Menu
Busca segunda, 27 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
Gov - Estado que Cresce (set21)
Geral

Nelsinho garante que não vai renunciar à prefeitura da Capital

23 dezembro 2010 - 18h11
O prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), garantiu hoje que não vai renunciar à prefeitura. “Não vou renunciar.Vou terminar o meu mandato”, afirmou, após entrega de casas no bairro Dom Antônio Barbosa. Na última segunda-feira, o deputado estadual Marquinhos Trad (PMDB), irmão de Nelsinho, anunciou que pretende concorrer à prefeitura da Capital em 2012. Porém, Marquinhos esclareceu que parentesco com o atual prefeito não seria um impedimento, desde que Nelsinho renunciasse ao cargo seis meses antes. Também foi aventada a candidatura da esposa do prefeito, Maria Antonieta Trad. A primeira-dama é secretária municipal de Ações Sociais e Cidadania e suplente do senador eleito Waldemir Moka (PMDB). Trad não comentou a hipótese de sua esposa ser candidata. “Quem especula é a imprensa, eu tenho que trabalhar”.
Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Foi convocado? Prefeitura chama merendeiros e veterinários aprovados em processo seletivo
Geral
Tribunal de Justiça retoma atendimento 100% presencial em outubro
Geral
Vídeo: Acidente entre carreta e carro de passeio mata duas pessoas na MS-376
Geral
Meses após perder filho em acidente, pai morre atropelado na mesma rodovia
Geral
Prefeitura libera lotação máxima nos ônibus da capital
Geral
Socorrista leva choque e morre enquanto resgatava vítimas de acidente
Geral
Jovem de 22 anos morre após colidir motocicleta com caminhonete
Geral
Menino de 6 anos morre afogado em lagoa
Geral
Após acusação de estupro, Nego do Borel é expulso de “A Fazenda 13”
Geral
Veículos com placas final 9 tem o até dia 30 para pagar o licenciamento

Mais Lidas

Cidade
Incêndio atinge margens do rio Paraguai em Corumbá
Clima
Tempestade faz temperatura despencar 15 graus e destelha apartamento em Campo Grande
Polícia
Mulher é agredida e esfaqueia pênis de marido
Polícia
Homem é assassinado a tiros por dívida de R$ 100,00