Menu
Busca sexta, 22 de março de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Campo Grande terá 32 mil casas borrifadas com inseticida contra a leishmaniose

26 janeiro 2012 - 10h11Reprodução

Começou na terça-feira, 24 de janeiro, o movimento para a prevenção da Leishmaniose em Campo Grande, encabeçado pelo Centro de Controle de Zooneses (o CCZ), que irá borrifar inseticida em 32 mil residências de oito bairros da capital.

A medida, chamada Leishmaniose-Vetor, foi adotada para evitar o crescente número de casos, que no ano passado chegou a 199, de acordo com dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesau). Em janeiro, os agentes do CCZ trabalharão nos bairros Santo Amaro e Lageado. Tiradentes, Aero Rancho, Vila Nasser, Jardim Panamá, Coronel Antonino e Vila Popular, regiões que estão entre as que mais registraram casos da doença nos últimos três anos, receberão a aplicação do inseticida até o mês de abril.

Apesar de minimizar o contato do mosquito transmissor da doença com pessoas, é importante ressaltar que os cães não ficam protegidos uma vez que vivem nos quintais, e o inseticida é aplicado dentro de casa, para evitar que o vetor entre e se alimente de sangue humano. A eficácia do veneno é de aproximadamente quatro meses. Após feita a aplicação, os moradores da casa devem aguardar uma hora para entrar e limpar o local.

Entenda a doença
A leishmaniose visceral é uma doença infecciosa (não contagiosa), causada por protozoário da família Tripanosoma, gênero Leishmania e espécie Leishmania chagasi. A transmissão em humanos ocorre por meio do mosquito fêmea, conhecido popularmente por mosquito-palha, birigui, asa branca, tatuquira e cangalhinha.

Os sintomas são: febre alta, aumento do volume do fígado e do baço, emagrecimento, complicações cardíacas e circulatórias, desânimo e palidez. Diarreia, hemorragias e até mesmo tosse podem aparecer em determinados casos. A doença pode ser tratada, mas se não for decentada a tempo pode evoluir e levar à marte até 90% dos doentes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Combate ao aedes é intensificado em 12 bairros
Geral
Marcola, líder do PCC, é transferido para presídio federal em Brasília
Geral
Agora é Lei: assistentes sociais vão trabalhar 30 horas semanais
Geral
Saúde do trabalhador de enfermagem será debatida em audiência
Geral
Trabalhadores protestam contra reforma da Previdência
Geral
Leroy Merlin é autuada por divergência de preços
Geral
Dengue hemorrágica mata garoto de 11 anos em Dourados
Esportes
Governador abre Fórum de Esporte em Campo Grande
Geral
Mulher compra linguiça e encontra surpresa desagradável
Geral
“Queremos respeitar a coletividade”, diz vereador sobre proibição do narguilé

Mais Lidas

Geral
Veja como se cadastrar para concorrer a sorteio de casas da Agehab
Polícia
Morre borracheiro que levou tiros nas costas, braço e rosto
Polícia
Mãe e pai são assassinados na frente dos filhos
Polícia
Homem leva tiros nas costas, braço e rosto em MS