem Estar analisa que no geral a eficácia é de 65,6% e  contra o sorotipo 2, de apenas 47,1%. Gestantes, quem estiver com a doença e com baixa imunidade não podem tomar a vacina. Mas a doutora garante que vale à pena tomar porque, de acordo com os estudos indicaram que a vacina tem a capacidade de proteger contra os casos mais graves de dengue.

Ela explica que devido aos quatro tipos do vírus é possível pegar mais de uma vez a doença, mas da segunda vez é muito pior podendo ser fatal, ou seja, é possível ter a dengue hemorrágica por exemplo.

Somente em 2015, foram confirmados mais de 1,6 milhões de casos, com mais de 800 óbitos no país. A dengue cresceu mais de 30 vezes nos últimos 50 anos no mundo. No Brasil, o Instituo Butantã está desenvolvendo uma vacina contra a dengue que já está em fase de testes.

Entenda

No site do Instituto Oswaldo Cruz (clique aqui), é possível entender com clareza o processo da doença. “O mosquito fêmea (sim, apenas as fêmeas picam, já que elas fazem isso para amadurecer seus ovos) se torna infectado quando suga o sangue de alguém doente, no curto período em que esta pessoa tem várias partículas do vírus circulando em seu sangue. Neste momento o mosquito terá o vírus em seu “estômago”, mas ainda não é capaz de transmiti-lo. Entre 10 e 12 dias depois, as partículas do vírus dengue se disseminam pelo organismo do A. aegypti, se multiplicam e invadem suas glândulas salivares: neste momento, o mosquito fêmea se torna infectivo e, somente a partir daí, poderá transmitir o vírus a outra pessoa”.

Com a vacina diminuindo os números de infectados, menos mosquitos serão transmissores da dengue. Assim, indiretamente todos ficam protegidos. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Usuários terão mais facilidade ao buscar por benefícios sociais no Google
Geral
JD1TV: Motociclista é multado por carregar cachorro na "gAUrupa" de moto no DF
Geral
Caixa fará leilão online em março; MS terá três imóveis disponíveis
Geral
Filho de Eliza Samudio assina 1º contrato com clube no dia em que mãe faria 39 anos
Geral
URGENTE: Estudante é morto a tiros após criminosos invadirem escola em Teresina
Geral
JD1TV: Objeto de luz misterioso é registrado no céu em Rio Grande do Sul
Brasil
Deputado federal tem sigilos bancário e fiscal quebrados por suposta 'rachadinha'
Brasil
Cerimônia de posse de Flávio Dino como ministro do STF acontece hoje
Justiça
TJMS reduz pena de homicida para 12 anos por crime no Jardim Centenário
Política
"Queda da Bastilha", diz Delcídio após ataque de Gilmar

Mais Lidas

Polícia
Filhos gritaram por socorro ao ver a mãe sendo esfaqueada e morta na Capital
Polícia
Mulher pressentiu que iria morrer em conversa com a filha: 'Ele vai voltar e me matar'
Polícia
AGORA: Homem não aceita fim do casamento e mata ex com facada no peito em Campo Grande
Polícia
JD1TV AGORA: Polícia prende homem que matou a ex-mulher em Campo Grande