Menu
Menu
Busca quarta, 17 de abril de 2024
Geral

PMA e Imasul suspeitam que dequada possa ter provocado morte de peixes

31 janeiro 2011 - 15h19
Equipes da PMA (Polícia Militar Ambiental) e do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) vão sobrevoar até o final da manhã desta segunda-feira (31) a região onde milhares de peixes amanheceram mortos no Rio Negro, região do Pantanal sul-mato-grossense em Aquidauana. A suspeita é que um fenômeno conhecido como “dequada” possa ter provocado a morte do cardume. O Imasul tem informações de uma grande queimada na região, há 20 dias, o que pode ter desencadeado o processo. De acordo com informações da PMA, esse fenômeno ocorre quando há diminuição do oxigênio da água ocasionado por um aumento de material orgânico. Esse processo na maioria das vezes acontece por causas naturais, como as cheias, que matam e carregam galhos, plantas e outros que entram em decomposição, que envolve microorganismos que utilizam o oxigênio. Entretanto, incêndios e outras atividades humanas podem contribuir para o processo. DE acordo com a Polícia Ambiental, a coleta de substâncias, que será feita pelo Imasul, irá apurar as causas reais da morte dos peixes, tendo em vista que existe a denúncia de que uso de pesticidas também pode ter ocasionado a morte do cardume. Se houver responsabilidades a PMA deverá tomar as providências criminais e administrativas. Fenômeno - Foram vistos pintados, cacharas, dourado, piranha, tuvira, sardinha e até arraias e pacus, que nadam em águas mais profundas, mortos na superfície do Rio Negro em plena época de Piracema. Urbano Vilalba, que mora há 30 anos em uma fazenda da região, conta que os peixes mortos começaram a boiar no rio no dia 26 de janeiro, um quilômetro acima da Fazenda Rio Negro, que sediou a novela Pantanal. “Nunca vimos nada igual”, relata o pantaneiro, que descarta a possibilidade de um fenômeno natural ter causado a mortandade dos peixes. Fonte: CG News

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Emoção toma conta durante reencontro de irmão internados a 20 dias na Capital
Geral
Emoção toma conta durante reencontro de irmão internados a 20 dias na Capital
Lançamento da 12ª Campanha de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais, realizada pelo Sistema Famasul e a Reflore-MS
Geral
Combate a incêndios: Corpo de Bombeiros terá 13 bases em propriedades rurais no Pantanal
Remessas de compras online caíram no Brasil
Geral
Remessas de compras online caíram no Brasil
geraldo 2 1
Justiça
Dispensa de licitação de R$ 2 milhões rende condenação a Geraldo Resende
Fachada da Câmara Municipal de Campo Grande -
Política
Câmara Municipal e TJMS firmam convênio para transmissão de conteúdo na TV aberta
Expogrande 2024: Acrissul fecha balanço e revela faturamento de R$ 576,8 milhões
Geral
Expogrande 2024: Acrissul fecha balanço e revela faturamento de R$ 576,8 milhões
Votação no Senado aconteceu na noite de quarta-feira
Política
Senado vota PEC que criminaliza posse de qualquer quantidade de droga ilícita
Fachada do TCE-MS
Justiça
Ex-prefeito de Paranhos é condenado por irregularidades em contas do FUNDEB
TJMS mantém prisão de "Lobinho" por homicídio em Campo Grande
Justiça
TJMS mantém prisão de "Lobinho" por homicídio em Campo Grande
BBB 14 - Final terá figurino especial e todos os brothers de volta na casa
Geral
BBB 14 - Final terá figurino especial e todos os brothers de volta na casa

Mais Lidas

Acidente aconteceu no Monte Castelo
Polícia
Motociclista que morreu após bater em muro no Monte Castelo pilotava sem CNH
Janaina tinha 40 anos e trabalhava na Semed
Polícia
Identificada motociclista morta que bateu em muro de condomínio no Monte Castelo
Agetran divulga lista de multas aplicadas de 21 a 31 de março
Cidade
Multas de trânsito: saiba se você foi "canetado" entre 21 a 31 de março
Diogo Nantes morreu na hora
Polícia
JD1TV: Jovem morre após carro ser atingido pela haste da lona de um caminhão na MS-164