Menu
Menu
Busca sábado, 13 de abril de 2024
Geral

Município deixou de receber mais R$ 1,25 milhão em saúde

Bernal demora para comprovar funcionamento das unidades de saúde

24 junho 2016 - 14h30Rafael Belo

Campo Grande tem duas novas Unidades de Pronto Atendimento (UPA’s), que deveriam dar todo o suporte para a população (Leblon e Moreninhas), mas devido ao atraso da informação da conclusão das obras, ao Governo do presidente em exercício Michel Temer, até agora a saúde municipal deixou de receber mais de R$ 1,25 milhão. Enquanto isso, uma terceira unidade no Jardim dos Perdizes está abandonada somando mais um problema para a gestão do prefeito Alcides Bernal (PP).

A assessoria do Ministério Público Estadual informou que existe ação no Ministério Público Federal (MPF) por conta da verba da União e classifica a situação como “preocupante”.  Entramos em contato com o Ministério da Saúde em Brasília, que por meio da assessoria de imprensa no respondeu em nota que o incentivo total da UPA 24 Horas Moreninhas foi de R$ 2,6 milhões e a portaria de custeio está em trâmite na pasta.

“Já a UPA Jardim Leblon teve incentivo financeiro de investimento no valor de R$1,95 milhão. Até o momento, foi repassado R$ 1,59 milhão referente à primeira e segunda parcelas pactuadas para a obra. A terceira e última parcela, no valor de R$ 360 mil, será paga quando o gestor local inserir no Sistema de Monitoramento de Obras do Ministério da Saúde (SISMOB) atestado de conclusão de obras e comprovação do início de funcionamento da unidade, o que ainda não ocorreu”, esclarece o Ministério da Saúde.

A UPA Moreninhas deveria ter sido entregue em 2012 com o valor orçado em R$ 3,7 milhões. Há cinco anos a população esperava a conclusão das obras e, neste período, uma quantia não identificada continuou a entrar. Se somarmos "apenas" o valor orçado com o do Ministério da Saúde seriam R$ 6,1 milhões para somente uma unidade de saúde. A UPA Leblon começou a ser construída em 2012 e foi abandonada duas vezes com orçamento médio de R$ 2,2 milhões fora o do Ministério da Saúde.

Para promotora Paula Volpe, responsável pela eficácia e qualidade da Saúde em Campo Grande, a situação é difícil. "É complicado. A saúde aqui na Capital é uma coisa que nos preocupa muito. O que posso dizer é que estamos cobrando que melhore, que a população tem que ser melhor atendida. Fica difícil avaliar se a gestão está agindo corretamente ou não. O que posso dizer é que na visão do Ministério Público algumas situações precisam ser melhoradas".  

Como funcionam os repasses federais

O Ministério da Saúde fornece recursos e apoio técnico para que os estados e municípios possam construir, ampliar ou reformar Unidades de Pronto Atendimento. O cronograma de repasse é feito à medida que os gestores comprovam o andamento da obra. A primeira parcela é enviada após a apresentação do projeto, a segunda diante da apresentação da ordem de início de serviço e a terceira é liberada depois da conclusão, conforme estabelecido em portaria ministerial. Além do recurso de investimento do Ministério da Saúde, o gestor é responsável pela contrapartida para compor o valor da obra e por contratar a empreiteira, acompanhar a execução e finalização das obras.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

JD1TV: Cobra é flagrada atravessando avenida "na paz" no Parque dos Poderes
Geral
JD1TV: Cobra é flagrada atravessando avenida "na paz" no Parque dos Poderes
Atenção motoristas: Ponte da BR-262 sobre o Rio Paraguai está interditada
Geral
Atenção motoristas: Ponte da BR-262 sobre o Rio Paraguai está interditada
Governo Federal suspende campanhas publicitárias no X
Geral
Governo Federal suspende campanhas publicitárias no X
Escritora permanece hospitalizada
Geral
Escritora faz primeiro post após ataque de pitbulls e diz que está bem
Ministro Luis Roberto Barroso
Geral
Regulação da IA precisa proteger direitos fundamentais, diz Barroso
Bilhete de aposta da Mega-Sena
Geral
Mega-Sena sorteia prêmio acumulado de R$ 56 milhões neste sábado
Avião movido a hidrogênio fará o primeiro voo ao redor do mundo com zero emissões
Geral
Avião movido a hidrogênio fará o primeiro voo ao redor do mundo com zero emissões
Madonna
Geral
Madonna pede para brasileiros não falarem português durante show
Ponte da BR-262, que passa pelo Rio Paraguai, será interditada neste sábado
Geral
Ponte da BR-262, que passa pelo Rio Paraguai, será interditada neste sábado
Faustão sai do hospital
Geral
Após 47 dias internado, Faustão recebe alta do hospital

Mais Lidas

Artistas confirmadas na Expogrande 2024
Comportamento
Expogrande 2024 divulga programação dos shows; confira as datas
Mulher encontrada morta em casa no Itamaracá teve um infarto
Polícia
Mulher encontrada morta em casa no Itamaracá teve um infarto
AGORA: Mulher é encontrada morta em casa no Itamaracá
Polícia
AGORA: Mulher é encontrada morta em casa no Itamaracá
Homem mente que foi sequestrado e estuprado para voltar com a ex em Campo Grande
Polícia
Homem mente que foi sequestrado e estuprado para voltar com a ex em Campo Grande