Menu
Busca terça, 19 de novembro de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Fim do horário de verão representa 1 hora a mais de sono para a população

19 fevereiro 2011 - 13h00
Termina à meia noite deste sábado o horário de verão. Após 127 dias com uma hora extra de luz, o que de acordo com especialistas representa economia de energia, os relógios deverão ser atrasados em uma hora. Para o vendedor Ivan Novaes Bernardes, 41 anos, o ajuste representa instantes extras de sono. “Nesse horário, seis horas da tarde está com sol. No outro já está escuro. Vai ser melhor para descansar. Não vejo vantagens no outro horário”, disse. A dona de casa Odete Lima, 30 anos, também diz preferir o horário normal que será incorporado novamente à rotina. “Tudo é muito cedo nesse horário (de verão). Eu acho que o outro passa mais rápido”, diz. Na opinião do comerciante Sérgio Salomão, 47 anos, a troca é indiferente, o que revela que as opiniões da população estão bastante divididas. “Não altera em nada. Tenho que trabalhar das 6 às 18 de qualquer jeito”, afirma. Já o mototaxista Antônio Quilara da Silva, 35 anos, disse ser contra o ajuste e prefere o horário de verão. Resolver o problema do sono é fácil, segundo ele. “É só dormir suas 7 horas por dia. Nós não somos ursos para hibernar. Horário assim (normal) é para preguiçoso. Trabalhador tem que madrugar”, disse. Horas a menos - A partir de 2008, o horário de verão tem datas definidas, iniciando no terceiro domingo de outubro e findando no terceiro domingo de fevereiro. No ano passado, o horário de verão começou no dia 27 de outubro. A primeira vez que o Brasil teve horário de verão foi nos anos de 1931 e 1932. Naquela época, o horário diferenciado durou quase metade do ano. Apenas as regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste adotam a medida. Este ano, segundo dados preliminares do NOS (Operador Nacional do Sistema Elétrico), houve redução de 4,4% na demanda de energia do horário de pico. A economia foi estimada em R$ 30 milhões. Fonte: CG News
Athus Ingles

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Nova startup de segmento PET promete inovar o setor
Geral
Governo decreta situação de emergência em Porto Murtinho
Geral
Agressores de mulheres tem porte de arma proibido por lei no MS
Geral
Há 2 anos mais de três milhões buscam emprego, diz IBGE
Geral
CPI do Consórcio Guaicurus não deve avançar na Câmara
Geral
Shopping simulará vazamento de gás nesta quarta
Geral
Comandante da PM estará ao vivo no JD1 nesta terça
Geral
Sem atrasos e cancelamentos, aeroporto atua normalmente na capital
Geral
Em 2019 apreensões de entorpecentes aumantam 16% no Estado
Geral
Ingrid está desaparecida há mais de 20 dias e mãe faz apelo

Mais Lidas

Polícia
Aos 84 anos, "vovó" é presa dirigindo bêbada após sair de baile
Polícia
Jovem morre fuzilado e mulher é ferida por estilhaços
Polícia
Jovem motociclista morre após bater em meio-fio e ser arremessado em rio
Geral
Ingrid está desaparecida há mais de 20 dias e mãe faz apelo