Menu
Menu
Busca domingo, 19 de maio de 2024
TJMS Maio24
Geral

JD1TV: Jerson Domingos diz que presidência do TCE é "cumprimento do dever"

Chapa de presidente, vice e corregedor-geral foi eleita por unanimidade

24 fevereiro 2023 - 11h10Sarah Chaves e Taynara Menezes    atualizado em 24/02/2023 às 11h37

A eleição do corpo diretivo do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MS) foi realizada na manhã desta sexta-feira (24) para escolher o presidente, vice-presidente e corregedor-geral para o mandato de dois anos no biênio 2023/2024.

A chapa com o até então presidente interino e agora presidente eleito, Jerson Domingos foi a única a se registrar para a eleição. Com Jerson na presidência, o conselheiro Flávio Esgaib Kayatt, ouvidor da Corte foi eleito o vice,  e Osmar Domingues Jeronymo, o Corregedor-Geral.

A chapa foi eleita por unanimidade contando com os votos próprios mais o voto do conselheiro Márcio Monteiro. Os conselheiros substitutos, Célio Lima, Leandro Lobo Pimentel e Patrícia Sarmento participaram da sessão especial, mas não votaram.

Ao JD1, Jerson Domingos falou sobre a satisfação de presidir o Tribunal. “É uma honra, é o cumprimento do dever e do regimento do Tribunal que transcorre normalmente, o tribunal é muito grande para que a gente fique só na preocupação", falou ao ser questinado sobre os últimos acontecimentos envolvendo o TCE.

Em 30 anos de vida pública, Jerson ressalta que agora tem mais um desafio. "O gestor público tem que ter no Tribunal de Contas seu órgão auxiliar, não repreendedor. Temos que somar a administração pública no seu todo para que possamos aplicar o dinheiro na qualidade de vida do cidadão", finalizou.



Caso TCE

Responsável pela fiscalização das contas públicas, o Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul (TCE) passou por uma série de reveses nos últimos dois meses de 2022.

A eleição convocada em novembro de 2022 apontava quatro possíveis sucessores de Iran Coelho das Neves para a presidência, e eram Ronaldo Chadid, Jerson Domingos, Flávio Kayatt e Waldir Neves, para um colégio eleitoral de sete votos.

Mas o quadro mudou em dezembro, quando a  Polícia Federal, Receita Federal e a CGU (Controladoria Geral da União) cumpriram mandados de busca e apreensão na Operação 'Terceirização de Ouro'. A Operação resultou no afastamento por 180 dias de três conselheiros do Tribunal de Contas de MS, Iran Neves (presidente da corte), Waldir Neves e Ronaldo Chadid.

Assim, a eleição marcada para o dia 16 de dezembro ficou sem os cinco conselheiros necessários para o pleito, e também não houve registro de chapas. Por decisão dos conselheiros, Jerson Domingos ficou no exercício provisório da presidência por 180 dias, conforme determinação da cautelar assinada pelo ministro Francisco Falcão, do Superior Tribunal de Justiça.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Imagem da decolagem da New Shepard em 19 de maio de 2024
Geral
Voo com seis turistas pousa em segurança após 10 minutos no espaço
Ator Tony Ramos
Geral
Tony Ramos sai da UTI depois de cirurgia para retirar coágulo no cérebro
Ninguém acerta e prêmio da Mega-Sena sobe para R$ 37 milhões
Geral
Ninguém acerta e prêmio da Mega-Sena sobe para R$ 37 milhões
Frigorífico da JBS
Oportunidade
Frigorífico abre 150 vagas de emprego na Capital; não é necessário experiência
Doações levadas até o RS
Geral
Avião da FAB leva 20 toneladas de ração para pets do Rio Grande do Sul
Idoso passa bem
Geral
Idoso de 87 anos é resgatado após desaparecer em mata fechada
Bilhete da Mega-Sena
Geral
Bora apostar? Mega-Sena sorteia prêmio acumulado em R$ 30 milhões neste sábado
Criança é resgatada de apartamento em chamas em Farroupilha
Geral
JD1TV: Menino de 6 anos é resgatado de apartamento em chamas
SOS Rio Grande do Sul: TCE promove campanha para ajudar vítimas das chuvas
Geral
SOS Rio Grande do Sul: TCE promove campanha para ajudar vítimas das chuvas
Procuradoria-Geral do Estado de Mato Grosso do Sul
Geral
Inscrições para estágio e residência jurídica na PGE-MS seguem até terça-feira

Mais Lidas

Recurso financeiro "deixou de ser problema", diz Puccinelli sobre campanha
Política
Recurso financeiro "deixou de ser problema", diz Puccinelli sobre campanha
Sem vergonha, homem se esfrega em mulher durante show evangélico; vídeo
Polícia
Sem vergonha, homem se esfrega em mulher durante show evangélico; vídeo
Ele estava levando um passageiro quando o acidente aconteceu; os dois foram socorridos pelo SAMU
Polícia
JD1TV AGORA: Motoqueiro de aplicativo acerta árvore em rua do Centenário
Conhecido como 'Fumaça', Ricardo Vera, era muito conhecido no mundo do crime
Polícia
Corpo encontrado com pés e mãos amarradas e amordaçado é identificado