Menu
Busca sexta, 19 de agosto de 2022
(67) 99647-9098
TJMS Agosto 22
Geral

Engenheiros que atestaram estabilidade de barragem são presos

Além dos engenheiros, três funcionários da Vale também foram detidos

29 janeiro 2019 - 08h36Da redação com informações da Agência Brasil

Dois engenheiros que atestaram a estabilidade do empreendimento foram presos e três funcionários da Vale diretamente envolvidos e responsáveis pelo licenciamento da barragem que se rompeu em Brumadinho também foram presos nesta terça-feira (29) durante operação envolvendo o Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG), o Ministério Público Federal (MPF) e a Polícia Federal (PF).

A operação visa o cumprimento de sete mandados de busca e apreensão e cinco de prisão temporária para apurar responsabilidade criminal pelo rompimento da barragem da mineradora no município mineiro.

Dos cinco alvos da operação, dois tinham domicílio em São Paulo e os demais residem na região metropolitana de Belo Horizonte. A prisão foi decretada pelo prazo de 30 dias e todos os presos serão ouvidos pelo MP-MG. Os documentos e provas apreendidas também serão encaminhados ao Ministério Público para análise.

O MPF, por meio da Procuradoria da República em Minas Gerais, e a PF, por meio da Delegacia de Meio Ambiente e Patrimônio Histórico, cumpriram simultaneamente os cinco mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal em Belo Horizonte. As ordens foram cumpridas na sede da Vale, em Nova Lima (MG), e em uma empresa sediada em São Paulo que prestou serviços de projetos e consultoria na área das barragens. Também foram alvo das medidas pessoas ligadas a essa empresa.

Nas diligências, houve a participação de procuradores da República lotados em Minas Gerais e São Paulo, de policiais federais e de peritos das áreas de informática, mineração e geologia. “Os órgãos de investigação têm trabalhado de forma concatenada para apuração dos graves crimes relacionados com o rompimento da barragem, sendo que as investigações se encontram em andamento”, informou o MPMG.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Aeroporto de Campo Grande é vendido para a empresa espanhola Aena
Geral
Famílias indígenas recebem R$ 378 mil para compra de material de construção
Geral
JD1TV: Ônibus 'cai' em cratera aberta pela chuva no Nova Lima
Geral
Kid Bengala lança campanha eleitoral "vou entrar com tudo"
Geral
Marquinhos quer afastar delegada de inquérito
Política
Bolsonaro parte pra cima de eleitor em Brasília
Geral
Etanol tem a maior variação de preço na Capital, aponta Procon-MS
Geral
Prêmio Top Mega Brasil 2022 tem cinco finalistas de MS
Geral
Após denúncias, vereadores debatem mudanças no Proinc
Geral
JD1TV: Atleta angolano de futevôlei é vítima de racismo durante jogo em MS

Mais Lidas

Polícia
Dupla é indiciada por tentativa de triplo homicídio no Aero Rancho
Polícia
Filhos de idosa abandonada em casa cheia de fezes são encontrados
Polícia
Mulher é resgatada antes de ser queimada por facção em 'micro-ondas humano'; vídeo
Polícia
Morre encanador que caiu em buraco de obra em Campo Grande