Menu
Busca sábado, 20 de abril de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Vídeo: Incêndio destrói loja na área central de Corumbá

“Perdi o trabalho de toda uma vida", disse o dono do estabelecimento ao ver seu imóvel em chamas

11 dezembro 2018 - 11h54Da Redação

Na tarde desta segunda-feira (10), um incêndio destruiu a loja Tentação, que vende de tudo, desde tecido até alimentos, na área central de Corumbá, que teria iniciado após a explosão de uma garrafa de álcool no interior da loja. As chamas começaram pela parte superior do prédio, onde ficava o depósito de produtos que, aliás, nessa época do ano dedicada às festas e próxima ao carnaval, e já havia reforçado todo o estoque.

Imediatamente as labaredas se alastraram atingindo toda a loja,  sendo necessário a presença de quatro viaturas dos bombeiros e até ajuda da Marinha do Brasil para tentar conter as chamas, entretanto, o fogo alastrou e consumiu tudo, atingindo alguns imóveis vizinhos. 

“Perdi o trabalho de toda uma vida. Minha, de minha esposa, minha família”, ressaltou o empresário Nasser Safa ao tentar descrever o sentimento enquanto acompanhava o trabalho de combate ao fogo e rescaldo do incêndio que destruiu a loja.

Muito abalado com a perda, o empresário disse não ser possível calcular os prejuízos, que vão além dos produtos e estruturas do prédio histórico. “Foram-se documentos, fotos de família junto com o fogo”, afirmou ao lembrar que a Tentação estava com 20 anos de existência desde que surgiu em 1998 como uma loja de produtos a R$ 1,99. 

“Você imagina chegar com vinte e poucos anos de idade e agora com mais de 50 perder tudo o que você conseguiu com muito trabalho?”, declarou Nasser ao confirmar que a loja não tinha seguro. “A ficha ainda não caiu”, comentou o empresário

O Corpo de Bombeiros de Corumbá informou que em quatro horas e meia de combate ao incêndio na Loja Tentação, foram gastos pelo menos 90 mil litros de água pelos caminhões-tanques da própria corporação, da Marinha, Exército, Sanesul, Infraero e Equipe Engenharia. Polícia Militar, Agetrat e Guarda Municipal que também deram apoio ao trabalho, cuidando do isolamento do quarteirão. 

O trabalho de rescaldo entrou pela madrugada e segue pela manhã desta terça-feira (11). Nessa fase, apenas os bombeiros seguem realizando a ação, porém com muita cautela devido às grandes possibilidades de desabamento existentes no local. A Agetrat permanece interditando, agora, a quadra onde se localizava a loja, na rua 13 de Junho, entre as ruas Antônio Maria e Antônio João. Nos arredores, o cheiro de fumaça ainda é bastante intenso.

pmcg - prestação de contas

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Simpósio sobre segurança pública acontece na segunda-feira, na capital
Geral
CCR-MSVia é notificada por falta de guichês de atendimento e troco para usuário
Geral
Sindivarejo realiza treinamento para gestão de e-social em maio
Geral
Sete em cada dez internautas pretendem comprar chocolate na Páscoa
Geral
“Em tempos de crise a solução é inovar”, diz empresária
Geral
Unesul, São Luiz e Eucatur são autuadas por não concederem gratuidade a idosos
Geral
Ministério divulga regras para policiamento comunitário
Geral
PRF inicia a "Operação Semana Santa" nas rodovias federais de MS
Geral
Siqueira contesta financiamento para beneficiar caminhoneiros
Geral
Fiems apresenta projeto e firma parceria com Prefeitura de Ponta Porã

Mais Lidas

Polícia
Corpo de mulher é encontrado amarrado em árvore às margens da BR-262
Geral
“Em tempos de crise a solução é inovar”, diz empresária
Cidade
Morre no Rio, aos 40 anos, MC Sapão
Polícia
Jovem tem bicicleta furtada em estacionamento de supermercado