Menu
Busca sexta, 29 de maio de 2020
(67) 99647-9098
Geral

“Buscaremos caminhos para redução de pedágio valer”, diz João Rocha sobre CCR

O presidente da Câmara reforça a necessidade do cumprimento do contrato na BR-163

02 dezembro 2019 - 16h10Joilson Francelino

O presidente da Câmara dos Vereadores de Campo Grande, vereador João Rocha, afirmou nesta segunda-feira (2) que vai voltar a buscar, dentro da competência legal, esforços para a redução da taxa de pedágio e o cumprimento do contrato com a CCR MSVia, sobre a BR-163.

Por determinação da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), os preços de pedágios na rodovia foram reduzidos no último sábado (30), porém, no mesmo dia, o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) suspendeu a redução que era de 53,94% na tarifa básica.

O descumprimento do contrato e as altas taxas cobradas foram amplamente discutidas pelo poder legislativo, antes da redução. “A preocupação não é somente as tarifas e sim de a empresa não estar fazendo as entregas acordadas em contrato”, acrescentou João Rocha.

Para o vereador, levando em consideração o tempo que a CCR administra a rodovia, já era para estar duplicada. “Hoje você tem um percentual extremamente pequeno e a CCR só está fazendo a manutenção da estrada, e isso fazíamos antigamente e não precisava cobrar pedágio”, reforçou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Dólar sobe com escalada de tensões entre China e Estados Unidos
Geral
Turma da Mônica lança máscaras com personagens e faz doações a cada venda
Geral
Caixa paga parcela dos novos aprovados no auxílio emergencial nesta sexta
Geral
Vídeo - Atriz da Globo é acusada de roubo em farmácia e desabafa no Instagram
Geral
Agências da Caixa abrirão no sábado para saques do auxílio
Geral
Carrefour é autuado por vender mais de 50 produtos vencidos
Geral
Felipe Dylon elogia governo e diz que "Bolsonaro tem uma pegada boa"
Geral
Bolsonaro diz que ação contra fake news é para censurar mídias sociais
Geral
Teste de coronavírus dá negativo e Aracy Balabanian segue internada em CTI
Geral
Marquinhos anula aposentadoria de guarda condenado pela morte de Paulo Magalhães

Mais Lidas

Geral
Dólar sobe com escalada de tensões entre China e Estados Unidos
Polícia
Suspeito de matar casal enquanto dormia é preso
Economia
Contas públicas têm resultado negativo em abril
Saúde
Coronavírus: MS registra 94 novos casos, 64 pacientes estão internados