Menu
Menu
Busca domingo, 23 de junho de 2024
Governo - Vazio sanitario Jun24
Geral

JD1TV: Entregador é agredido por cliente no Jardim Paulista por buzinar ao chegar

Como forma de apoio ao colega, trabalhadores da área organizaram "buzinaço" em frente a casa do autor

05 março 2023 - 08h12Brenda Assis     atualizado em 05/03/2023 às 08h29

Entregador de aplicativo foi agredido durante a noite de sábado (4) porque buzinou aí chegar na casa do cliente localizada na Rua Herbert Moses, bairro Jardim Paulista, em Campo Grande. Para apoiar o rapaz, cerca de 100 colegas de profissão fizeram buzinaço em frente a residência do autor. 

Conforme as informações que circulam nas redes sociais, o rapaz contou que chegou ao no endereço da entrega deu a primeira buzina, como não teve resposta deu o alerta sonoro mais uma vez e foi recebido pelo homem já enfurecido. "Se tivesse escrito no pedido que não era pra buzinar, eu não teria buzinado. Ele saiu dizendo "minha da tem interfone, por que não apertou? Não é pra ficar buzinando aqui na frente". Tentei argumentar que ele não havia saído no primeiro e só por isso buzinei mais uma vez", explica. 

O rapaz relata ainda que chegou a falar sobre a atualização de localização em tempo real que o próprio aplicativo oferece, mas o cliente, querendo ter sempre razão, o ignorou. 

"Perguntei porque ele não esperou lá frente, já que o aplicativo tem localização em tempo real, mas desconversou e já começou a tirar foto da minha placa exigindo que eu entregasse o pedido sem passar o código [de segurança obrigatório na entrega]", diz. 

Neste momento, o autor "pegou" a vítima pela mochila de entrega o derrubando no chão. Após pegar o pedido, chutou a bag passando o código de segurança na sequência e entrou para dentro de casa. Filho do homem chegou a sair para pedir desculpas ao entregador. 

Ainda conforme os relatos passados à reportagem, a polícia foi acionada, mas nada foi feito. 

Buzinaço - Sabendo da agressão contra um colega de profissão, um "convite" passou a ser divulgado entre os entregadores de Campo Grande, onde todos eram chamados para mostrar união da classe na Capital. 

"Trabalhamos dia e noite, e ainda tempos que ser humilhados e agredidos por cliente. Vamos mostrar que os 'motocas' aqui de Campo Grande são unidos. Vamos dar uma força la, conto com vocês", diz um trecho do convite. 

A reunião começou com 20 motoentregadores na esquina da rua indicada. De repente foi "brotando" mais gente e quando viram cerca de 100 estavam em frente a casa do autor fazendo buzinaço. Um trabalhador estimou que se tivessem esperado um pouco mais, teriam conseguido reunir mais 200 entregadores no local. 

Por conta do horário e da pequena bagunça causada no  endereço, a polícia foi acionada, mas para conter a movimentação. 

Confira algumas imagens recebidas pela reportagem: 

 

JD1 No Celular

 

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ex-guarda civil municipal Marcelo Rios -
Justiça
Marcelo Rios insiste em julgamento presencial no caso Playboy da Mansão
Divulgação/GCM
Geral
Mais de duas mil pessoas participaram da 2ª edição do Arraial da Alems
Um grupamento do Corpo de Bombeiros trabalha durante a noite protegendo os terrenos das chamas
Geral
Governo Federal atende pedidos de MS e enviará aeronaves e Força Nacional ao Pantanal
Harley-Davidson tem data para fechar na Capital
Geral
Harley-Davidson fechará loja de Campo Grande em julho
Charles foi indiciado por homicídio contra Michelli e tentativa de homicídio contra amigos
Cidade
Juiz desconsidera laudo e condena motorista a 21 anos de prisão por morte na Capital
Apostas podem ser realizadas em casas lotéricas
Geral
Com prêmios milionários, Quina de São João e Mega-Sena serão sorteadas hoje
Motorista de avião morre durante voo
Geral
Piloto de avião morre durante voo e copiloto faz aterrissagem de emergência
Fumaça saindo do alto da torre da Câmara dos Deputados
Geral
Fumaça na torre da Câmara assusta moradores de Brasília
Linn da Quebrada
Geral
Linn da Quebrada é internada para tratar depressão
Rodolpho Mangialardo
Geral
JD1TV: 'MS pela Vida' conserta mais de 200 eletrodomésticos de vítimas das enchentes no RS

Mais Lidas

Moradora de Ponta Porã morre ao ter AVC aos 37 anos
Polícia
Moradora de Ponta Porã morre ao ter AVC aos 37 anos
Cabo Almir e Sargento Santos do 10° Batalhão da Polícia Militar
Polícia
Policial morto estaria envolvido em esquema de tráfico e roubo junto com o sargento
Polícia Civil esteve na empresa em que aconteceu o acidente de trabalho
Polícia
Trabalhador morreu prensado após esquecer de puxar freio de mão de caminhão
Cabo Almir e Sargento Santos do 10° Batalhão da Polícia Militar
Polícia
Policiais militares escoltavam caminhão roubado com drogas em Campo Grande