Menu
Busca segunda, 25 de maio de 2020
(67) 99647-9098
TJ MS maio20
Geral

PM inicia operação para preservar a ordem nas eleições

28 outubro 2010 - 21h02
Teve início nesta noite, em Campo Grande, uma operação da Polícia Militar para manter a ordem antes, durante e após as eleições. A preocupação é garantir o flagrante porque até o encerramento da eleição nenhum eleitor poderá ser preso ou detido, exceto em casos específicos: flagrante delito, sentença criminal condenatória por crime inafiançável ou desrespeito a salvo-conduto. Por turno, mais de 100 homens de três batalhões trabalham na operação, que teve início em três pontos, Dom Aquino, Jóquei Clube e Praça Aquidauana. “O objetivo é manter a calmaria no período que antecede as eleições, mas vamos ter o policiamento reforçado até a comemoração pós-eleição”, afirma o sub comandante do 9º Batalhão da Polícia Militar, Major Estevão. Ele explicou que por se tratar de uma eleição nacional e por Mato Grosso do Sul ter um eleitorado reduzido em relação ao resto do País, neste segundo turno não existe nenhuma preocupação especial com a possibilidade de compras de votos. Fonte: CG News

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Unimed distribui mais de 9 mil máscaras à clientes e colaboradores
Geral
Vadão morre aos 63 anos vítima de câncer no fígado
Geral
Caixa deposita 2ª parcela de R$ 600 de nascidos em setembro ou outubro
Geral
Correios serão opção para fazer cadastro para auxílio emergencial
Geral
Riedel lança e inaugura obras no interior
Geral
Alcione, Sambô, Projota e outros artistas animam o domingo em lives
Geral
Filho de Bolsonaro termina namoro com influenciadora ex de Eduardo Costa
Geral
Homem morre após rolo compressor passar por cima da barriga dele
Geral
“É mais fácil o MS fechar que a Casa China”, diz diretor do Shopping China
Geral
Estão liberadas as realizações de vistoria de identificação veicular
As vistorias deverão ocorrer fora das instalações das empresas credenciadas

Mais Lidas

Cidade
Nova Lima começa a receber drenagem para novos 20km de asfalto
Política
Por divergências no PSL, Contar pede desfiliação da sigla
Polícia
PM “mete bala” e impede suicídio
Opinião
UM ANTICLINAL