Menu
Menu
Busca quinta, 23 de maio de 2024
Camara Maio24 - TV camara
Justiça

AGU pede R$ 2,3 milhões a réus de feminicídio por gastos com dependentes das vítimas

Nos pedidos, órgão explica que "não é adequado que o conjunto da sociedade tenha que arcar" com os gastos e os presos não

08 março 2023 - 17h23Pedro Molina

A Advocacia-Geral da União acionou a Justiça nesta quarta-feira (8) para pedir que 12 réus por feminicídio paguem um total de R$ 2,3 milhões aos cofres públicos por gastos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) com pensão de morte aos dependentes das vítimas.

 Nos pedidos, elaborados com informações da Polícia Civil do Distrito Federal, a AGU considera como “alarmantes” os dados obtidos sobre os feminicídios cometidos no Brasil em 2022, e que “sem os óbitos causados pela ação dolosa dos réus a pensão por morte não teria sido necessária, de modo que não é adequado que o conjunto da sociedade tenha que arcar com o ônus econômico-social de benefício que só é pago em razão da conduta criminosa dos indivíduos”.

Um dos casos que motivou a ação da AGU é o do assassinato de uma mulher a facadas em 2021, morta pelo seu companheiro com quem estava em uma união estável há sete anos, em frente do seu filho adolescente.

“Em tais casos, locupletamento há, em verdade, da parte do causador do dano, que se furtará de arcar com o prejuízo a que deu ensejo, buscando onerar a integralidade dos filiados”, diz um dos trechos da ação.

 

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Posse de Livio é suspensa e Gian Sandim deve assumir
Política
Posse de Livio é suspensa e Gian Sandim deve assumir
R$ 314 milhões "esquecidos" em processos podem ser devolvidos à população de MS
Justiça
R$ 314 milhões "esquecidos" em processos podem ser devolvidos à população de MS
Dos R$ 6 milhões desviados, Gaeco recuperou R$ 800 mil até as primeiras horas da investigação
Justiça
Para 'desbaratar' grupo de Cezário, Gaeco fez monitoramento em campo
Silas e Aysla foram mortos por engano
Polícia
Grupo que matou adolescentes por engano são isolados na Gameleira
Treta no estabelecimento terminou com um homem ferido e um PM preso
Justiça
PM pede absolvição após ferir homem em confusão de bar na Capital
Vereador Lívio Leite
Justiça
Gian Sandim pede que Justiça 'suste' posse de Dr. Lívio na Câmara de Campo Grande
STF; justiça
Justiça
STF classifica ações simultâneas contra jornalistas como abusivas
Sede do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul - TCE/MS
Justiça
TCE-MS suspende leilão de veículos em Paranaíba por indícios de irregularidades
 Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MPMS) -
Interior
Prefeitura de Bandeirantes é multada em R$ 1 milhão por poluição ambiental
Produtor rural investigado por supressão de vegetação fecha acordo de R$ 10 mil com MPMS
Interior
Produtor rural investigado por supressão de vegetação fecha acordo de R$ 10 mil com MPMS

Mais Lidas

Amalha era corretora de imóveis
Polícia
Mulher encontrada morta no Porto Seco era corretora de imóveis
Rapper morr3 após atirar na cabeç4 ao gravar vídeo; assista
Geral
Rapper morr3 após atirar na cabeç4 ao gravar vídeo; assista
Amalha trabalhava como corretora de imóveis
Polícia
Corretora assassinada iria encontrar 'ex-paquera' para cobrar dívida de R$ 20 mil
O motociclista foi carbonizado durante a colisão
Polícia
Pneu estourado teria causado acidente que matou motociclista carbonizado na BR-163