Menu
Menu
Busca domingo, 16 de junho de 2024
Senar Junho24
Geral

Para Dagoberto, Temer deve renunciar à presidência

Durante evento com a presença de Ciro Gomes, o deputado disse que governo perdeu a credibilidade

18 maio 2017 - 13h49Mauro Nunes

O Deputado Federal, Dagoberto Nogueira (PDT), acredita que o Presidente Michel Temer (PMDB) deverá renunciar, pois perdeu a credibilidade. A afirmação do deputado aconteceu na manhã dessa quinta-feira (18) em um evento do seu partido, realizado na Capital, que contou com a presença de Ciro Gomes. 

“Vários partidos pediram o impeachment dele [Michel Temer], mas eu tenho a convicção que em função da denúncia ser tão grave, eu acho que haverá a renúncia por parte do presidente. Ele vai negar, porque é o papel dele, mas eu tenho a impressão que não tem mais clima de governabilidade. Ele já estava sem governabilidade pela falta de credibilidade e o país piorando”, disse o Deputado Dagoberto. 

Para Dagoberto em um primeiro momento, assim que Temer assumiu, houve uma aceitação de seu governo, mas depois os índices foram piorando. “Aumentou o desemprego, a indústria e o comércio decaíram. A situação do presidente já não era boa, tanto é que ele está com um índice de aprovação de 10%. Talvez seja o menor índice da historia do país de todos os presidentes, então ele não tem mais condição nenhuma de continuar no governo”, acrescentou.  

Delação Premiada

As observações de Deputado acontecem depois que os irmãos Joesley Batista e Wesley Batista, donos do grupo JBS firmaram, na última quarta-feira (17), um acordo com o MPF (Ministério Público Federal). Os empresários apresentaram um áudio onde Temer teria sugerido o pagamento de uma mesada ao ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, e ao doleiro Lúcio Funaro para comprar o silêncio dos dois. 
A delação premiada foi homologada nesta quinta-feira, pelo Ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Edson Fachin.

 

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Foto: Pixabay
Geral
Festival do Vinho terá degustação aberta ao público dia 28 de junho na Capital
Foto: Rovena Rosa Agência Brasil
Geral
Enel confirma investimento de R$20 bilhões para acabar com apagões no Brasil
Governador Eduardo Riedel ao lado do prefeito de Batayporã, Germino Roz
Geral
Investimento de R$ 23,3 milhões deve solucionar enchentes em Batayporã
Projeto busca incentivar consumo de plantas não convencionais
Geral
Projeto busca incentivar consumo de plantas não convencionais
Homem agride a esposa após achar que ela pegou sua carteira em Dourados
Geral
Homem agride a esposa após achar que ela pegou sua carteira em Dourados
Governador Eduardo Riedel na 46° edição da Expotrês
Geral
Na Expotrês, Riedel elogia inovações que aumentam produtividade do agro
Força-tarefa vai avaliar os pedidos de imigrantes acampados no Aeroporto de Guarulhos
Geral
Força-tarefa vai avaliar os pedidos de imigrantes acampados no Aeroporto de Guarulhos
JD1TV: "Caixa elétrica" aberta assusta transeuntes
Geral
JD1TV: "Caixa elétrica" aberta assusta transeuntes
Grupo convoca ato "Criança não é mãe" contra o PL 1904 neste sábado na Capital
Geral
Grupo convoca ato "Criança não é mãe" contra o PL 1904 neste sábado na Capital
Passageiros desmaiam de calor após 3 horas dentro de avião sem ar-condicionado
Geral
Passageiros desmaiam de calor após 3 horas dentro de avião sem ar-condicionado

Mais Lidas

IMAGENS FORTES: mulher morre após ser devorada por rottweilers em casa de prostituição
Polícia
IMAGENS FORTES: mulher morre após ser devorada por rottweilers em casa de prostituição
JD1TV: Jovens morrem ao caírem de 12 metros de altura enquanto esperavam show em boate
Internacional
JD1TV: Jovens morrem ao caírem de 12 metros de altura enquanto esperavam show em boate
À polícia, homem contou que disparo foi acidental, versão que é contestada por amigos da vítima
Polícia
Homem que deu tiro na cabeça de esposa passou em bar antes de voltar para local do crime
Vítima, que era pessoa com deficiência, não tinha família na Capital e era próxima dos vizinhos
Polícia
Marido de mulher baleada na cabeça já havia quebrado perna da vítima