Menu
Busca segunda, 22 de abril de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Imasul e MPF fiscalizam mineradoras de MS nesta quarta-feira

As mineradoras garantiram ao Imasul controle e segurança das barragens em Corumbá

30 janeiro 2019 - 08h13Rayani Santa Cruz, com assessoria

O grupo de trabalho coordenado pelo Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), iniciou na terça-feira (29) a ação preventiva para vistorias e identificação da rotina operacional das instalações de barragens de contenção de rejeitos de minérios de ferro da Vale e da Vetorial – mineradoras que exploram as reservas minerais de Corumbá.

A recomendação foi feita pelo governador Reinaldo Azambuja por meio da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro).

De acordo com informações o Portal MS, o grupo se reuniu com as duas empresas na tarde de ontem, as quais apresentaram um relatório do planejamento de manutenção e de segurança das barragens, e nesta quarta-feira (30) ocorrerá, efetivamente, a vistoria em nove barragens – sete da Vale e duas da Vetorial -, com o acompanhamento do Ministério Público Federal (MPF). As minas situam-se a 40 quilômetros a Leste de Corumbá, na Morraria do Urucum, uma das maiores reservas de minério do país.

Durante mais de duas horas, técnicos da Vale expuseram todo o plano de manutenção e de ação de emergência das suas sete barragens, algumas em processo de desativação, e garantiram total segurança na parte operacional destas unidades e também no planejamento de evacuação das comunidades ao redor em caso de algum incidente. Em novembro do ano passado, a empresa realizou uma simulação de risco envolvendo funcionários e a população.

Rota de inundação

Segundo o engenheiro Odilon Silva, gerente de operações da Vale, simulações feitas por computador indicaram que, em caso de rompimento da principal barragem de Urucum, a Gregório, com 9 milhões de metros cúbicos de capacidade, a chamada mancha de inundação atingiria os balneários localizados no distrito de Maria Coelho, chegando à rodovia BR-262, numa extensão de 16 quilômetros. Na região residem cerca de 200 pessoas.

Para o diretor-presidente do Imasul, Ricardo Eboli, a grande preocupação é essa mancha chegar à Baía do Jacadigo, a alguns quilômetros da rodovia, que tem ligação com o Rio Paraguai, o que causaria uma destruição ambiental sem precedentes ao Pantanal. A Vale informou que caso ocorra um incidente no fim de semana, a população flutuante na região chegaria a 600, número previsto pela gestão de crise montado pela empresa.

A Vetorial também expôs seu plano de monitoramento e de atendimento emergencial aos moradores que vivem ao redor da Morraria de Urucum, onde a empresa opera uma siderúrgica e retira o minério de suas minas. Das duas barragens – integram o sistema bacias de escavação –, a Monjolinho é a que tem maior capacidade de depósito de rejeitos: 150 mil metros cúbicos. A vistoria às minas da Vetorial ocorrerá às 9h de hoje; às da Vale, às 14h.

A procuradora federal Maria Olívia Pessoni Junqueira participou das reuniões técnicas com as duas mineradoras. Também estavam presentes Ricardo Ebole, do Imasul; deputado Felipe Orro, da comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa; Marcos Derzi, da Sudeco; e representantes da prefeitura de Corumbá, Defesa Civil do Estado; Corpo de Bombeiros; Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea/MS) e Polícia Militar Ambiental.

pmcg - prestação de contas

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Unimed é autuada por mau atendimento
Geral
Mais de R$ 1 milhão é pago pelo TCE-MS a conselheiros
Geral
Vídeo - Águia Negra lamenta morte de ex-jogador
Brasil
Ex-estrela do programa Raul Gil comete suicídio
Cidade
Com suspeita de pneumonia, bebê é resgatado por helicóptero
Geral
Distritos de Jaraguari serão asfaltados nos próximos dias
Geral
Avianca cancela 50 voos em Campo Grande
Geral
TRE divulga gabarito do processo seletivo para estagiários de ensino médio
Geral
Mega acumula e poderá pagar R$ 90 milhões na quarta-feira
Geral
Seminário em memória às vítimas de acidente de trabalho acontece nesta segunda, na capital

Mais Lidas

Polícia
Casal morre em acidente na MS-164
Polícia
Jovem morre afogado em piscina do Corumbaense Futebol Clube
Saúde
Ibuprofeno e cetoprofeno podem agravar infecções
Geral
Mega acumula e poderá pagar R$ 90 milhões na quarta-feira