Menu
Menu
Busca domingo, 23 de junho de 2024
TJMS - Jun24
Geral

Prisão de indígena provoca protesto e tentativa de invasão em sede da PF

Confusão de manifestantes começou após prisão decretada por ministro do STF

13 dezembro 2022 - 08h55Vinicius Costa

A prisão do indígena José Acácio Serere Xavante, na noite desta segunda-feira (12), decretada pelo ministro do STF (Superior Tribunal Federal), Alexandre de Moraes, causou revolta em manifestantes e apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, que iniciaram uma onda de protestos em Brasília, no Distrito Federal.

O STF divulgou que o cacique Serere é acusado de “condutas ilícitas em atos antidemocráticos”. A prisão foi solicitada ao Supremo pela Procuradoria-Geral da República pelo prazo de dez dias para garantir a ordem pública.

O indígena teria realizado nos últimos dias manifestações de cunho antidemocrático em frente do Congresso Nacional, no Aeroporto de Brasília, em um shopping e em frente ao hotel onde o presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, está hospedado.

Para a PGR, o cacique “vem se utilizando da sua posição de cacique do Povo Xavante para arregimentar indígenas e não indígenas” para cometer crimes, como ameaças de agressão contra Lula e ministros do STF.

O protesto, que contou com a tentativa de invasão na sede da Polícia Federal, resultou no fechamento do Setor Hoteleiro e parte do Eixo Monumental. A invasão, no entanto, foi controlada por unidades da Polícia Militar que estavam no local, mas os manifestantes colocaram fogo em carros e ônibus.

A Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal informou, por meio de nota, que as forças de segurança reforçaram a atuação em toda área central de Brasília "para controle de distúrbios civis, do trânsito e  de eventuais incêndios. As ações começaram em frente ao edifício-sede da Polícia Federal (PF), em decorrência do cumprimento de mandado de prisão, e se estenderam para outros locais da região central".

JD1 No Celular

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ex-guarda civil municipal Marcelo Rios -
Justiça
Marcelo Rios insiste em julgamento presencial no caso Playboy da Mansão
Divulgação/GCM
Geral
Mais de duas mil pessoas participaram da 2ª edição do Arraial da Alems
Um grupamento do Corpo de Bombeiros trabalha durante a noite protegendo os terrenos das chamas
Geral
Governo Federal atende pedidos de MS e enviará aeronaves e Força Nacional ao Pantanal
Harley-Davidson tem data para fechar na Capital
Geral
Harley-Davidson fechará loja de Campo Grande em julho
Charles foi indiciado por homicídio contra Michelli e tentativa de homicídio contra amigos
Cidade
Juiz desconsidera laudo e condena motorista a 21 anos de prisão por morte na Capital
Apostas podem ser realizadas em casas lotéricas
Geral
Com prêmios milionários, Quina de São João e Mega-Sena serão sorteadas hoje
Motorista de avião morre durante voo
Geral
Piloto de avião morre durante voo e copiloto faz aterrissagem de emergência
Fumaça saindo do alto da torre da Câmara dos Deputados
Geral
Fumaça na torre da Câmara assusta moradores de Brasília
Linn da Quebrada
Geral
Linn da Quebrada é internada para tratar depressão
Rodolpho Mangialardo
Geral
JD1TV: 'MS pela Vida' conserta mais de 200 eletrodomésticos de vítimas das enchentes no RS

Mais Lidas

Moradora de Ponta Porã morre ao ter AVC aos 37 anos
Polícia
Moradora de Ponta Porã morre ao ter AVC aos 37 anos
Cabo Almir e Sargento Santos do 10° Batalhão da Polícia Militar
Polícia
Policial morto estaria envolvido em esquema de tráfico e roubo junto com o sargento
Polícia Civil esteve na empresa em que aconteceu o acidente de trabalho
Polícia
Trabalhador morreu prensado após esquecer de puxar freio de mão de caminhão
Cabo Almir e Sargento Santos do 10° Batalhão da Polícia Militar
Polícia
Policiais militares escoltavam caminhão roubado com drogas em Campo Grande