Menu
Menu
Busca sábado, 20 de julho de 2024
Secovi - Julho24
Geral

Reinaldo acredita em solução após apresentar demandas em Brasília

Na capital federal, o governador tratou de Lei Kandir, duplicação de rodovia e rio Taquari

22 fevereiro 2019 - 12h42Da redação com informações da assessoria

Depois de cumprir agenda em Brasília, o governador Reinaldo Azambuja retorna a Mato Grosso do Sul crendo solução favorável para as demandas relacionadas à Lei Kandir, à duplicação da BR-163 e à recuperação da Bacia do rio Taquari.

Junto a outros 11 governadores, o gestor sul-mato-grossense conseguiu no Supremo Tribunal Federal (STF) a garantia de intermediação do ministro Gilmar Mendes em busca de acordo com a União sobre a compensação de impostos da Lei Kandir, que isenta o pagamento de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), as exportações de produtos primários e semielaborados ou serviços.

O governante seguiu trabalhando em consonância com a bancada federal do estado para assegurar a retomada das obras de duplicação da BR-163, que estão sob a responsabilidade da CCR MSVia. A companhia assumiu administração da rodovia em 2014 com direito de exploração de pedágios em troca de investimentos na duplicação, que não foi concluída.

Em audiência com o presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro José Múcio Monteiro, que contou com as presenças do ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e dos governadores de Goiás e Mato Grosso, Ronaldo Caiado e Mauro Mendes, ficou definida uma força tarefa do Governo Federal para uma revisão contratual com a empresa concessionária da rodovia.

Reinaldo Azambuja conseguiu ainda a abonação do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles para a recuperação da Bacia Hidrográfica do Rio Taquari, assoreada há mais de 40 anos, com grave dano ambiental ao Estado. Em reunião com o governador, Salles afirmou que é prioridade da pasta regenerar a região e disse que recursos de multas ambientais, já disponíveis em caixa, serão utilizados no projeto.

Com os ministros Onyx Lorenzoni (Casa Civil) e Paulo Guedes (Economia), Reinaldo Azambuja deixou claro que a proposta de reforma da Previdência da União deve incluir interesses de estados e municípios.

Reportar Erro
Digix - Julho24

Deixe seu Comentário

Leia Também

Apresentar e dono do SBT, Silvio Santos
Geral
Médicos decidem manter Silvio Santos internado
Imagem Ilustrativa
Geral
Gabinete de Segurança emite alerta com orientações sobre apagão cibernético
Hospital São Julião, em Campo Grande
Geral
São Julião elege diretoria hoje
Motoristas podem ter vínculo empregático com os apps
Geral
Além de bancos, Uber também apresenta instabilidade nesta sexta-feira
Nhaum: Jornalista é mordido ao vivo em reportagem de cão alvo de ameaças; vídeo
Geral
Nhaum: Jornalista é mordido ao vivo em reportagem de cão alvo de ameaças; vídeo
Bilhete de aposta da Mega-Sena
Geral
Mega-Sena acumula mais uma vez e prêmio atinge R$ 53 milhões
Palco Giratório apresenta "Nuvem de Pássaros" no Glauce Rocha nesta sexta (19)
Geral
Palco Giratório apresenta "Nuvem de Pássaros" no Glauce Rocha nesta sexta (19)
Somados, os investimentos somam mais R$ 24,8 milhões para obras de pavimentação asfáltica, restauração de pavimento, drenagem e obras em rodovias
Geral
Governo homologa licitações para obras em Eldorado, Pedro Gomes e Fátima do Sul
Vereador Claudinho Serra
Justiça
Assessor de Claudinho Serra pede 'absolvição' em caso de corrupção em Sidrolândia
"Apagão" no Morenão e Pioneiros pode ter sido causado por pipa
Geral
"Apagão" no Morenão e Pioneiros pode ter sido causado por pipa

Mais Lidas

Reprodução/Instagram
Esportes
Dispensado pelo Athletico, Bruninho Samudio assina com o Botafogo
A nova edição será neste sábado (20), em Campo Grande
Comportamento
'Desapega Campo Grande' vai reunir mais de 100 expositores com peças a partir de R$ 1
Copa do Brasil
Esportes
Oitavas de final da Copa do Brasil 2024: veja confrontos
Divulgação da nova loja na Capital
Comportamento
JD1TV: Nova loja de sex shop da Capital divide opiniões após divulgação inusitada