Menu
Busca quinta, 05 de agosto de 2021
(67) 99647-9098
Geral

Senai de MS recebe auxílio do Senai de MG para implantação do “Lean Educacional”

O projeto foi baseado no Programa Brasil Mais Produtivo com foco em melhoria de produtividade nas indústrias

25 outubro 2018 - 08h51Da Redação com Assessoria

Pensando em aumentar a produtividade dos alunos nas aulas práticas, aumentando a qualidade do ensino e otimizando recursos, a equipe educacional do Senai de Mato Grosso do Sul recebeu, nesta quarta-feira (24) e quinta-feira (25), a visita do analista de projetos educacionais do Senai mineiro, Marcos Newton Junior Moreira Mendes, para receber auxílio na implantação do projeto Lean Educacional.

Segundo Marcos Newton Mendes, o projeto foi baseado no Programa Brasil Mais Produtivo, desenvolvido pelo Senai com foco em melhoria de produtividade nas indústrias e que já está presente em 70 unidades da instituição no País. “Foi uma metodologia que desenvolvemos a partir do Brasil Mais Produtivo tentando identificar os desperdícios existentes na parte prática das aulas do Senai e identificamos que os alunos têm um aproveitamento médio de um terço do que é proposto, ou seja, se temos 300 horas aula, o aluno aproveita apenas 100 horas e 200 horas são desperdiçadas”, explicou.

Dentro do desperdício, o analista do Senai de Minas Gerais aponta excesso de processamento, movimentação, conversas, atrasos e outras coisas. “Então o trabalho é identificar esses desperdícios e quebrar esse paradigma. É programa muito válido porque ele, além de dar um resultado de qualidade para o aluno, terá um impacto direto na indústria, porque já estamos formando um profissional com essa ideia de produtividade”, completou.

Na avaliação da gerente de educação do Sistema Fiems, Simone Cruz, o projeto será implantado inicialmente como um curso piloto nas unidades do Senai de Campo Grande, Corumbá, Dourados, Naviraí e Três Lagoas. “É uma normativa para ganharmos qualidade de gestão e organização que tem de fazer parte da metodologia de aprendizados dos alunos. Ter isso dentro do dia a dia da sala de aula só traz para o Senai maior qualidade na formação dos jovens. Não vamos dar um curso de lean manufacturing ou manufatura enxuta, mas vamos fazer com que isso faça parte do dia a dia da sala de aula, mudando toda uma postura de organização institucional, a performance dos professores e o aprendizado dos alunos”, afirmou.

Segundo o gerente do Senai de Campo Grande, Hélio Pereira Vilaça, o projeto será iniciado na unidade pelo curso de metal mecânica. “Vamos utilizar a ferramenta utilizada no Brasil Mais Produtivo, que agora será aplicada na área da educação. Isso vai trazer uma redução dos nossos custos, eliminando os desperdícios. Vemos isso com bons olhos e já estamos formando multiplicadores para expandirmos para todos os cursos, porque além da redução dos custos, já preparamos o aluno para essa metodologia que é utilizada nas indústrias”, ressaltou.

 

Sennar - queimada

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Vídeo: Professoras não notam criança se afogando em piscina de creche
Geral
Bitto fará palestra na Bahia
Geral
A urna eletrônica é segura? Entenda "tintim por tintim" como funciona
Geral
Governo de MS esclarece contrato com empresa investigada pela PF
Geral
Morre dona Telma, sogra de Carlinhos Maia, após cirurgia
Geral
Vídeo - 'Ódio destilado na internet': Cantora faz alerta após suicídio do filho
Geral
Programa 'Incentiva+MS Turismo' finaliza inscrições no domingo
Geral
Homem é morto a tiros pelo filho de 14 anos em condomínio de luxo
Geral
Bolsa Família pode chegar a R$ 400
Internacional
Vídeo: ‘Vem de chicote, algema, corda de alpinista’, policiais são pegos transando em viatura

Mais Lidas

Internacional
Vídeo: ‘Vem de chicote, algema, corda de alpinista’, policiais são pegos transando em viatura
Internacional
‘A bonequinha não sabe brincar’, homem quebra pênis durante noite selvagem
Geral
Morre o advogado Marco Antônio na capital
Brasil
Vídeo: Amor de mãe? Casal homoafetivo tortura e mata menino de 7 anos