Menu
Menu
Busca domingo, 03 de março de 2024
Geral

Mais de 2,5 milhões de mulheres não trabalharam para cuidar da família

Segundo o IBGE, o motivo de não buscar trabalho foi a necessidade de cuidar dos afazeres domésticos ou tomar conta de parentes

06 dezembro 2023 - 17h31Caroliny Martins, com G1 notícias

Uma pesquisa da Síntese de Indicadores Sociais 2023, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgado nesta quarta-feira (6), faz uma análise das condições de vida da população brasileira em 2023, incluindo mercado de trabalho, indicadores de rendimentos, condições de moradia e educação. Um dos cortes traça o perfil da população conhecida popularmente como “nem-nem” (nem estuda, nem trabalha).

Quase 7 milhões de mulheres entre 15 e 29 anos não estudavam e nem estavam ocupadas em 2022. Elas representam nada menos que 63,4% dos mais de 10,8 milhões de brasileiros da mesma faixa etária que estavam nesta situação no ano passado.

O instituto, porém, prefere a sigla “Neno” para definir os jovens que “não estudam e nem estão ocupados”. E, apesar de uma queda de 14,3% em relação ao ano anterior, consequência de um reaquecimento do mercado de trabalho, o padrão demográfico dos Neno continua sem alteração. A ampla maioria é feminina, com 4,7 milhões de mulheres pretas ou pardas e 2,1 milhões de brancas.

E o principal motivo que as tirou do mercado de trabalho foi o cuidado. Mais de 2 milhões disseram que não buscaram trabalho porque precisavam cuidar dos afazeres domésticos ou tomar conta de parentes.

Outras 553 mil mulheres que procuravam emprego também mencionaram esses fatores como impeditivos. Ao todo, portanto, mais de 2,5 milhões de mulheres não trabalharam em 2022 para cuidar de parentes ou de tarefas domésticas.

A título de comparação, o contingente de homens que saíram do mercado pelo mesmo motivo e não procuravam emprego foi de 80 mil — número que não representa nem 4% do total de mulheres na mesma situação. O principal motivo alegado por eles foram os problemas de saúde, com 420 mil.

Entre aqueles que queriam trabalhar, apenas 17 mil mencionaram questões domésticas. A alegação mais recorrente, para 356 mil homens, é a de que não havia trabalho na localidade. Entre as mulheres, 484 mil mulheres disseram o mesmo.

Vale mencionar que essa diferenciação acontece porque os jovens Neno podem estar fora da força de trabalho ou desocupados. Já quem procura emprego é considerado desocupado pelo IBGE. Em 2022, 65,9% estavam fora da força de trabalho e 34,1% desocupados.

Por diferentes motivos — como estudo, falta de trabalho disponível ou cuidado — 4,7 milhões de jovens não procuraram trabalho e nem gostariam de trabalhar, segundo o instituto.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

E a Mega-Sena? Prêmio acumulado sobe para R$ 205 milhões
Geral
E a Mega-Sena? Prêmio acumulado sobe para R$ 205 milhões
Três morrem após queda de avião na Bahia
Geral
Três morrem após queda de avião na Bahia
Caso aconteceu no dia 8 de janeiro
Geral
Supremo condena mais 15 réus pelo 8 de janeiro
Momento em que Wanessa Camargo é chamada ao confessionária para ser expulsa do programa
Geral
JD1TV: Wanessa Camargo é expulsa por dar soco em Davi no BBB 24
Bilhete da Mega-Sena
Geral
Vai tentar a sorte? Mega-Sena sorteia prêmio acumulado de R$ 185 milhões hoje
Papa Francisco
Geral
Papa Francisco diz que teoria de gênero é "uma ameaça"
Produção de petróleo no Brasil teve crescimento de 7,5% em um ano
Geral
Produção de petróleo no Brasil teve crescimento de 7,5% em um ano
Aeroporto Internacional de Campo Grande
Geral
Em 1 ano, movimento no Aeroporto de Campo Grande registra crescimento de 12%
Banco é responsável por transações após roubo de celular, decide STJ
Justiça
Banco é responsável por transações após roubo de celular, decide STJ
Alerta: Após denúncia de moradores, Energisa esclarece conta duplicada e reforça cuidados
Geral
Alerta: Após denúncia de moradores, Energisa esclarece conta duplicada e reforça cuidados

Mais Lidas

Aposentado viaja de motor home com a esposa e já percorreu mais de 120 mil km
Geral
Aposentado viaja de motor home com a esposa e já percorreu mais de 120 mil km
Rapaz não teve tempo de ser socorrido
Polícia
JD1TV AGORA: Rapaz é assassinado com vários tiros no Aero Rancho
Patrick foi atingido com três disparos
Polícia
Jovem foi assassinado por dupla em motocicleta no Aero Rancho
AGORA: Homem é baleado e dirige até a UPA Coronel Antonino para pedir socorro
Polícia
AGORA: Homem é baleado e dirige até a UPA Coronel Antonino para pedir socorro