Menu
Busca sexta, 24 de maio de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Reinaldo acredita em solução após apresentar demandas em Brasília

Na capital federal, o governador tratou de Lei Kandir, duplicação de rodovia e rio Taquari

22 fevereiro 2019 - 12h42Da redação com informações da assessoria

Depois de cumprir agenda em Brasília, o governador Reinaldo Azambuja retorna a Mato Grosso do Sul crendo solução favorável para as demandas relacionadas à Lei Kandir, à duplicação da BR-163 e à recuperação da Bacia do rio Taquari.

Junto a outros 11 governadores, o gestor sul-mato-grossense conseguiu no Supremo Tribunal Federal (STF) a garantia de intermediação do ministro Gilmar Mendes em busca de acordo com a União sobre a compensação de impostos da Lei Kandir, que isenta o pagamento de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), as exportações de produtos primários e semielaborados ou serviços.

O governante seguiu trabalhando em consonância com a bancada federal do estado para assegurar a retomada das obras de duplicação da BR-163, que estão sob a responsabilidade da CCR MSVia. A companhia assumiu administração da rodovia em 2014 com direito de exploração de pedágios em troca de investimentos na duplicação, que não foi concluída.

Em audiência com o presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro José Múcio Monteiro, que contou com as presenças do ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e dos governadores de Goiás e Mato Grosso, Ronaldo Caiado e Mauro Mendes, ficou definida uma força tarefa do Governo Federal para uma revisão contratual com a empresa concessionária da rodovia.

Reinaldo Azambuja conseguiu ainda a abonação do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles para a recuperação da Bacia Hidrográfica do Rio Taquari, assoreada há mais de 40 anos, com grave dano ambiental ao Estado. Em reunião com o governador, Salles afirmou que é prioridade da pasta regenerar a região e disse que recursos de multas ambientais, já disponíveis em caixa, serão utilizados no projeto.

Com os ministros Onyx Lorenzoni (Casa Civil) e Paulo Guedes (Economia), Reinaldo Azambuja deixou claro que a proposta de reforma da Previdência da União deve incluir interesses de estados e municípios.

Fac Feijoada 2019

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Ciclista tem a cabeça esmagada por carreta em acidente
Geral
Parque das Nações terá memorial da Sanesul
Geral
Coronel David percorrerá o estado em apoio a Bolsonaro, no fim de semana
Geral
Usuários reclamam de excesso de ligações e Claro tem 15 linhas bloqueadas
Geral
Caminhão pega fogo na MS-395 e chamas atingem vegetação
Geral
Vídeo mostra onça morta em rodovia da capital
Geral
Procon-MS notifica 16 postos no norte de MS
Geral
Agehab suspende inscrição durante processo de seleção de residências
Geral
Associação de moradores receberá metade do salário de Reinaldo, em junho
Geral
Estado entrega projeto que prorroga abono por mais 12 meses

Mais Lidas

Geral
Bosque dos Ipês terá exposição de animais marinhos de dez metros
Polícia
Homem bêbado pede para descansar e morre no sofá do vizinho
Clima
Temperatura volta a cair nesta quarta-feira, em Mato Grosso do Sul
Polícia
Massacre deixa seis mortos na fronteira