Menu
Menu
Busca domingo, 23 de junho de 2024
UEMS Pantanal Tech - Jun24
Geral

Companhias aéreas demonstram interesse em programa com passagens até R$ 200

Programa Voa Brasil está sendo trabalhado pelo governo brasileiro em parceria com empresas de aviação do país

15 junho 2023 - 17h24Pedro Molina

As empresas aéreas Azul, Gol e Latam, as maiores do ramo no Brasil, estão participando de um grupo de trabalho do governo que quer criar um programa para ofertar passagens aéreas com valores de até R$ 200.

À CNN, as empresas afirmaram que apoiam o “Programa Voa Brasil”, que tem previsão de lançamento ainda no segundo semestre deste ano.

A Gol destacou que está "à disposição para contribuir com a viabilização do projeto". A Azul afirmou que vê a proposta como algo positivo para a população, principalmente o impacto que o programa teria no acesso ao transporte aéreo.

A Latam disse que o programa "vai na direção de aumentar de forma sustentável as viagens de avião no país", garantindo um crescimento responsável da aviação brasileira.

O Ministério de Portos e Aeroportos explicou que o primeiro estágio do programa buscará atender aposentados que recebam até dois salários mínimos e que não tenham utilizado serviços de aviação nos últimos 12 meses, já que esse segmento é considerado uma parcela da população que raramente tem acesso aos serviços devido aos altos preços das passagens.

Segundo a pasta, as passagens seriam comercializadas em horários e datas específicas, pré-determinadas pelas companhias aéreas, o que poderia permitir que as empresas otimizassem a ocupação das aeronaves em voos com menos procura e demanda.

Segundo o ministro de Portos e Aeroportos, Márcio França, a venda das passagens seria viabilizada por meio dos aplicativos da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil, com a iniciativa voltada para quem tem a renda vinculada às instituições financeiras em questão.

"Hoje, nós temos em média 90 milhões de passagens aéreas emitidas por ano no País. Esse montante de viagens é feito por apenas “10 milhões de CPFs”, ou seja: as mesmas pessoas voam várias vezes", explicou o ministro.

Cada pessoa terá direito a duas passagens anuais de ida e volta, por um valor total de R$ 800, permitindo que um acompanhante possa viajar junto.

 

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ex-guarda civil municipal Marcelo Rios -
Justiça
Marcelo Rios insiste em julgamento presencial no caso Playboy da Mansão
Divulgação/GCM
Geral
Mais de duas mil pessoas participaram da 2ª edição do Arraial da Alems
Um grupamento do Corpo de Bombeiros trabalha durante a noite protegendo os terrenos das chamas
Geral
Governo Federal atende pedidos de MS e enviará aeronaves e Força Nacional ao Pantanal
Harley-Davidson tem data para fechar na Capital
Geral
Harley-Davidson fechará loja de Campo Grande em julho
Charles foi indiciado por homicídio contra Michelli e tentativa de homicídio contra amigos
Cidade
Juiz desconsidera laudo e condena motorista a 21 anos de prisão por morte na Capital
Apostas podem ser realizadas em casas lotéricas
Geral
Com prêmios milionários, Quina de São João e Mega-Sena serão sorteadas hoje
Motorista de avião morre durante voo
Geral
Piloto de avião morre durante voo e copiloto faz aterrissagem de emergência
Fumaça saindo do alto da torre da Câmara dos Deputados
Geral
Fumaça na torre da Câmara assusta moradores de Brasília
Linn da Quebrada
Geral
Linn da Quebrada é internada para tratar depressão
Rodolpho Mangialardo
Geral
JD1TV: 'MS pela Vida' conserta mais de 200 eletrodomésticos de vítimas das enchentes no RS

Mais Lidas

Moradora de Ponta Porã morre ao ter AVC aos 37 anos
Polícia
Moradora de Ponta Porã morre ao ter AVC aos 37 anos
Cabo Almir e Sargento Santos do 10° Batalhão da Polícia Militar
Polícia
Policial morto estaria envolvido em esquema de tráfico e roubo junto com o sargento
Polícia Civil esteve na empresa em que aconteceu o acidente de trabalho
Polícia
Trabalhador morreu prensado após esquecer de puxar freio de mão de caminhão
Cabo Almir e Sargento Santos do 10° Batalhão da Polícia Militar
Polícia
Policiais militares escoltavam caminhão roubado com drogas em Campo Grande