Menu
Busca segunda, 10 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
Governo 03
Geral

'Boom imobiliário' no Paraguai atrai corretores de MS

O país vizinho cresceu na última década mais de 5% ao ano

05 agosto 2019 - 14h14Mauro Silva, com informações da assessoria

O 1º Congresso de Inversionistas de Frontera (Congresso dos Investidores de Fronteira), realizado na sexta-feira (02), em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia que faz fronteira com Ponta Porã (MS), reuniu mais de 250 empresários, comerciantes e autoridades.

A diretoria do Sindimóveis-MS prestigiou o evento a fim de conhecer os benefícios e as facilidades que o Paraguai oferece aos empresários para a instalação de empresas no país. Com o programa "Indústria Sem Fronteiras" 87 empresas dos Estados de Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro e Santa Catarina já se instalaram na fronteira.

Na última década, o Paraguai alcançou um verdadeiro milagre econômico: o país cresceu mais de 5% ao ano, a inflação média do período não chegou a 4% e a taxa de desemprego permaneceu em admiráveis 6%. O presidente do Sindimóveis-MS, João Araújo Filho, acredita que o mercado imobiliário no Paraguai tem se mostrado promissor para quem pretende vender também imóveis. "O aquecimento do mercado também atinge os brasileiros. Construtoras do Brasil e profissionais liberais são cada vez mais requisitados no país vizinho. É um novo nicho para os corretores de imóveis", frisou.

Segundo dados do governo local, sete em cada dez indústrias que se instalaram no Paraguai nos últimos cinco anos, são de brasileiros e muito se deve a lei que isenta empresas de impostos e estimula diretamente o crescimento.

No primeiro quadrimestre deste ano, a oferta de crédito para construção aumentou 81%. O empréstimo para imóvel pronto, cujos juros variam de 8% a 12% ao ano, pode ser pago em até 25 anos. Para construção, os financiamentos variam de 20 a 25 anos. O presidente do Sindimóveis-MS, João Araújo Filho, cita que "o valor do metro quadrado para construir varia de R$ 800 a R$ 2,5 mil".

Evento

O 1º Congresso de Investidores de Fronteira Pedro Juan Caballero-Ponta Porã contou com a presença do Governador de Amambay, Ronald Acevedo, do prefeito de Pedro Juan Caballero, Jose Carlos Acevedo, do vice-ministro de Indústrias, Luís Llamosas, representando o governo do Paraguai, do presidente da FIEMS (Federação de Industria e Comercio do Mato Grosso do Sul) Sergio Longen, do vice-ministro da Semagro (Secretaria de Industria e Comercio do Mato Grosso do Sul), Bruno Gouveia Bastos, que este acompanhado do presidente do Sebrae, Cláudio Mendonça.

Vacinne

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Focos de incêndios no Pantanal ultrapassam os 3,5 mil apenas em Corumbá
Geral
Nenhum ganhador: Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 11 milhões
Geral
Coronel David deixa hospital e cumprirá isolamento em casa
Geral
Com link de live, defensoria diz que já atuou com a prefeitura na pandemia
Geral
Polícia Civil recebe veículo para ser usado em atendimento assistencial de policiais
Geral
Motoboys protestam em frente a condomínio de homem que humilhou entregador
Geral
Após atitude racista, usuário é banido do Ifood
Geral
Sikêra Jr. é condenado a pagar R$ 300 mil após ofender trans
Geral
Chica Xavier, atriz de 'Sinhá Moça' e 'Renascer', morre aos 88 anos
Geral
Após três dias de "guerra", incêndio é controlado

Mais Lidas

Economia
Com totens indicativos, produtos de MS ganham destaque nas prateleiras
Campanha “Compre de MS” busca incentivar consumo de produtos da indústria local
Saúde
Vídeo: Recém-nascido recebe alta após superar coronavírus em MS
Internacional
Polícia tenta impor distanciamento em praia e é atacada
Geral
Focos de incêndios no Pantanal ultrapassam os 3,5 mil apenas em Corumbá