Menu
Busca domingo, 15 de setembro de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Cheia no rio Paraguai preocupa porto-murtinhenses

04 maio 2011 - 08h20Toninho Muniz

O rio Paraguai em Porto Murtinho chegou ontem a 6.12 metros, nível medido pela Agência Fluvial unidade da Marinha do Brasil no município. Com a subida do nível começa a preocupar os moradores ribeirinhos, alguns lugares mais baixos as águas do rio já inundou as residências e algumas famílias se mudaram para região mais alta.

De acordo com comandante da Agencia Fluvial, capitão tenente Noel Calandrine Leal, a causa da cheia já é visível na Isla Margarita, uma ilha localizada em frente à cidade de Murtinho que pertence ao Paraguai.

A ilha está localizada no lugar mais baixo do Pantanal e reside aproximadamente 150 famílias. Quando o nível do rio chega a seis e meio metros inunda quase toda a região, por esse motivo os moradores constroem suas casas sobre lajes e madeiras.

O capitão explica que em relação aos últimos dois anos, em que o nível era de 5.50 m está um pouco acima, mas que mesmo assim é considerado normal. “Para o período está regular. A partir de 7.20 m que é considerado regime de alerta".

Porto Murtinho na década de 80 sofreu as piores enchentes provocadas pelas águas do rio Paraguai, em 1979, 80 e 82, as águas desalojaram toda a população urbana e deu prejuízo incalculável aos moradores e ao setor público.

Depois dessas três cheias se cogitou mudar a cidade para o lugar mais alto, a sete quilômetros do atual perímetro urbano, a população na sua maioria absoluta rejeitou essa idéia através de plebiscito e a partir daí se elaborou projeto de construir uma barragem para conter as cheias.

Após a construção do dique de proteção contra as cheias do rio, Murtinho já registrou a maior cheia do século passado, em 1988, nesse ano o rio teve o pico máximo de 9.89 m, bem acima do registrado em 1979, 80 e 82, as águas ficou um metro e meio acima da barranca e o dique suportou com tranqüilidade e segurança, quer dizer o dique já foi testado por uma grande cheia, agora só falta cuidar da manutenção para que não ofereça nenhum risco à população.

Conforme o Serviço de Meteorologia controlada pela Agencia Fluvial em Murtinho a causa da subida do nível do rio nesses últimos dias foi provocada pela precipitação que desaguou na região, segundo a Marinha, choveu 100 milímetros em dois dias em toda a região pantaneira, desde a região da Baía Negra, região norte do Paraguai até a região de Concepcion, também no país vizinho.

O comandante diz que o nível máximo que deve ser registrada em Murtinho é de sete metros. Com essa altura a cidade de Murtinho e sua população podem ficar tranquilas, mesmo porque com essa medida o rio não sai da sua calha.

A previsão de cheia para este ano era maior em toda extensão do rio, por conta do alto índice pluviométrico registrado nos afluentes. Em Corumbá, a Embrapa Pantanal divulgou que o rio Paraguai pode ter em 2011 a maior cheia desde 1995.

Com informações do Campo Grande News.

Toka do Jacare - perkal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Jovens cientistas brasileiras são premiadas pela Unesco
Geral
Minas tem 45% mais queimadas em 2019 que no ano passado
Geral
Cantor sertanejo morre em acidente na BR-163
Geral
Mega sorteia R$ 100 milhões neste sábado
Geral
Motociclista morre atropelado depois de ser atingido por caminhonete na MS-145
Geral
MS estuda pacote de obras para o interior
Geral
AGIR Regional leva serviços e cursos ao "Lagoa" neste sábado
Geral
Muricy Ramalho e Denílson se reencontram em evento na capital
Geral
Hospital confirma 11 mortos em incêndio no Rio
Geral
Vídeo – Sargento realiza parto de bebê no São Conrado

Mais Lidas

Polícia
Uma igreja na mira dos golpistas
Polícia
Jovem é perseguido após discussão e morto a tiros na capital
Clima
Onda de calor volta neste fim de semana e pode registrar 43°C
Cidade
Obra revitalizará a Esplanada, Rodoviária e Mercadão