Menu
Busca quinta, 28 de janeiro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS Janeiro/21 juizado de transito
Geral

Obras do Parque Linear do Bálsamo, de R$ 33 milhões, começam nesta 5ª

10 maio 2012 - 09h53Minamar Júnior

O Parque Linear do Bálsamo vai começar a dar os primeiros passos nesta quinta-feira, com a assinatura da ordem de serviço, pelo prefeito Nelson Trad Filho (PMDB), para a primeira etapa das obras do Fundo de Vale dos córregos Bálsamo, Segredo e Taquara. Depois de concluir a licitação em abril e receber a liberação do recurso do Ministério das Cidades, o projeto orçado em R$ 33 milhões será posto em prática.

A obra do Parque prima pela urbanização e infraestrutura da região, com a abertura de uma avenida que vai retirar de circulação boa parte dos 500 ônibus que passam pela região Central.

O trecho a ser aberto vai margear o córrego desde a Guaicurus, no bairro Universitário, atravessando a Gury Marques, prosseguindo pelo prolongamento da Victor Meirelles, até o macroanel rodoviário.

No total, serão 12,5 quilômetros de pavimentação; 11,7 de drenagem; 4,6 de ciclovia; além de um centro de triagem de recicláveis; quatro quadras poliesportivas; centro comunitário e dois pórticos de entrada.

O Parque Linear segue o modelo dos outros já implantados, Lagoa, Segredo e Cabaça. Todo o projeto, executado pelo PAC 2 (Plano de Aceleração do Crescimento), prevê investimento de R$ 55 milhões.

Segundo o secretário municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação, João Antonio De Marco, a nova avenida também será estratégica para a mobilidade urbana, pela retirada dos coletivos intermunicipais. “Os ônibus deixarão a estação rodoviária e terão acesso direto às saídas de São Paulo e Cuiabá, Corumbá e Sidrolandia, pela avenida Victor Meireles”, explica.

Quanto às famílias que vivem nas áreas públicas ou de risco no trajeto a ser construído, a prefeitura está construindo 482 casas na Moreninha IV, ao lado do Parque Jacques da Luz, para abrigar pelo menos 200 famílias.

O conjunto habitacional está orçado em R$ 27,3 milhões, com pavimentação e sistema de drenagem reforçado por um piscinão, capaz de armazenar 28 milhões de litros de água. Serão 467 casas padrão, com 35 metros quadrados de área construída, além de 15 casas adaptadas, com 39,48 metros quadrados. O imóvel é composto por dois quartos, sala e cozinha conjugada e banheiro.

A assinatura da ordem de serviço será às 9h, no cruzamento da avenida Três Barras com a linha férrea, no bairro Rita Vieira. Abaixo, mapa cedido pela prefeitura, de toda região que será diretamente afetada pelo Fundo de Vale do Córrego Bálsamo.

Via Campograndenews

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Morto em acidente na MS-134 era fiscal tributário do Estado
Geral
Em nota, Sindifisco/MS declara apoio à Simone no Senado
Geral
Com placas da capital, Civic se parte ao meio e motorista morre na MS-134
Geral
Governo vai investir R$ 4,86 milhões para construir ponte de 91 metros
Geral
Record rescinde contrato com Marcos Mion
Geral
Ciclista é atropelado por caminhão e fica em estado grave
Geral
Descontos do Refis da Pandemia são prorrogados até o dia 26 de fevereiro
Geral
Deficiente auditivo, com esquizofrenia, some e preocupa a família na Nova Campo Grande
Geral
200 veículos estarão disponíveis em leilão do Detran
Geral
Vídeo: caminhão tomba, pega fogo e bombeiro é atropelado

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio