Menu
Menu
Busca quarta, 19 de junho de 2024
Gov Detran Jun24
Geral

Ex-presidente da Caixa, Pedro Guimarães vira réu por assédio a funcionárias

O caso veio à tona em meados do ano passado; A ação penal tramita sob sigilo

31 março 2023 - 14h51Brenda Leitte, com Agência Brasil

A Justiça Federal de Brasília aceitou a denúncia do MPF (Ministério Público Federal) e o ex-presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, tornou-se réu por denúncias de assédio sexual e moral feitas por funcionárias do banco estatal.

Os detalhes da denúncia ainda não são conhecidos, pois a ação penal contra Guimarães tramita sob sigilo. Casos envolvendo assédio, sobretudo sexual, costumam tramitar em segredo de Justiça, como forma de preservar a intimidade das vítimas.

O caso veio à tona em meados do ano passado, quando uma reportagem revelou as acusações de assédio feitas por cinco funcionárias da Caixa à ouvidoria da instituição. Outras vítimas apareceram após a repercussão, que levou Guimarães a ser demitido da presidência do banco.

Após as revelações, o MPF passou a investigar o caso, o que resultou na denúncia agora aceita pela 15ª Vara Federal de Brasília. Na acusação, constam depoimentos captados em vídeo das vítimas, que foram interrogadas pelos procuradores responsáveis.  

Com a abertura da ação penal, inicia-se uma nova fase de instrução do processo, em que acusação e defesa poderão solicitar novas diligências e, ao final, deverão apresentar as alegações finais, antes da sentença do juiz.

Guimarães é alvo ainda de um outro processo, dessa vez na seara trabalhista, no qual o MPT (Ministério Público do Trabalho) pede indenização de R$ 30,5 milhões pelos danos causados pelo ex-presidente da Caixa.

O executivo sempre negou todas as acusações. Em nota, o advogado José Luis Oliveira Lima, que representa Guimarães, disse que seu cliente é inocente e que ele confia na Justiça. “A defesa de Pedro Guimarães nega taxativamente a prática de qualquer crime e tem certeza de que durante a instrução a verdade virá à tona, com a sua absolvição”, disse o defensor.

 

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Juiz Fábio Possik Salamene -
Justiça
TJ designa 'desembargador substituto'
Leonildo Herrero atuou por 38 anos na Santa Casa da Capital
Geral
Morre o médico Leonildo Herrero
Prime Video anuncia série inspirada na penitenciária de Tremembé
Geral
Prime Video anuncia série inspirada na penitenciária de Tremembé
Escola Municipal na Vila Nasser ganha ponto de coleta de óleo usado
Geral
Escola Municipal na Vila Nasser ganha ponto de coleta de óleo usado
Jamil Name Filho, também conhecido como
Justiça
Caso Playboy da Mansão: juiz autoriza Jamilzinho ser julgado por videoconferência
Bilhete de aposta da Mega-Sena
Geral
Sem acertos, prêmio da Mega-Sena sobe para R$ 60 milhões
Aparecida Graciano de Souza é acusada de homicídio qualificado -
Interior
Idosa acusada de matar e esquartejar marido em MS pede liberdade à Justiça
Segmento receberá ajuda financeira
Geral
Governo anunciará medidas para o setor audiovisual brasileiro
Jamil Name Filho, também conhecido como
Justiça
TJMS aumenta pena de Jamilzinho para 15 anos por extorsão com taco de beisebol e armas
Coronel Nivaldo de Pádua assume Subcomando-Geral da PM
Geral
Coronel Nivaldo de Pádua assume Subcomando-Geral da PM

Mais Lidas

Inverno 2024
Clima
Inverno começa nesta semana e deve ter temperaturas acima da média em 2024
Menina fez o jogo e guardou o bilhete em casa
Geral
50 milhões! Criança acerta números da Mega-Sena, mas pais esquecem de pagar aposta
Sol raiou em Campo Grande
Clima
Tempo seco breca chegada de frente fria e calor se mantém nesta terça em MS
Breno Souza Firmino, de apenas 16 anos, atuava como volante na equipe SUB-17 da Portuguesa
Polícia
Adolescente de time de MS morre na Capital