Menu
Busca segunda, 21 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS setembro20
Geral

PMA e Imasul suspeitam que dequada possa ter provocado morte de peixes

31 janeiro 2011 - 15h19
Equipes da PMA (Polícia Militar Ambiental) e do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) vão sobrevoar até o final da manhã desta segunda-feira (31) a região onde milhares de peixes amanheceram mortos no Rio Negro, região do Pantanal sul-mato-grossense em Aquidauana. A suspeita é que um fenômeno conhecido como “dequada” possa ter provocado a morte do cardume. O Imasul tem informações de uma grande queimada na região, há 20 dias, o que pode ter desencadeado o processo. De acordo com informações da PMA, esse fenômeno ocorre quando há diminuição do oxigênio da água ocasionado por um aumento de material orgânico. Esse processo na maioria das vezes acontece por causas naturais, como as cheias, que matam e carregam galhos, plantas e outros que entram em decomposição, que envolve microorganismos que utilizam o oxigênio. Entretanto, incêndios e outras atividades humanas podem contribuir para o processo. DE acordo com a Polícia Ambiental, a coleta de substâncias, que será feita pelo Imasul, irá apurar as causas reais da morte dos peixes, tendo em vista que existe a denúncia de que uso de pesticidas também pode ter ocasionado a morte do cardume. Se houver responsabilidades a PMA deverá tomar as providências criminais e administrativas. Fenômeno - Foram vistos pintados, cacharas, dourado, piranha, tuvira, sardinha e até arraias e pacus, que nadam em águas mais profundas, mortos na superfície do Rio Negro em plena época de Piracema. Urbano Vilalba, que mora há 30 anos em uma fazenda da região, conta que os peixes mortos começaram a boiar no rio no dia 26 de janeiro, um quilômetro acima da Fazenda Rio Negro, que sediou a novela Pantanal. “Nunca vimos nada igual”, relata o pantaneiro, que descarta a possibilidade de um fenômeno natural ter causado a mortandade dos peixes. Fonte: CG News

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Eletricitários paralisam e exigem transparência de terceirizada da Energisa
Geral
MS aumenta rigor e autuações contra queimadas já superam ano de 2019
Geral
Pré-candidato na capital, Renato Branco morre em decorrência da Covid-19
Geral
Mega-Sena acumula e deve pagar R$ 43 milhões na quarta-feira
Geral
Fernando e Sorocaba fazem live neste domingo; confira outros artistas
Geral
Na pandemia, Thomaz Lanches descobre evasão de 20%
Geral
Luísa Sonza está sendo processada por suposto ato racista
Geral
Live com presidente do TRE abre cobertura das eleições no JD1
Geral
Morador de MS recebe sementes misteriosas da China e governo emite alerta
Geral
Mariano e Jake protagonizam beijo "morno" durante festa em "A Fazenda"

Mais Lidas

Polícia
Carro abandonado é apreendido com 631 kg de maconha
Polícia
Vídeo - Ex-secretário Nelson Tavares tem clínica invadida por ladrão
Polícia
Homem é encontrado morto com tiro no ombro em uma conveniência no Zé Pereira
Economia
FGTS está na conta dos trabalhadores nascidos em dezembro