Menu
Menu
Busca domingo, 16 de junho de 2024
Governo - Vazio sanitario Jun24
Geral

Recebendo multas em seu nome, estudante tenta encontrar carro vendido em 2018

"Eu compro o carro de volta, dou recompensa para quem indicar o paradeiro, essa situação está acabando com minha paz", pediu Karen

27 maio 2024 - 13h37Sarah Chaves

Após ter seu carro vendido em 2018 sem receber o valor total e recebendo todas as multas em seu nome, a estudante Karen Paroni Ratier, de 35 anos pede ajuda para localizar um Peugeot 206 prata.

Ao se mudar de Campo Grande para São Paulo, Karen comprou um carro novo, e com a ajuda do pai, procurou vender seu Peugeot 206 de 2001. No entanto, o pai achou um comprador enquanto estava na funilaria fazendo reparos no veículo e vendeu o carro por R$ 8 mil, no entanto, o comprador só pagou R$ 4 mil e sumiu, sem pagar o restante e sem transferir a titularidade do veículo para seu nome.

No final de 2020, o pai de Karen faleceu de Covid-19, e apenas em 2021, quando chegou a primeira multa, ela soube que a venda não tinha sido realizada de forma regular e nenhum contrato foi assinado com o comprador. “Meu pai faleceu no final de 2020 e um ano após a morte dele, chegou a primeira multa. Depois chegou aviso de dívida ativa do IPVA, desde então venho procurando o carro”, alegou.

Sem muitas informações sobre o comprador, Karen conseguiu na funilaria, onde o pai e o comprador se conheceram, o contato dele, porém, ao ligar, foi notificada que o carro já havia sido passado para frente. Ainda segundo o comprador, o restante do dinheiro que era para ser pago, ele gastou consertando o veículo.

Agora Karen segue procurando o carro pois continua recebendo todas as contas em seu nome, e já encontrou o veículo sendo anunciado como bob (carro com dívidas) na internet, e apesar de tentar falar com o anunciante, não teve sucesso.

Karen afirma ainda que quer tentar resolver “sem prejudicar outra pessoa”, e por isso ainda não registrou um boletim de ocorrência sobre o caso. Para quem ver o Peugeot 206, prata, ano 2001 (Placa HSP1984), ligar para Karen no número (67) 999512807. "Eu compro o carro da pessoa de volta, dou recompensa para quem indicar o paradeiro. Essa situação está acabando com meu nome e minha paz", suplicou.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Foto: Pixabay
Geral
Festival do Vinho terá degustação aberta ao público dia 28 de junho na Capital
Foto: Rovena Rosa Agência Brasil
Geral
Enel confirma investimento de R$20 bilhões para acabar com apagões no Brasil
Governador Eduardo Riedel ao lado do prefeito de Batayporã, Germino Roz
Geral
Investimento de R$ 23,3 milhões deve solucionar enchentes em Batayporã
Projeto busca incentivar consumo de plantas não convencionais
Geral
Projeto busca incentivar consumo de plantas não convencionais
Homem agride a esposa após achar que ela pegou sua carteira em Dourados
Geral
Homem agride a esposa após achar que ela pegou sua carteira em Dourados
Governador Eduardo Riedel na 46° edição da Expotrês
Geral
Na Expotrês, Riedel elogia inovações que aumentam produtividade do agro
Força-tarefa vai avaliar os pedidos de imigrantes acampados no Aeroporto de Guarulhos
Geral
Força-tarefa vai avaliar os pedidos de imigrantes acampados no Aeroporto de Guarulhos
JD1TV: "Caixa elétrica" aberta assusta transeuntes
Geral
JD1TV: "Caixa elétrica" aberta assusta transeuntes
Grupo convoca ato "Criança não é mãe" contra o PL 1904 neste sábado na Capital
Geral
Grupo convoca ato "Criança não é mãe" contra o PL 1904 neste sábado na Capital
Passageiros desmaiam de calor após 3 horas dentro de avião sem ar-condicionado
Geral
Passageiros desmaiam de calor após 3 horas dentro de avião sem ar-condicionado

Mais Lidas

IMAGENS FORTES: mulher morre após ser devorada por rottweilers em casa de prostituição
Polícia
IMAGENS FORTES: mulher morre após ser devorada por rottweilers em casa de prostituição
JD1TV: Jovens morrem ao caírem de 12 metros de altura enquanto esperavam show em boate
Internacional
JD1TV: Jovens morrem ao caírem de 12 metros de altura enquanto esperavam show em boate
À polícia, homem contou que disparo foi acidental, versão que é contestada por amigos da vítima
Polícia
Homem que deu tiro na cabeça de esposa passou em bar antes de voltar para local do crime
Vítima, que era pessoa com deficiência, não tinha família na Capital e era próxima dos vizinhos
Polícia
Marido de mulher baleada na cabeça já havia quebrado perna da vítima