Menu
Busca terça, 23 de julho de 2019
(67) 99647-9098
Geral

PMA e Imasul suspeitam que dequada possa ter provocado morte de peixes

31 janeiro 2011 - 15h19
Equipes da PMA (Polícia Militar Ambiental) e do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) vão sobrevoar até o final da manhã desta segunda-feira (31) a região onde milhares de peixes amanheceram mortos no Rio Negro, região do Pantanal sul-mato-grossense em Aquidauana. A suspeita é que um fenômeno conhecido como “dequada” possa ter provocado a morte do cardume. O Imasul tem informações de uma grande queimada na região, há 20 dias, o que pode ter desencadeado o processo. De acordo com informações da PMA, esse fenômeno ocorre quando há diminuição do oxigênio da água ocasionado por um aumento de material orgânico. Esse processo na maioria das vezes acontece por causas naturais, como as cheias, que matam e carregam galhos, plantas e outros que entram em decomposição, que envolve microorganismos que utilizam o oxigênio. Entretanto, incêndios e outras atividades humanas podem contribuir para o processo. DE acordo com a Polícia Ambiental, a coleta de substâncias, que será feita pelo Imasul, irá apurar as causas reais da morte dos peixes, tendo em vista que existe a denúncia de que uso de pesticidas também pode ter ocasionado a morte do cardume. Se houver responsabilidades a PMA deverá tomar as providências criminais e administrativas. Fenômeno - Foram vistos pintados, cacharas, dourado, piranha, tuvira, sardinha e até arraias e pacus, que nadam em águas mais profundas, mortos na superfície do Rio Negro em plena época de Piracema. Urbano Vilalba, que mora há 30 anos em uma fazenda da região, conta que os peixes mortos começaram a boiar no rio no dia 26 de janeiro, um quilômetro acima da Fazenda Rio Negro, que sediou a novela Pantanal. “Nunca vimos nada igual”, relata o pantaneiro, que descarta a possibilidade de um fenômeno natural ter causado a mortandade dos peixes. Fonte: CG News
1/4 colchões

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Guarda Municipal faz alerta sobre riscos do uso de cerol nas pipas
Geral
ABO-MS: Nova clínica é sinônimo de modernidade
Geral
Escola Virgílio Alves arrecada mais de 10 mil agasalhos e ganha reforma
Geral
Encontro inédito de transportadoras de MS reúne mais de 20 empresas do setor
Geral
Procon-MS autua Lojas Americanas por divergência de preços
Geral
Tailândia quer investir no ecoturismo e agronegócio de MS
Geral
Pré-contrato de compra da UFN3 deverá ser assinado em agosto
Geral
CAU-MS faz nota contra PEC que extingue conselhos
Geral
Incêndio florestal fere 32 pessoas
Geral
PDV pode custar R$ 9 milhões ao estado

Mais Lidas

Justiça
Por unanimidade, Soraya perde ação na Justiça para suplente
Economia
Abono salarial começa a ser pago na quinta-feira; confira calendário
Geral
Homem chega ao sítio do pai e comete suicídio
Polícia
Pai arrecada R$ 1 mi para tratamento do filho e foge com valor