Menu
Busca sexta, 30 de outubro de 2020
(67) 99647-9098
Sebrae - Bonito
Geral

Queimadas no Pantanal e focos de calor quase dobram em julho

Segundo o Corpo de Bombeiros 99% dos incêndios são provocados pela ação humana

23 julho 2020 - 13h37Flávio Veras, com informações do Governo de MS

Os de focos de calor na região do Pantanal já é 96% superior à registrada em todo o mês de julho do ano passado. Segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), 972 focos de calor ativos foram registrados no bioma até a última quarta-feira (22), em todo julho do ano passado foram: 494.

Segundo o Corpo de Bombeiros Militar, 99% dos incêndios florestais são provocados pela ação humana. Eles acontecem por negligência ou de forma criminosa, é o que avalia o tenente-coronel Fernando Carminatti, relações públicas da Corporação.

Queimas de lavouras para renovação de pasto não permitidas podem sair do controle e gerar incêndios. Já o fogo provocado por pescadores e ribeirinhos, em fogueiras para espantar mosquitos, por exemplo, podem não ser apagados e provocar incêndios grandiosos.

Por isso, os militares pedem consciência da população em relação às queimadas. Como a previsão do tempo para o Pantanal para as próximas semanas é de elevadas temperaturas e umidade relativa do ar com índices abaixo de 30%, a situação tende a se agravar mais na região.

Preocupante

A situação preocupa o Bombeiros, que organiza apoio logístico das Forças Armadas para combater os incêndios florestais. No Pantanal de Corumbá e Ladário, o fogo consome a vegetação de nove pontos considerados críticos: Porto da Manga, Rabicho, Codrasa, norte da Codrasa, Itajiloma/Baía do Tuiuiú, acima do rio no Itajiloma, Maracangalha, Fazenda Califórnia e Escola Jatobazinho.

Sobrevoos nas regiões são feitos com apoio da Marinha do Brasil para verificar o comportamento do fogo e montar estratégias de combate. Por terra, 14 militares apagam as chamas. Eles chegam aos incêndios depois de subirem o rio de barco, em uma viagem que dura mais de uma hora.

O comando dos Bombeiros reforçou o trabalho na região. Além do efetivo de Corumbá, equipes de Aquidauana e Jardim atuam no combate às chamas com brigadistas do Prevfogo. A atuação dos militares acontece nas áreas rural e urbana, que está em alerta por causa do tempo seco.

Trabalho árduo

Em todo o Pantanal, o combate a incêndios florestais é considerado árduo pelos bombeiros por causa de diversas condicionantes. “São locais de difícil acesso que dificultam a mobilidade do efetivo”, explica o comandante da Corporação em MS, coronel Joilson Alves do Amaral.

A grande quantidade de biomassa funciona como combustível para as chamas. As altas temperaturas e o baixo nível do Rio Paraguai são outros fatores que influenciam na proliferação dos incêndios florestais no Pantanal, já que áreas alagadas agora estão secas.

“Esse ano o período de estiagem está mais severo do que no ano passado, quando contamos com apoio dos bombeiros do Mato Grosso, Distrito Federal e São Paulo no combate aos incêndios. O próprio Exército e a Polícia Rodoviária Federal enviaram ajuda”, diz o comandante. 

Em 2020, as Forças Armadas devem ser as únicas a prestar apoio logístico ao Mato Grosso do Sul em relação aos incêndios no Pantanal. Isso porque a estiagem também castiga os estados vizinhos que costumam enviar ajuda, fazendo aumentar o número de incêndios.

CertFica

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Deputado propõe mais uma data dedicada aos cristãos
Geral
Cemitérios terão normas para visitação no Finados
Geral
Munhoz auxilia em socorro de idoso que infartou em conveniência na Capital
Geral
Duas apostas de MS acertam a quina da Mega-Sena e levam mais de R$ 54 mil
Geral
Justiça obriga Gusttavo Lima a deixar mansão para ex e os filhos
Geral
Confira a agenda dos candidatos para esta quinta-feira
Geral
Morre o ex-candidato a prefeito, Aroldo Figueiró
Geral
Justiça manda candidata provar que sabe ler
Geral
Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 45 milhões
Geral
'Lua Azul' dos smurfs poderá ser vista em três dias

Mais Lidas

Política
"Ele fechou a mão duas vezes para me bater", diz candidata sobre Kemp
Polícia
'Benzedeira' faz extorsão e ameaça vítima de morte dizendo ser do PCC
Polícia
PRF intensifica fiscalização nas BR's de MS no feriadão de Finados
Economia
Dólar perde força ao longo do dia, mas fecha em alta novamente