Menu
Menu
Busca quarta, 28 de fevereiro de 2024
Geral

JD1TV: Policial agride advogada dentro de delegacia da Capital

A OAB-MS diz '"repudiar as agressões sofridas" pela vítima na unidade policial

27 janeiro 2023 - 17h02Brenda Assis     atualizado em 27/01/2023 às 17h38

Advogada, não identificada até o momento, teria sido agredida dentro da 2ª Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande, localizada na região norte da Capital. Informações de vídeos que circulam nas redes sociais, apontam que o possível agressor seria um investigador da unidade.

No primeiro vídeo, aparentemente gravado pela vítima, ela relata que estava no local e diz que os investigadores estão “negando fazer um boletim de ocorrência”. O autor teria ‘ido para cima’ da advogada e tentado pegar o celular das mãos dela a força.

Logo depois, com os ânimos já exaltados, a cliente da vítima a grava no chão pedindo para “não tocarem nela” e também para que o homem “largasse seu celular”. Esta segunda imagem o mostra novamente tentando pegar o aparelho a força.

Assista:

Notas –

Por meio de nota, a OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Mato Grosso do Sul), disse ‘repudiar os atos de violência’ praticados pelo policial dentro da delegacia. Leia na integra:

“A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul (OAB/MS), vem a público informar que repudia, com veemência, os atos de violência e de gravíssima violação de prerrogativas praticados por um agente da Polícia Civil contra uma advogada nas dependências da 2ª Delegacia de Polícia de Campo Grande. 

Desde que tomou conhecimento dos fatos, a OAB/MS está no local, representada pela Comissão de Defesa e Assistência à Advocacia, prestando todo apoio e amparo à advogada. 

Informa ainda a OAB/MS que, mantendo-se firme na defesa das prerrogativas da advocacia, adotará todas as medidas legais contra o agente que praticou tais atos.”

Já a Polícia Civil informou que todas as providências sobre o caso estão sendo tomadas.

“Em relação a denúncia de que um policial civil teria agredido uma Advogada dentro da 2ª Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande, informamos que já tomamos ciência dos fatos e todas as providências estão sendo tomadas.

As partes envolvidas estão sendo ouvidas em declarações, será registrado um boletim de ocorrência em que a vítima é a Advogada de lesão corporal e outro em que o policial é vítima de desacato. O procedimento será encaminhado incontinente para a Corregedoria da Polícia Civil para apuração e providências necessárias. A Comissão das prerrogativas da OAB se faz presente na Unidade Policial.”

JD1 No Celular

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
TRE manda fazer recontagem que deve colocar Duarte na Assembleia
Geral
Cachorro é resgatado em situação de maus-tratos em Ivinhema e ONG pede ajuda
Geral
PGE fala de inovação e desenvolvimento em seminário do SEBRAE
Geral
Volume de cabos de telecomunicação furtados em 2023 chegou a 5,4 milhões
Polícia
Neta tenta reanimar avô, mas idoso morre após queixar-se de dores em Campo Grande
Geral
Influencer é agarrada por homem durante gravação de um vídeo
Geral
Faustão é internado e pode passar por novo transplante
Geral
Pesquisa aponta que gás de cozinha pode variar de R$ 94 a R$ 125 na Capital
Geral
Vai tentar a sorte? Mega-Sena sorteia hoje prêmio acumulado de R$ 120 milhões
Geral
Prefeitura abre inscrições para seleção de entrevistador social

Mais Lidas

Vídeos
Vídeo: Travesti bate em jovem e tribunal a pune
Justiça
Ex-secretários de saúde de Glória de Dourados são condenados pelo TCE-MS
Geral
Mulher de 33 anos morre após se queimar fritando ovo em casa
Justiça
Camila Jara enfrenta batalha jurídica no TRE