Menu
Busca segunda, 13 de julho de 2020
(67) 99647-9098
TJMS julho20
Geral

Obras do Parque Linear do Bálsamo, de R$ 33 milhões, começam nesta 5ª

10 maio 2012 - 09h53Minamar Júnior

O Parque Linear do Bálsamo vai começar a dar os primeiros passos nesta quinta-feira, com a assinatura da ordem de serviço, pelo prefeito Nelson Trad Filho (PMDB), para a primeira etapa das obras do Fundo de Vale dos córregos Bálsamo, Segredo e Taquara. Depois de concluir a licitação em abril e receber a liberação do recurso do Ministério das Cidades, o projeto orçado em R$ 33 milhões será posto em prática.

A obra do Parque prima pela urbanização e infraestrutura da região, com a abertura de uma avenida que vai retirar de circulação boa parte dos 500 ônibus que passam pela região Central.

O trecho a ser aberto vai margear o córrego desde a Guaicurus, no bairro Universitário, atravessando a Gury Marques, prosseguindo pelo prolongamento da Victor Meirelles, até o macroanel rodoviário.

No total, serão 12,5 quilômetros de pavimentação; 11,7 de drenagem; 4,6 de ciclovia; além de um centro de triagem de recicláveis; quatro quadras poliesportivas; centro comunitário e dois pórticos de entrada.

O Parque Linear segue o modelo dos outros já implantados, Lagoa, Segredo e Cabaça. Todo o projeto, executado pelo PAC 2 (Plano de Aceleração do Crescimento), prevê investimento de R$ 55 milhões.

Segundo o secretário municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação, João Antonio De Marco, a nova avenida também será estratégica para a mobilidade urbana, pela retirada dos coletivos intermunicipais. “Os ônibus deixarão a estação rodoviária e terão acesso direto às saídas de São Paulo e Cuiabá, Corumbá e Sidrolandia, pela avenida Victor Meireles”, explica.

Quanto às famílias que vivem nas áreas públicas ou de risco no trajeto a ser construído, a prefeitura está construindo 482 casas na Moreninha IV, ao lado do Parque Jacques da Luz, para abrigar pelo menos 200 famílias.

O conjunto habitacional está orçado em R$ 27,3 milhões, com pavimentação e sistema de drenagem reforçado por um piscinão, capaz de armazenar 28 milhões de litros de água. Serão 467 casas padrão, com 35 metros quadrados de área construída, além de 15 casas adaptadas, com 39,48 metros quadrados. O imóvel é composto por dois quartos, sala e cozinha conjugada e banheiro.

A assinatura da ordem de serviço será às 9h, no cruzamento da avenida Três Barras com a linha férrea, no bairro Rita Vieira. Abaixo, mapa cedido pela prefeitura, de toda região que será diretamente afetada pelo Fundo de Vale do Córrego Bálsamo.

Via Campograndenews

PMCG Refis

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Funsat encaminha mulheres vítimas de violência ao mercado de trabalho
Geral
Licenciamento de veículos pode ser emitido online
Geral
Blogueira de MS afirma estar com Covid-19 e faz “recebidos” de vitaminas
Geral
Após ser picado por naja, Pedro recebe alta e deve depor na terça
Geral
Caixa paga 1ª parcela do auxílio emergencial para aprovados em junho
Geral
Procon-MS encontra raio-X a R$ 11 em clínica e a R$ 110 na Ultramedical
Geral
Jovem morre após ser arremessada de veículo durante acidente
Geral
Bloqueio na Bolívia continua e fila de caminhões aumenta na Bioceânica
Geral
Emponderamento que chama? Mulher soca homem que a chamou de delícia
Geral
Mega-Sena não tem ganhador e acumula em R$ 44 milhões

Mais Lidas

Geral
Funsat encaminha mulheres vítimas de violência ao mercado de trabalho
Polícia
MP é contrário a liberdade de jovem que matou namorada em acidente
Brasil
Vídeo: ventania causa destruição em São Luiz
Polícia
Vídeo - PMA captura tamanduá-mirim entre chassi de carreta