Menu
Menu
Busca sábado, 13 de abril de 2024
Geral

Toque de Midas II: superfaturamento na compra de livros chega a 367%, diz PF

O superfaturamento ocorreu na compra de 1,4 mil livros sobre educação ambiental

03 maio 2017 - 13h59Da redação com Agência Brasil

Na manhã desta quarta-feira (3) Polícia Federal (PF) e o Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU) deflagraram a Operação Toque de Midas II, em Paranhos, cidade a 477 km de Campo Grande. Durante a ação, que visa apurar fraudes em licitações de materiais escolares, a polícia constatou que em apenas em apenas um dos itens dos pregões, o superfaturamento foi de mais de 367%.

Anda segundo a polícia o superfaturamento ocorreu na compra de 1,4 mil livros sobre educação ambiental. Considerando os cerca de R$ 84 mil pagos indevidamente, o valor seria suficiente para a compra de mais de 5,2 mil exemplares ao preço normalmente praticado pelo mercado.

Segundo a investigação da PF, a prefeitura pode ter desviado R$ 270 mil em licitações na área de educação. Hoje foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão em órgãos públicos, estabelecimentos comerciais e residências localizados no município de Paranhos e na capital Campo Grande, além do sequestro de valores em contas bancárias de duas empresas.

A fiscalização constatou irregularidade em dois pregões realizados em 2015 para aquisição de kits escolares e livros paradidáticos, destinados à rede municipal de ensino de Paranhos. Entre as fraudes apuradas, estão a manipulação das cotações de preços, com objetivo de elevar o valor de referência da licitação, e o  superfaturamento e sobrepreço.

Segundo o secretário de Governo da prefeitura de Paranhos, Aldinar Ramos Dias, os desvios ocorreram na gestão anterior. "A equipe de licitação foi toda substituída e o prefeito [Dirceu Bettoni] tem prezado pela transparência", afirmou.

A primeira fase da operação ocorreu no início de abril. A ação teve por objetivo desarticular organização criminosa especializada em fraudar licitações de merenda escolar, no município de Paranhos (MS). O prejuízo estimado foi de R$ 400 mil.

O nome da operação faz referência à expressão oriunda da mitologia grega, ao simbolizar que o enriquecimento fácil pode se voltar contra o beneficiado, como castigo pela ganância.

 

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Escritora permanece hospitalizada
Geral
Escritora faz primeiro post após ataque de pitbulls e diz que está bem
Ministro Luis Roberto Barroso
Geral
Regulação da IA precisa proteger direitos fundamentais, diz Barroso
Bilhete de aposta da Mega-Sena
Geral
Mega-Sena sorteia prêmio acumulado de R$ 56 milhões neste sábado
Avião movido a hidrogênio fará o primeiro voo ao redor do mundo com zero emissões
Geral
Avião movido a hidrogênio fará o primeiro voo ao redor do mundo com zero emissões
Madonna
Geral
Madonna pede para brasileiros não falarem português durante show
Ponte da BR-262, que passa pelo Rio Paraguai, será interditada neste sábado
Geral
Ponte da BR-262, que passa pelo Rio Paraguai, será interditada neste sábado
Faustão sai do hospital
Geral
Após 47 dias internado, Faustão recebe alta do hospital
Cidade de Terenos
Geral
Governo homologa licitação para projeto de pavimentação da MS-355 e MS-270
Efetividade do judiciário de MS é destaque no Mês Nacional do Júri
Justiça
Efetividade do judiciário de MS é destaque no Mês Nacional do Júri
Lula
Geral
Lula embarca para a Colômbia na terça-feira

Mais Lidas

JD1TV: Peladão, homem é flagrado correndo com bumbum de fora na Mascarenhas de Moraes
Geral
JD1TV: Peladão, homem é flagrado correndo com bumbum de fora na Mascarenhas de Moraes
JD1TV: Homem que colocou fogo na ex-mulher se joga da ponte após cometer crime
Polícia
JD1TV: Homem que colocou fogo na ex-mulher se joga da ponte após cometer crime
Artistas confirmadas na Expogrande 2024
Comportamento
Expogrande 2024 divulga programação dos shows; confira as datas
Acidente congestionou rodovia
Polícia
AGORA: Grave acidente deixa pessoas mortas na BR-163, próximo a Anhanduí