Menu
Busca terça, 21 de maio de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Gestão de Nova Alvorada tem 40% de ruim e péssimo em pesquisa Ranking

A pesquisa foi realizada pelo Instituto Ranking, que divulgou a avaliação da administração municipal e intenções de voto

18 fevereiro 2019 - 10h53Rayani Santa Cruz

O Instituto Ranking divulgou no sábado (16), uma pesquisa com dados sobre a avaliação da população em relação a administração municipal, Poder Legislativo, qualidade dos serviços públicos e intenções de voto para as eleições 2020.

Conforme o indicado 40.33% dos sul-nova-alvoradenses apontam a administração do prefeito Arlei Barbosa como ruim ou péssima. Enquanto que 30.66% avaliaram como regular; 20.33% disseram que a gestão está boa ou ótima; 8.68% dos entrevistados não souberam responder.

Quando perguntados sobre os maiores problemas do município, 45.33% indicaram o setor de emprego - falta de geração de renda, novas industrias e novas empresas. A administração - como a troca de prefeito e secretários foram apontadas por 41.66%. E terceiro lugar ficou o setor da saúde com 35.33%.

Sobre intenção de votos espontânea para eleições em 2020, 65.68% dos entrevistados responderam que votariam branco ou nulo. Enquanto que 12.33% votariam em José Paulo Paleari e apenas 8% votariam no atual prefeito Arlei Barbosa.

Na pesquisa estimulada, votos brancos e nulos caem para 38.08% e sobem as intenções para voto em José Paleari com 22.66%. Arlei Barbosa fica com 14.33%.

Em relação a rejeição dos possíveis candidatos a prefeitura de Nova Alvorada, Juvenal Neto disparou com 19.33%, seguido do prefeito Arlei Barbosa 16.66% e Vanderlei Bueno com 9.33%. O menos rejeitado é José Paleari com 1.66%.

Legislativo de Nova Alvorada do Sul

Os 300 entrevistados avaliaram os trabalhos da Câmara e 29.33% disseram que está boa/ótima, 26.33% foram contrários e indicaram ruim/péssima sobrando 21.66% que indicaram regular. 22.68% não souberam responder.

Na pesquisa espontânea as intenções de voto para possíveis candidatos a vereador apontaram que 69.75% da população não soube ou não quiseram responder. Os 11 nomes que poderiam ocupar cadeiras na Casa de Leis seguem nas seguintes posições: 

Mônica Furtado com 4.00%
Vanderelei Bueno com 3.33%
Deborah Colato com 2.66%
Milton Gomes 2.33%
Rogério Andrade 2.00%
Aninha 1.66%
Israel Leiteiro 1.66%
Nélio 1.66%
Nahomi Duani 1.33%
Nei Negreiro 1.33%
Janio Barrios 1.00%

A pesquisa de opinião pública entrevistou 300 pessoas no dia 14 de fevereiro e, segundo o Instituto, o índice de confiança é de 95% com margem de erro de 3.50 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Fac Feijoada 2019

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
União Europeia proibe uso de canudos e outros plásticos até 2021
Geral
Juízas debatem desafios na carreira em MS
Geral
Inscrição para concorrer a moradia da Agehab encerra nesta terça-feira
Geral
Aprovados no concurso da Caixa em 2014 serão chamados a partir de junho
Geral
Compadre Washigton está internado após assalto
Geral
Onze pessoas morrem e uma fica ferida em chacina
Geral
Motociclista morre em acidente na BR-163
Geral
Ativistas pelos direitos humanos e LGBT são homenageados na capital
Geral
Após investigação, diretor de presídio é dispensado em Dourados
Geral
Reservatório no Distrito Federal chega a 100% de capacidade

Mais Lidas

Polícia
Troca de tiros termina com homem morto e PM ferido
Educação
Estão abertas as Inscrições para o Encceja
Polícia
Guarda municipal responsável pelo transporte de arsenal é preso
Geral
Motociclista morre em acidente na BR-163