Menu
Busca quinta, 29 de julho de 2021
(67) 99647-9098
Governo - covid atitudes
Geral

MPT recomenda à Vale sinalização sonora e visual nas barragens em Corumbá

Laudo pericial também aponta ausência de Plano de Ação de Emergência e de estudos sismológicos regionais

01 março 2019 - 18h57Da redação com assessoria

O Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso do Sul (MPT-MS) expediu, nesta semana, notificação recomendatória à Mineração Corumbaense Reunida S.A., empresa subsidiária da Vale, para que instale sistema de sinalização sonora e visual nas Barragens do Gregório (Mina Santa Cruz) e Pé da Serra (Mina Urucum), ambas localizadas no Município de Corumbá.

A falta de dispositivos preventivos, como alarme e iluminação por exemplo, capazes de advertir trabalhadores e comunidades a jusante da área de abrangência dos resíduos para o risco de rompimento de barragem, foi observada em inspeção realizada por peritos do MPT-MS no dia 30 de janeiro. Eles também constataram a inexistência de Plano de Ação de Emergência e de estudos sismológicos regionais, indicados no relatório como “requisitos e condições mínimas” para se garantir a segurança e a saúde das pessoas que interagem com o sistema de produção da mineradora.

Durante visita às minas, os peritos do MPT-MS entrevistaram empregados sobre as principais atividades laborais, identificando os processos de trabalho com maior impacto e riscos na produtividade, bem como recorreram a registros fotográficos e análise de documentos para concluir o relatório. Conforme a recomendação, uma nova diligência está prevista para daqui a 60 dias, com o propósito de verificar a adequação das irregularidades apontadas no laudo encaminhado à Mineração Corumbaense.       

Além do Ministério Público do Trabalho, participaram da vistoria o Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul, Ministério Público Federal, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil do Estado, Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea), Prefeitura de Corumbá, Defesa Civil de Corumbá, Polícia Militar Ambiental e Associação de Engenheiros e Arquitetos de Corumbá.

Em Corumbá, a Vale explora jazidas de minério de ferro a céu aberto, na Mina Santa Cruz, e jazida subterrânea de manganês, na Mina Urucum. O manganês é o quarto metal mais utilizado no mundo.

Cruzeiro do Sul - 44 anos

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Pesquisa mostra variação de 167% no preço da bisteca suína
Geral
ALERTA: Hackers tentam vender fotos de documentos e dados de 227 mi de brasileiros na internet
Geral
Latam aumenta voos para MS em agosto
Geral
Após ‘guardar o boneco’ com estilo cinco vezes, casal leva multa de R$ 200 mil
Geral
Mãe pede ajuda para pagar tratamento do filho após acidente
Geral
Médico dá dicas de como se manter aquecido neste frio
Geral
Brasil gerou 309 mil empregos formais em junho
Geral
Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 38 milhões
Geral
Desembargador André Luís Moraes é o novo presidente do TRT24
Geral
Energia solar começa ser fornecida no Pantanal

Mais Lidas

Geral
Vídeo: 'Rapidinha' na cozinha da errado e casal é flagrado só no love
Geral
Com Covid, Arlindo Namour morre no Proncor
Internacional
Vídeo: jovem tenta gravar dança em guindaste, mas despenca e morre
Polícia
Investigação concluí que enfermeiro do HR estuprou paciente em fevereiro