Menu
Menu
Busca quarta, 24 de abril de 2024
Geral

Duplicação da BR-163 é paralisada em MS e deve gerar demissão em massa

As obras de duplicação tiveram início em julho de 2014

12 abril 2017 - 09h34Da redação com Jornal do Ônibus

As obras de duplicação da BR 163 deve sofrer paralisação, gerando, de imediato, o fechamento de 1.5mil empregos diretos. A estimativa é do SINTICOP (Sindicato dos Trabalhadores na Construção Pesada de Mato Grosso do Sul). 

“Já fomos comunicados por algumas empresas que haverá dispensa em massa. A CCR MS Via só vai manter os funcionários que fazem a manutenção da rodovia, em torno de 200 pessoas”, afirma Walter Vieira dos Santos, presidente do SINTICOP-MS. 

Segundo o Jornal do Ônibus, o anúncio da paralisação foi feito nesta quarta-feira, (12). A empresa pediu revisão do contrato com a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres). As principais reivindicações são a volta de condições normais de financiamento e regularização de licenças ambientais. A CCR também alega redução de 35% na arrecadação de pedágio. 

“É muito estranho o fato da empresa paralisar as obras neste momento e continuar cobrando pedágio", diz Walter. " A demissão dos trabalhadores vai impactar a economia de vários municípios. O SINTICOP vai acompanhar se o pagamento das verbas rescisórias será feito dentro da lei. Recentemente, funcionários dispensados por empresas terceirizadas da CCR não pagaram a rescisão de muitos trabalhadores”, conclui o presidente do Sindicato.

As obras de duplicação tiveram início em julho de 2014. A cobrança de pedágio começou quando 10% da rodovia já tinham pista duplicada. A previsão inicial era de que as obras terminassem em 2020. Até agora foram duplicados 138,5 quilômetros. Até o momento foram injetados nas obras R$ 1,9 bilhão, entre obras, serviços, equipamentos e impostos

Ao todo, são 9 praças de pedágio no estado, com tarifas que custam até R$ 7,40. Para percorrer toda a rodovia de carro é preciso desembolsar R$ 55,40, o valor que é maior para carretas, caminhões e ônibus.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Foto: Redes sociais
Geral
Morte do Golden 'Joca' será investigada pela ANAC
Prefeitura melhora iluminação e faz manutenção de espaços públicos em bairros da Capital
Geral
Prefeitura melhora iluminação e faz manutenção de espaços públicos em bairros da Capital
Fachada do TCE-MS
Interior
TCE 'barra' chamamento público de R$ 12 milhões para gerenciamento de saúde em Selvíria
Cigarro eletrônico
Geral
Anvisa publica resolução que proíbe cigarro eletrônico no Brasil
Dinheiro apreendido na operação contra o grupo criminoso -
Interior
Ex-pregoeira presa em Sidrolândia alega ser mãe solteira e pede liberdade
Waldecy Batista Nunes, o "Chocolate" -
Cidade
Ex-vereador "Chocolate" assume cargo na Câmara Municipal de Campo Grande
Renovação Carismática Católica realiza 3ª ação 'Abraço do Pai' neste sábado
Geral
Renovação Carismática Católica realiza 3ª ação 'Abraço do Pai' neste sábado
Ninguém acerta e Mega-Sena acumula em R$ 6 milhões para quinta-feira
Geral
Ninguém acerta e Mega-Sena acumula em R$ 6 milhões para quinta-feira
IPVA vencido poderá ser pago de maneira parcelada em MS
Geral
IPVA vencido poderá ser pago de maneira parcelada em MS
Copa Acrissul do Laço Comprido inicia 2º etapa nesta sexta-feira
Geral
Copa Acrissul do Laço Comprido inicia 2º etapa nesta sexta-feira

Mais Lidas

AGORA: Capitão do Batalhão de Choque morre na Capital
Polícia
AGORA: Capitão do Batalhão de Choque morre na Capital
Capitão Leonardo Mense partiu durante a noite de sábado (21)
Polícia
'Imenso legado': Capitão Mense é homenageado por autoridades e instituições de MS
 Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MPMS) -
Justiça
MPMS investiga fraude em concurso da prefeitura de Sonora e recomenda suspensão
"Eu não tenho dúvida que o Beto Pereira terá capacidade, se eleito for, de fazer as grandes transformações e reformas que Campo Grande precisa", enfatiza ex-governador.
Política
JD1TV: Reinaldo diz que problemas locais "pesarão mais" que Bolsonaro