Menu
Menu
Busca sábado, 13 de abril de 2024
Justiça

Caixa pagará R$ 10 milhões ao MPT por casos de assédio praticados por Guimarães

Processo deve ser assinado nos próximos dias e enviado à Justiça do Trabalho para homologação

06 março 2023 - 14h11Pedro Molina

A Caixa Econômica Federal fechou um acordo com o Ministério Público do Trabalho (MPT) e irá pagar R$ 10 milhões para encerrar o processo que está respondendo pelos casos de assédio sexual e moral praticados pelo ex-presidente da instituição, Pedro Guimarães.

O acordo já havia sido aprovado por instâncias internas do banco na última semana, e deverá ser assinado nos próximos dias. Assim que foi assinado, o processo será submetido à Justiça do Trabalho para homologação.

O valor, no entanto, é muito menor que os R$ 300 milhões de indenização por danos coletivos solicitados na ação movida pelo MPT, porém, devido ao tempo que um processo do tipo pode levar, os procuradores e o banco resolveram encontrar um meio termo e encerrar o processo nesse acordo.

A Caixa ainda se comprometeu a adotar medidas efetivas de combate ao assédio sexual dentro do banco.

O valor será investido pelo MPT em projetos sociais escolhidos a partir de chamadas públicas.

 

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

STF inicial julgamento que decidirá se filhas trans devem receber pensão militar
Justiça
STF inicial julgamento que decidirá se filhas trans devem receber pensão militar
Defensores públicos veem iniciativa de Aras como uma ameaça ao acesso à Justiça para as pessoas pobres e vulneráveis
Justiça
PGR defende que STF derrube o marco temporal
Eduardo Cunha
Justiça
Em entrevista, Eduardo Cunha diz acreditar na inocência de Chiquinho Brazão
Efetividade do judiciário de MS é destaque no Mês Nacional do Júri
Justiça
Efetividade do judiciário de MS é destaque no Mês Nacional do Júri
STJ reconhece decisão do TJ sobre caso Solurb
Justiça
STJ reconhece decisão do TJ sobre caso Solurb
Divulgação -
Justiça
TJMS lança aplicativo "e-Mandado" para aprimorar o cumprimento de mandados judiciais
Sede do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul - TCE/MS
Interior
TCE-MS aplica multa a secretário de educação por falhas na gestão de fundo educacional
Abordagem policial com base em gênero ou cor da pele é proibida pelo STF
Justiça
Abordagem policial com base em gênero ou cor da pele é proibida pelo STF
Imagem Ilustrativa
Justiça
União deve indenizar vítimas de operações policiais, determina STF
Vereador Claudinho Serra
Justiça
Prisão de Claudinho Serra é defendida por juiz de Sidrolândia em manifestação ao TJMS

Mais Lidas

Artistas confirmadas na Expogrande 2024
Comportamento
Expogrande 2024 divulga programação dos shows; confira as datas
Mulher encontrada morta em casa no Itamaracá teve um infarto
Polícia
Mulher encontrada morta em casa no Itamaracá teve um infarto
AGORA: Mulher é encontrada morta em casa no Itamaracá
Polícia
AGORA: Mulher é encontrada morta em casa no Itamaracá
Homem mente que foi sequestrado e estuprado para voltar com a ex em Campo Grande
Polícia
Homem mente que foi sequestrado e estuprado para voltar com a ex em Campo Grande