Menu
Menu
Busca sábado, 25 de maio de 2024
Camara Maio24 - TV camara
Geral

No Dia Mundial da Síndrome de Down, Governo promove caminhada na Capital

Ação acontece nesta terça-feira, a partir das 8h na Praça Ari Coelho

20 março 2023 - 09h37Taynara Menezes

Em alusão ao Dia Mundial da Síndrome de Down, a Sead (Secretaria de Estado de Assistência Social e dos Direitos Humanos) promove a “Caminhada para inclusão – ninguém fica para trás” nesta terça-feira (21), às 8h na Praça Ari Coelho.

O evento contará também com apresentação de alunos da escola Juliano Varela. A organização pede aos participantes que vistam a cor azul para o evento, em referência ao azul e amarelo, cores do laço do movimento, destaca a titular da Sead, Patrícia Cozzolino.

“A participação na caminhada é uma forma de integramos a sociedade em torno desse tema. Convidamos a todos para que juntos possamos mobilizar os mais diversos setores de nossa sociedade para um olhar para a pessoa com Síndrome de Down, e assim vamos aperfeiçoando as políticas públicas existentes e ouvindo todos nesse processo importante”, explicou.

Em Mato Grosso do Sul o trabalho com as pessoas com Síndrome de Down tem ações por meio de diversões órgãos como a Copesp (Coordenadoria de Políticas para a Educação Especial) da SED, universidades e Organizações da Sociedade Civil, por exemplo, as APAEs e a Associação Juliano Varela. Instituições essas que contam com o apoio do Governo do Estado, por meio de repasses efetuados via chamamento público também realizados pela Sead.

21 de março

Conforme informações do Núcleo de Inclusão e Acessibilidade da UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) o dia 21 de março marca a celebração da vida das pessoas com Síndrome de Down, sendo a data reconhecida pela ONU desde 2012, como um símbolo para a disseminação de informações sobre a síndrome, a fim de promover a inclusão. O Núcleo explica também a Síndrome de Down é uma ocorrência genética causada pela divisão celular anormal, gerando um alelo a mais do cromossomo 21, o que pode levar ao comprometimento intelectual e motor.

No Brasil, a Lei 14.306/2022, institui 21 de março como o Dia Nacional da Síndrome de Down. A norma estabelece ainda a promoção de eventos que valorizem as pessoas com a síndrome na sociedade.

Reportar Erro
Assembleia - Maio24

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campanha do Agasalho
Geral
Areias da Esperança promove 'Campanha do Agasalho' para arrecadar roupas de frio
Mutirão para emissão de RG de PCDs
Geral
Prefeitura de Campo Grande realiza mutirão para emissão do novo RG de PCDs
Bilhete de aposta da Mega-Sena
Geral
Mega-Sena sorteia prêmio acumulado de R$ 47 milhões neste sábado
Vai pagar? Netflix aumenta preços de assinaturas no Brasil; confira os valores
Geral
Vai pagar? Netflix aumenta preços de assinaturas no Brasil; confira os valores
Atendentes na nova sede do Procon-MS
Geral
Após suspensão, Procon-MS retoma atendimentos por telefone e adota tecnologia VoIP
Tony Ramos deixa o hospital após passar por duas cirurgias cerebrais
Geral
Tony Ramos deixa o hospital após passar por duas cirurgias cerebrais
Sérgio Longen, presidente da FIEMS
Geral
Dia da Indústria: Longen destaca avanço do setor em Mato Grosso do Sul
Energisa abre turmas exclusiva para mulheres em curso de eletricista
Geral
Energisa abre turmas exclusiva para mulheres em curso de eletricista
Mega-Sena promoveu mais um sorteio
Geral
Mega-Sena acumula e prêmio salta para R$ 47 milhões
Corregedoria deve verificar in loco o funcionamento do TJMS
Justiça
Juiz do Amapá é investigado e afastado cautelarmente por ligações com facções

Mais Lidas

Amalha trabalhava como corretora de imóveis
Polícia
Corretora foi morta a pauladas por 'amigo' após não entrar em esquema de golpe
Amalha era corretora de imóveis
Polícia
AGORA: Choque prende um dos autores do assassinato da corretora Amalha Mariano
Amalha foi vítima de três sessões de espancamento antes de ser morta em Porto Seco
Polícia
Amalha foi vítima de três sessões de espancamento antes de ser morta em Porto Seco
O caso foi registrado na Depac Cepol em Campo Grande
Polícia
Mulher é ameaçada de morte por agiota na Capital: 'vai pagar por bem ou por mal'