Menu
Busca terça, 23 de julho de 2019
(67) 99647-9098
Internacional

Militares manifestam apoio a Maduro

Até a manhã desta quinta-feira, sete comandantes declararam lealdade ao presidente venezuelano

24 janeiro 2019 - 16h51Da redação com informações da Agência Brasil

Comandantes militares de várias regiões da Venezuela vieram a público, na manhã desta quinta-feira (24), para jurar lealdade ao presidente Nicolás Maduro, que reconhecem como chefe em exercício constitucionalmente eleito.

Até esta manhã, sete comandantes manifestaram apoio a Maduro. Ao falar, cada um deles estava cercado por subordinados, alguns, por centenas de militares. “Juramos lealdade à pátria, à Constituição e às leis da República”, disse o general Manuel Gregório Bernal Martínez, comandante da região que reúne os estados de Mérida, Táchira e Trujillo.

O general ainda ressaltou que a Venezuela é um país democrático cujo presidente é eleito apenas por seu povo. “Por meio do voto livre e secreto, elegeu o cidadão Nicolás Maduro Moros como presidente”, acrescentou o general.

O comandante da região de Los Llanos, general Víctor Palacio García, ratificou irrestrito apego à Constituição e às leis da República venezuelana. “Rechaçamos categoricamente todo o tipo de ato ilegal adverso à vontade do povo soberano e a qualquer ato que atente contra a instabilidade da Nação”, destacou.

García  ressaltou que as Forças Armadas da Venezuela se fundamentam em três pilares: a obediência, a disciplina e a subordinação. "Por isso, honrando a tradição de nossa instituição, somos a garantia de estabilidade, independência, soberania e paz. Neste sentido, só reconhecemos e ratificamos lealdade absoluta ao presidente constitucional Nicolás Maduro Moros”, acrescentou.

O comandante da Região Estratégica de Defesa Integral Central, que abarca os estados de Aragua, Carabobo e Yaracuy, Domingo Hernández Lárez, também se pronunciou cercado por soldados, suboficiais e oficiais. Afirmando falar em nome dos “mais de 247 mil homens e mulheres do Exército, Armada, Aviação, Guarda Nacional e Milícias Bolivarianas pertencentes ao território sob seu comando”, Lárez disse que os militares “fiéis a suas convicções e juramento de fidelidade” proclamam lealdade e subordinação absoluta a Maduro. “Eleito pelo povo, é ele o único que ostenta o mando direto e supremo da Força Armada Nacional Bolivariana. Meu comandante, conte com esta região para apoiá-lo em seu esforço diário para lograr a estabilidade e o fortalecimento de nossa pátria.”

No mesmo tom, pronunciou-se o general Jesús Mantilla Olivero, comandante da região de Guayana (Amazonas, Bolívar e Delta Amacuro). Olivero ratificou “o compromisso, lealdade e subordinação ao presidente constitucional Nicolás Maduro”.

Roberto Carlos

Deixe seu Comentário

Leia Também

Internacional
Brasil garante seis medalhas na Olimpíada Internacional de Matemática
Internacional
Petrobras não abasteceu navios iranianos para evitar sanções
Internacional
Autor de incêndio em estúdio no Japão disse ter sido plagiado
Internacional
Após matar namorada, rapaz posta foto de cadáver nas redes sociais
Internacional
Ex-presidente peruano é preso nos EUA
Internacional
Reviva é apresentado na Ásia Ocidental
Internacional
Estrela da Disney, Cameron Boyce morre aos 20 anos
Internacional
O Terremoto mais potente que já ocorreu em 20 anos
Internacional
Agricultores de Portugal vão cobrar do governo prejuízos causados por javalis
Internacional
Militares brasileiros vão à Espanha ouvir sargento preso com drogas

Mais Lidas

Justiça
Por unanimidade, Soraya perde ação na Justiça para suplente
Economia
Abono salarial começa a ser pago na quinta-feira; confira calendário
Geral
Homem chega ao sítio do pai e comete suicídio
Polícia
Pai arrecada R$ 1 mi para tratamento do filho e foge com valor