Menu
Busca domingo, 21 de abril de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Presidente da França anuncia medidas antiterror após morte de atirador

22 março 2012 - 11h14Reuters

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, anunciou nesta quinta-feira (22) que deseja instituir medidas penais para reprimir a apologia ao terrorismo ou o apelo ao ódio e à violência na internet, em viagens ou nas prisões.

"Estes delitos serão castigados penalmente", afirmou o presidente em uma declaração à televisão, logo depois da morte do atirador que estava entrincheirado em Toulouse, decorrente da ação da tropa de elite francesa.

"A partir de agora, qualquer pessoa que consultar páginas na internet que promovam a violência será castigada penalmente", afirmou Sarkozy no palácio do Eliseu.

"Qualquer pessoa que se deslocar para o estrangeiro para seguir trabalhos de doutrinamento de ideologias que levam ao terrorismo será castigada penalmente", acrescentou.

"Com o primeiro-ministro (François Fillon), pedi ao ministro da Justiça que realize uma reflexão profunda sobre a propagação destas ideologias no âmbito carcerário", acrescentou.

Via G1

pmcg - prestação de contas

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Páscoa pode ser farta até para quem tem restrições alimentares
Geral
Meningite mata jornalista conhecido em MS
Geral
Feriado de Páscoa requer atenção redobrada nas estradas
Geral
Simpósio sobre segurança pública acontece na segunda-feira, na capital
Geral
CCR-MSVia é notificada por falta de guichês de atendimento e troco para usuário
Geral
Sindivarejo realiza treinamento para gestão de e-social em maio
Geral
Sete em cada dez internautas pretendem comprar chocolate na Páscoa
Geral
“Em tempos de crise a solução é inovar”, diz empresária
Geral
Unesul, São Luiz e Eucatur são autuadas por não concederem gratuidade a idosos
Geral
Ministério divulga regras para policiamento comunitário

Mais Lidas

Polícia
Corpo de mulher é encontrado amarrado em árvore às margens da BR-262
Polícia
Homem tem mãos decepadas, na fronteira
Polícia
Ex-radialista é morta com 24 facadas pelo sobrinho
Geral
“Em tempos de crise a solução é inovar”, diz empresária