Menu
Busca segunda, 20 de maio de 2019
(67) 99647-9098
Internacional

Guaidó diz ter apoio de militares para derrubar Maduro

O autoproclamado presidente da Venezuela gravou vídeo com militares

30 abril 2019 - 09h36Joilson Francelino, com informações da Agência Brasil

Em mensagem de vídeo acompanhado de vários militares dissidentes, o autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, afirmou nesta terça-feira (30) que militares deram "finalmente e de vez o passo" para acompanhá-lo e conseguir "o fim definitivo da usurpação" do governo de Nicolás Maduro. Enquanto isso, o governo chavista disse estar "enfrentando e desativando" um plano de golpe de "militares traidores".

"Hoje, valentes soldados, valentes patriotas, valentes homens apegados à Constituição acudiram ao nosso chamado", disse Guaidó num vídeo de três minutos divulgado no Twitter, aparentemente gravado pouco antes do amanhecer na base militar La Carlota, no leste Caracas. "O momento é agora. A cessação definitiva da usurpação começou hoje."

"São muitos os militares. A família militar de uma vez [por todas] deu o passo. A todos aqueles que estão nos ouvindo: é o momento, o momento é agora, não só de calma, mas de coragem e sanidade para que chegue a sanidade à Venezuela. Deus os abençoe, seguimos adiante. Vamos recuperar a democracia e a liberdade na Venezuela", disse o líder da oposição.

"As Forças Armadas tomaram a decisão correta e podem contar com o apoio do povo da Venezuela, o apoio da nossa Constituição, a garantia de que estão do lado certo da história. Hoje, como presidente da Venezuela, como legítimo comandante em chefe das Forças Armadas, convoco todos os soldados, toda família militar, a nos acompanhar nesta façanha como sempre fizemos, no marco da Constituição, no marco da luta não violenta", afirmou Guaidó.

Na mensagem, Guaidó convocou às ruas todos os venezuelanos que se comprometeram nas últimas semanas a se manifestar para exigir a saída de Maduro.

"Povo da Venezuela, é necessário que todos saiamos às ruas, apoiemos a democracia e recuperemos nossa liberdade. Organizados e unidos, devemos nos deslocar às principais instalações militares. Povo de Caracas, todo mundo para La Carlota", convocou Guaidó.

Fac Feijoada 2019

Deixe seu Comentário

Leia Também

Internacional
Ônibus de turismo foi atingido por bomba, no Egito
Internacional
Papa diz que liberdade de imprensa é vital
Internacional
Cristina Kirchner anuncia candidatura à vice-presidência da Argentina
Internacional
Por engano, funcionário serve vinho de 5.100 euros a clientes
Internacional
“Ser presidente foi um milagre”, diz Bolsonaro ao receber prêmio
Internacional
Prefeito de Dallas recusa-se a dar as boas vindas a Bolsonaro, segundo Veja
Internacional
Morre deputado argentino que sofreu ataque a tiros em Buenos Aires
Internacional
Imagem forte - Homem tenta se suicidar e arranca o próprio olho
Internacional
Vídeo mostra momento em que avião, em chamas, pousa em aeroporto
Internacional
França vai proibir patinetes elétricos em calçadas

Mais Lidas

Polícia
Travesti é encontrada morta na madrugada deste domingo
Cidade
Inscrições para sorteio de apartamentos na capital encerram terça-feira
Brasil
Menores vítimas de violência sexual costumam mostrar sinais
Geral
Universidade leva serviços gratuitos à comunidade no próximo dia 25